PUBLICIDADE
Topo

Blog do Juca Kfouri

Do Piauí, ouro para o mundo !!! E bronze de São Paulo!

Conteúdo exclusivo para assinantes

Juca Kfouri

28/07/2012 10h53

Sarah Gabrielle Cabral de Menezes, é de Teresina, Piauí, nascida em 26 de março de 1990.

Com 1,52 m é titular da Seleção brasileira de judô, na categoria peso ligeiro (até 48 kg), participou das Olimpíadas de Pequim em 2008. Foi derrotada na primeira luta.

No sábado, dia 11 de dezembro de 2010 a judoca conquistou a medalha de bronze no Grand Slam da cidade de Tóquio, evento do Circuito Mundial da Federação Internacional de Judô.[1], e
em 4 de fevereiroo de 2012 faturou a medalha de prata no Grand Slam deu judô em Paris.

Títulos

Campeã Mundial Junior em 2008, Amsterdã, Holanda;
Bicampeã Mundial Junior em 2009, Paris, França;
Medalha de ouro na temporada de 2009 nas Copas do Mundo de Madrid (Espanha) e Lisboa (Portugal) nesta, venceu todas as lutas por Ippon;
Medalha de Prata no Campeonato Mundial de Judô de 2012 em Paris
Medalha de Bronze no Campeonato Mundial de Judô de 2010 em Tókio
5ª colocada no Mundial Sênior de 2009 em Amsterdã (Holanda).
4ª colocada no Grand Slam de Tóquio (Japão), em 2009.
Eleita a Atleta do Ano, em 2009, pelo Comitê Olímpico Brasileiro.

O que você acaba de ler é tudo que a Wikipédia trouxe, até hoje, sobre a judoca brasileira.

A partir de hoje, porém, você saberá muito mais sobre ela, a atleta que, pela primeira vez na história olímpica, conseguiu uma medalha para o Brasil no primeiro dia dos Jogos.

Quem sabe, a de ouro!

Atualização às 16h27: quem sabe, não!

A de ouro!!!

20120728-105946.jpg

Bem, Felipe Katadai se antecipou e já levou o bronze!

Felipe Eidji Kitadai (São Paulo, 1989) é um judoca brasileiro que completou hoje 23 anos.

Integra a selecão brasileira de judo desde 2008.

Integrante da SOGIPA, o judoca ganhou notoriedade ao ser medalhista de ouro da categoria até 60 kg na Copa do Mundo em Roma, ao ter em sua trajetória uma vitória sobre o único tricampeão olímpico da história do judô, Tadahiro Nomura.

O atleta também teve outras conquistas expressivas na carreira: foi ouro nos Jogos da Lusofonia 2009, bronze na Copa do Mundo de São Paulo 2010 e prata no Campeonato Pan-Americano, em 2010.
Nos Jogos Pan-Americanos de 2011, Kitadai foi medalha de ouro na categoria até 60 kg.

Com 17 medalhas olímpicas, o judô passa a ser o mais vitorioso esporte olímpico brasileiro.

20120728-121632.jpg

Em tempo: O futebol feminino venceu, por 1 a 0, a Nova Zelândia, depois de um primeiro tempo irregular e um segundo, com gol só no fim, da artilheira Cristiane, sem sustos e de domínio absoluto.

Hoje o futebol fica aqui, no pé da nota, porque quem merece todas as honras são mesmo os judocas, principalmente Sarah Menezes, segunda brasileira de esporte individual a ganhar ouro em Olimpíada, depois de Maurren Maggi.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999 e foi colaborador da ESPN-Brasil entre 2005 e 2019. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha, onde permanece com sua coluna três vezes por semana. Apresenta, também, o programa Entre Vistas, na TVT, desde janeiro de 2018.

Colunas na Folha: https://www1.folha.uol.com.br/colunas/jucakfouri/

Blog do Juca Kfouri