PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Assim falou JJ, o dono...

Juca Kfouri

15/04/2012 00h34

Em depoimento ao Blog do Perrone, o presidente do São Paulo FC , Juvenal Juvêncio, se pronunciou mais uma vez.

Em resumo, disse:

"Não entendo a postura de alguns jornalistas que só ficam dizendo que o Oscar tem o direito de jogar onde quer. (…)

O Internacional comprou 50% dos direitos do jogador, o BMG também. Quem recebeu esse dinheiro, se o São Paulo era o dono e não recebeu? (…)

Não mudei minha posição, eu quero o jogador de volta."

Como um desses alguns jornalistas, esclareço, pela última vez , o que penso a respeito e que não entra na cabeça de quem não é neutro na questão, ou que mesmo sendo padece de nostalgia escravagista:

1. Não discuto os erros do atleta, de sua família, a emancipação aos 16 anos, o oportunismo do Inter e, menos ainda, de seu empresário, figura notória e inconfiável.

Discuto apenas um preceito constitucional.

O que dá ao trabalhador o direito de trabalhar onde escolher, algo que está acima dos nebulosos contratos entre clubes, jogadores e  empresários.

Parece claro que Oscar tem de pagar a multa contratual e que esta deva ser arbitrada pela Justiça, já que uma parte quer pagar x, a outra quer receber y e a distância entre x e y é considerável.

Posso estar mais uma vez enganado, mas suponho que, mais cedo ou mais tarde, será exatamente isso que a Justiça fará, com bom senso para que o profissional possa seguir exercendo seu ofício.

E que Oscar continuará no Inter.

Porque a Justiça não aceitará nem que Oscar tenha dono e nem que deva ser submetido ao querer de quem quer que seja além do dele mesmo.

Simples assim.

E que neste tipo de rolo, todos, repita-se, todos os clubes agem da mesma maneira, deixando qualquer princípio ético de lado para reclamar quando se sentem prejudicados.

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999 e foi colaborador da ESPN-Brasil entre 2005 e 2019. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha, onde permanece com sua coluna três vezes por semana. Apresenta, também, o programa Entre Vistas, na TVT, desde janeiro de 2018.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Blog do Juca Kfouri