Topo
Blog do Juca Kfouri

Blog do Juca Kfouri

Categorias

Histórico

A reedição de um livraço

Juca Kfouri

29/07/2013 13h30

20130729-001756.jpg

Sinopse da editora Companhia das Letras:

Aos onze anos, Nick Hornby foi levado pelo pai para ver um jogo do Arsenal pela primeira vez.

O jovem, então entristecido pela separação recente dos pais e assolado pelas incertezas com relação ao futuro da família, ficou fascinado.

Descobriu um lugar e uma comunidade que, como ele, não estava muito preocupada em se divertir, mas compartilhava algo bastante diverso:

"O sofrimento como entretenimento era uma ideia completamente nova pra mim, e parecia ser alguma coisa pela qual eu estava esperando".

Dali em diante, Hornby nunca mais deixou de assistir, no estádio ou na tevê, a uma partida do Arsenal e atrelar aos sucessos e fracassos do time as respostas que buscava para a própria vida.

Publicado originalmente em 1992, o livro se estrutura a partir de datas e placares de jogos ocorridos no intervalo de 24 anos, décadas que também marcaram a entrada gradual do autor na vida adulta e na literatura.

O resultado são textos repletos de erudição e memória fotográfica, humor e uma sensação de que se está lendo o relato de uma obsessão incurável.

Sem jamais cair num discurso esnobe – que diferencia os "pensadores" do futebol dos meros torcedores -, Hornby aborda com leveza e sinceridade temas espinhosos como a violência nos estádios, o surgimento dos hooligans e as relações ambíguas entre cartolas e torcida.

Como nos livros de ficção que viria a publicar mais tarde, aqui o autor já aponta seu plano literário, marcado por protagonistas que demoram a se despedir da adolescência para retardar a chegada à idade adulta, agarrando-se às expressões culturais de uma época que está prestes a terminar.

"Febre de bola" venceu o William Hill Sports Book of the Year em 1992 e, em 2006, foi incluído no kit especial do sócio torcedor do Arsenal.

Com nova introdução do autor, comemorativa do vigésimo aniversário da edição do livro.

Nota do blog:

Esta nova introdução não apenas retrata fielmente o que mudou no futebol inglês depois da publicação do livro, como antecipa o que estamos vivendo no Brasil das novas arenas, a preocupante exclusão dos excluídos dos novos estádios.

Embora ao seu livro seja atribuída parte da responsabilidade na modernização do futebol na Inglaterra, Hornby revela não se orgulhar disso e explica que, na verdade, o responsável foi o bilionário homem de TV, Rupert Murdoch, o australiano que comprou o direito de transmissão da Premier League.

O livro é imperdível e a introdução assustadora.

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999. Atualmente está também na ESPN-Brasil. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Mais Blog do Juca Kfouri