Blog do Juca Kfouri

A coluna que escrevi e a que gostaria de ter escrito

Juca Kfouri

A que escrevi, para a “Folha de S.Paulo” de hoje, aqui reproduzida excepcionalmente:

JUCA KFOURI

Teixeira por Teixeira

O cartola que comanda o COL deixa mal os amigos e se enforca com as próprias palavras

DÁ ATÉ pena.
As declarações de Ricardo Teixeira, o cartola que comanda o Comitê Organizador Local da Copa do Mundo no Brasil, à repórter Daniela Pinheiro, da revista “Piauí”, são uma saraivada de tiros nos próprios pés.

Fora as balas perdidas em devaneios que os fatos não comprovam, como por exemplo a menção às pesquisas que aprovam seu trabalho na CBF.

Fosse assim, por que ele fugiria de qualquer evento público no país?

Por que foi vaiado na festa da própria CBF no fim do ano passado, no Theatro Municipal do Rio? Ou por que ouviu o coro que ouviu até da elite que estava na premiação do último Mundial de futebol de areia em Copacabana?

Outro tiro que erra o alvo é o que tenta convencer os leitores de que não foram as manobras protelatórias de seus advogados, pagos pela CBF, que conseguiram levar ao arquivo boa parte das denúncias que teve de responder na Justiça.

Mas nada disso surpreende.

Nem mesmo sua arrogância e o vocabulário destemperado, de baixo calão, típico de quem usa o discurso para esconder o sentimento, embora faça questão de revelar seu indiscutível poder.

Poder, como ele mesmo diz, de fazer maldades, de negar credenciamentos e até de constranger os amigos, ao deixar mal, por exemplo, o jornalismo da Rede Globo que, segundo ele, lhe seria subserviente.

Mas poder que não o faz nem ter credibilidade nem ser querido, apesar de achar que merece pois imagina que ganhou as duas Copas do Mundo conquistadas em sua gestão interminável.

Apesar disso, fica evidente que Teixeira sofre.

Porque quem crê nele? Nem sua pequena filha, que protagoniza episódio delicioso na reportagem, ao se surpreender com a repentina mudança de candidato apoiado por ele na recente eleição da Fifa e levar um beliscão por baixo da mesa para calar-se e deixar de ser inconveniente.

Que o ex-sogro, João Havelange, aos 95 anos, o tenha na conta e diga que ele é a própria definição de malandragem (“no bom sentido, claro”) é compreensível. Mas que ele, ainda aos 64, fale que um portal como o UOL dá traço, ou que faz parte, com a Folha, o “Lance!” e a “ESPN”, de uma “patota” é digno de internação, porque só Freud explica.

Teixeira imaginou que uma publicação com laços com o banco Itaú, patrocinador da CBF e da Copa, o pouparia. Enganou-se e falou demais.

Deu bom-dia a cavalo.

E, aqui, a coluna que gostaria de ter escrito, também de hoje, no “O Estado de S.Paulo”, de autoria de Ugo Giorgetti:

UGO GIORGETTI

Bons companheiros

Esta semana uma matéria da revista Piauí sobre Ricardo Teixeira sacudiu a comunidade futebolística. Partes importantes da matéria foram reproduzidas por vários jornais, inclusive no Estado. Esses resumos traziam as frases e declarações mais bombásticas ou mais exemplares de seu modo de pensar.

Fui ler a reportagem completa da revista Piauí, talvez levado pelo meu instinto de ficcionista, sempre à procura de algum personagem, e, confesso, não me decepcionei. A matéria é exemplar, muito bem escrita, com um agudo senso de observação direcionado aos detalhes e às aparentes insignificâncias. Não vou falar das acusações que pesam sobre Ricardo Teixeira.

Não sou jornalista investigativo e não vou falar sobre o que não sei, embora respeite e goste muito de alguns jornalistas que ele especialmente deprecia em suas declarações. Vou falar do que os detalhes da matéria me revelaram.

Ao contrário do que se poderia pensar, o mundo em que se move o Sr. Ricardo Teixeira é tudo menos glamouroso, aventuresco, imprevisível e charmoso.

O que aparece é um homem absolutamente comum, banal, quase triste, que se movimenta num meio composto de velhos cansados, cinzentos, opacos, que só se manifestam por meio de lugares comuns dos mais vulgares, empregando um linguajar de uma pobreza extrema, só igualado pela indigência de seus raciocínios.

Ricardo Teixeira, o poderoso comandante da CBF, vai a Zurique há mais de trinta anos, mas “seus trajetos são inalteráveis: hotel, Fifa, os mesmos restaurantes, onde é atendido pelos mesmos garçons, a quem pede os mesmos pratos”. Garçons que falam português, e o chamam pelo nome. Tudo o que não for negócios da CBF parece passar a léguas de seu interesse.

Sua quase indiferença a tudo atinge, até os lugares em que está, por mais belos que possam ser. Logo no início da matéria há um parágrafo que equivale a uma descrição quase completa do personagem. Ele está num terraço de hotel que dá para “jardins aparados com esmero em primeiro plano, depois um lago sereno e ao fundo os Alpes soberbos”. Só que Ricardo Teixeira “tomava champanhe sentado de costas para o jardim”.

Em outro momento Teixeira se mostra surpreso ao saber que um dos principais pontos turísticos de Zurique, os vitrais de Marc Chagall, ficam a menos de quatrocentos metros do hotel que frequenta há trinta anos.

Toda essa falta de interesse pode passar apenas por modéstia e concentração em seu próprio trabalho. Não parece ser isso. Parece mais falta completa de imaginação e necessidade de outros alimentos que não estejam conectados com o mero exercício do poder.

Não consegui ver na matéria um único rasgo de grandeza, uma única frase memorável. E todos conhecemos grandes personagens, mesmo quando suas ações são as mais discutíveis, para não dizer desprezíveis.

A literatura e o cinema estão cheios de vilões fascinantes. A mim me pareceu que a Ricardo Teixeira e seus amigos não se aplica a expressão vilões. São muito menos do que isso. Parecem pequenos homens de negócio, de vidas enfadonhas, fechados num estreito círculo igualmente pobre mentalmente, desconfiando uns dos outros, gastando todos seus momentos de vida defendendo-se de acusações reais ou imaginárias. O dinheiro não lhes serve para nada. Não sabem sequer como gastá-lo e mesmo tendo tudo à disposição fazem tudo errado.

O que essa gente tem a ver com a epopeia do futebol? O que tem a ver com vidas como as de Sócrates, Romário, do próprio Ronaldo Fenômeno, esses sim personagens. Esses sim fascinantes, independente do mérito de suas ações. O que esses toscos velhotes de Zurique tem a ver com a elegância de um Falcão ou de um Ricardo Gomes?

O que a paixão de multidões ensandecidas nos estádios de futebol, tem a ver com um personagem que, assistindo Manchester United x Barcelona, no habitual hotel de luxo, enquanto os outros “xingavam, gritavam, comentavam e vibravam, Teixeira parecia ver um filme repetido da sessão da tarde …

No meio do jogo pegou seu iPad. Quando Messi marcou um gol, mal levantou os olhos por cima dos óculos para conferir o tira teima.”


  1. colombiano

    26/07/2011 00:39:45

    rt deveria ser sequestrado pelas farc e ficar sem camisa uns seis meses nas selvas colombianas... ninguem no Brasil pode com este gangster`. Nem os politicos!

  2. Joao

    12/07/2011 12:35:55

    Juca, pergunto a você: E como é João Havelange? A mim parece ser uma pessoa da mesma grandeza do seu sucessor, ou seja, nenhuma como brilhantemente foi frizado nas duas colunas. E Joseth Blatter também.Tomara que não seja assim, mas parece que todos os que vêem o futebol pelas entranhas ficam indiferentes. Será que é o que só eles vêem que os deixa desse jeito? O tanto de sujeira que rola nos bastidores? Tomara que seja apenas característica própria do RT esse desinteresse pela vida, e não sintoma de uma doença de todos que têm acesso aos bastidores do mundo do futebol.

  3. Claudio Sacramento - Salvador/BA

    12/07/2011 10:38:47

    Excelente observações sua e do Ugo Giorgetti, Juca. A entrevista de Teixeira evidencia que não somente basta para o mandatário da CBF fazer o que costuma fazer sem a menor preocupação com punições, mas também de deixar explícito em palavras que não tem medo delas e nem acha que tais supostas medidas punitivas irão acontecer. O pior é que essa é uma característica da população brasileira em geral, com exceções (muitas) é claro, e que permite observar sua completa acomodação diante de fatos semelhantes ao longo do tempo assim como podemos prever com grande possibilidade de sucesso que depois de tais declarações do Montão Teixeira, nada será feito. Na memória da população que se envolve com o mundo do futebol e até de quem está fora desse contexto provavelmente ficará apenas o montão, a permanência do sr. "Tolete" no cargo (até sua possível vitória na eleição para presidência da FIFA) e a sua mão no bolso do brasileiro. A história do Ricardo Teixeira está sendo feita e a população é apenas uma observadora.

  4. shirley

    12/07/2011 07:28:51

    Ou por que ouviu o coro que ouviu até da elite que estava na premiação do último Mundial de futebol de areia em Copacabana?E você espera que o povão tome a iniciativa de qualquer critica?Vai ficar esperando.Mais:Ricardo tem a prepotencia, falta de ética e arrogancia de um Corinthians.Será que o coração dele é corintiano?

  5. Gilberto Semblano

    11/07/2011 17:34:11

    Giorgetti não é só um excelente cineasta. Tomou, do Scorcese, acho, essa frase. Como nos filmes deste último, os gangsters sempre ganham!!!Bons Companheiros!!!Responder

  6. José Alves da Silva

    11/07/2011 13:50:43

    Nada a comentar apenas ratificar a frase que não sei que é o autor, mas ouço sempre o Joelmir beting falando, é o seguinte; O brasileiro é um ser que tem os dois pés no chão... e as mão também.Levantem-se suas antas.José Alves

  7. Januario S. Fontes

    11/07/2011 10:58:38

    Até a própria GLOBO ORGANIZAÇÕES já deve estar torcendo para mudar a mosca (RT) na CBF, desde que o próximo continue sendo comparsa.

  8. Roberto Silva

    11/07/2011 09:17:13

    Uma pessoa que faz um filme como foi "Boleiros" só poderia escrever um texto deste, de tamanha sensibilidade e que nos transmite exatamente o que a situação é. É muito triste saber que o nosso futebol está num nível de dirigente deste. O babaca se acha um deus, mas não passa de um nada que compra pessoas, nem o respeito das mesmas ele não tem. Quando ele diz que venceu duas copas não fez absolutamente nada, foi apenas um acidente de percurso. Assim como foi os títulos que o Corinthians ganhou na gestão daquele bandido do Dualibi. O que adianta ter conquistado alguma coisa se por trás a mancha que o cobre é a da vergonha.Infelizmente nossos dirigentes dizem amém a tudo o que acontece. O potencial do futebol brasileiro como negócio é imenso, mas uma visão tosca de dirigentes retardados disperdiçam uma oportunidade e tanto de fazer do futebol o melhor negócio do país...E a coisa tende a piorar, as pessoas que hoje comemoram a copa no Brasil, vão lamentar o que está sendo disperdiçado de dinheiro neste mar de corrupção que é a FIFA e a CBF. eu considero esta copa a copa da Vergonha...

  9. michele

    11/07/2011 02:24:52

    Quem trabalha e mata a fome não come o pão de ninguém. Mas quem ganha mais do que come sempre come o pão de alguém.isso e' pra esses hipocritas mecenarios como a rede globo e o ricardo teixeira.agora,eles nao estao nem ai pro que nos pensamos,mas DEUS ta perto vendo e gravando,dessa justica ninguem escapa,esse dia ha de chegar,mais cedo ou mais tarde.

  10. Gilberto Semblano

    11/07/2011 01:28:57

    Giorgetti não é só um excelente cineasta. Tomou, do Scorcese, cho, essa frase. Como nos filmes deste último, os gangsters sempre ganham!!!Bons Companheiros!!!

  11. Paulo

    10/07/2011 23:54:04

    Juca, este estado de coisas não irá mudar enquanto a imprensa esportiva continuar a tratar o futebol brasileiro comandado por Ricardo Teixeira e seus asseclas como coisa séria. Enquanto os jornalistas esportivos continuarem fingindo não ver a proteção aos amigos do Rei RT, em especial ao seu Corinthians, nem tampouco a perseguição odiosa a quem o combate, no caso o São Paulo, tudo continuará na mesma e os protestos não passarão de lamúrias esparsas e sem consequência. Se você quer realmente mudar este estado de coisas mostre aos corintianos que eles devem se envergonhar do estádio que ganharão de graça, a custa de dinheiro publico sim, apenas por se prestarem a a fazer o serviço sujo que interessa a RT, como foi a destruição do Clube dos Treze. Quer mudar convoque a imprensa esportiva a denunciar a perseguição ao São Paulo, ao invés de fingir que o campeonato é disputado de forma justa e honesta. Mas na cobertura de hoje não se vê nada contra o gol anulado do Atletico e nem menção à falta de Liedson no lance que propiciou o gol corintiano. Infelizmente a esmagadora maioria da imprensa esportiva tem rabo preso com a Globo e RT. Tem medo de ver cumpridas as ameaças feitas na entrevista da Piauí. A Folha, Uol, ESPN e outros orgãos de imprensa mencionados por RT tem agora a obrigação de mostrar que RT está errado, que influenciam sim a opinião pública e não são apenas "traço".

  12. Stéfano

    10/07/2011 22:27:51

    Juca, quando você entrevistará o Dr. Juvenal Juvencio novamente?Abraços.

  13. ALVES

    10/07/2011 21:16:27

    Belo texto , e sem duvida nenhuma mostra bem o que e Ricardo Teixeira ,uma pessoa pobre de espirito que vive preza as suas proprias maldades , um homem que usa e abusa do poder que tem para conseguir o que quer ,mas o mais importante ele nao consegue, que e ser amado. Vai passando pela vida sem compreender o que e viver , o que e esta no meio do povo , sem compreender que e ver um garoto descendo favela e atravez do futebol se tornando um astro mundo afora .....Olhos para ver ouvidos para ouvir , e tao simple que so as grandes almas conseguem ....o sr RT e digno de pena pque sabe que todos esses que se aproximam dele so o fazem por interesses excusos..

  14. joao carlos dos santos

    10/07/2011 20:37:47

    pena, que se o Sr. Ricardo Teixeira ler o texto do ugo, ele não vai entender, ja que, este Ricardo é muito ignorante, e o texto do Ugo é maravilhoso.Juca não sou jornalista, mais se fosse, um texto como este eu tambem gostaria muito de ser o Autor

  15. Vasco Mendes Paez Filho

    10/07/2011 20:31:04

    Juca , Amo o futebol , mas tenho pensado nos imensos prejuizos que teremos com a realização da Copa 2014, corrupção ,desvios , roubalheiras , mas talvez tenhamos uma forma de dificultar tudo isso . Que tal boicotarmos e pressionarmos as grandes empresas patrocinadoras da Copa . Pois tudo são busnisses . Com a repercussão da entrevista que mosta o caráter e o "modus operandi" deste pobre presidente da CBF e COL, podemos começar uma campanha de boicote aos patrocinadores da COPA 2014. Conto com seu Apoio . Sds. Vasco.

  16. Flavio_SPFC

    10/07/2011 20:29:12

    Juca, é triste, esse RT é escroto, é uma escória. Pior ainda é lembrar que pessoas (ídolos) como Pelé, Ronaldo Fofomeno e até a camara dos deputados se aliaram a ela ao invés de lutar contra esse mal do futebol.att....

  17. Zé Mané

    10/07/2011 20:19:03

    É, o RT ainda pode contar com a ignorância de algumas pessoas...

  18. Zé Alfredo Fleury

    10/07/2011 19:50:41

    Bela análise Juca....e o texto do Ugo é daqueles que a gente inveja ter escrito, pois retrata tão bem nossa opnião

  19. josé ricardo gonçalves

    10/07/2011 19:49:59

    Parabens Juca voce e nota mil ,parabens pelo texto exelente do sr Ugo ,ainda bem que existe pessoas como voces muito obrigado

  20. João

    10/07/2011 19:43:18

    Juca, com base nisso tudo, qual a chance do Coritnhians ou Flamengo, com bons times montados, não serem sempre favorecidos? Porque a Globo vai querer que um Botafogo ou Palmeiras vença um campeonato? Hoje no jogo do Corinthians a coisa foi feia demais. O Timao tem um belo time, digno de disputar um título sem ajuda,mas o que Cleber Machado faz de esforço pra ignorar um lance legal contra o Corinthians chega a doer.

  21. silvio souza

    10/07/2011 19:40:30

    A CBF é uma entidade privada!!! Somente os clubes que legitimam esta Confederação podem pedir algo!!! Como uma atitude de não reconhecimento desta Federação via judiciário traria punições da Fifa, a unica forma são os clubes através dos votos, tirar o RT do poder, e depois forçar um novo regulamento da entidade tirando o poder de seu presidente!!!

  22. Carlos Eugênio Lopes, advogado da CBF

    10/07/2011 19:39:20

    Futebol contribui “para a desinformação do povo, já de si mal aparelhado intelectualmente”.

  23. silvio souza

    10/07/2011 19:37:11

    Nem Globo, nem Record, nem ESPN podem tirar Ricardo do poder!!! Somente os clubes tem este poder!!!

  24. silvio souza

    10/07/2011 19:35:33

    Ainda na África, após a eliminação do Brasil, Teixeira participou de uma mesa (ou pela Globo ou pela Sportv), ai fritou Dunga, demonstrando além de falta de caráter, falta de pulso e de controle do "negócio" Seleção Brasileira. O que mais me impressionou e que fica claro nesta entrevista, é Ricardo Teixeira é destituído de capacidade intelectual, curto de idéias e de raciocínio curto e tosco! Aí me pergunto, como chegou a manutenir tanto poder durante tanto tempo?É que o apego ao poder e a maldade acabaram por sobrepor a falta de inteligência! Que a ganância exagerada sobrepõe a razão!!!Ricardo Teixeira sabe que sem o poder, sua personalidade caricata não se sustenta, sem carisma e sem o glamour do cargo, mesmo com todo dinheiro do mundo, ele jamais será admirado !!!!

  25. Clecio Cintra

    10/07/2011 19:13:37

    Boa tarde Juca,Venho mais uma vez tentar expor minha opinião, difícil, pois outro o moderador nãocolocou a mensagem que enviei, de desabafo, mas sempre coerente com a situaçãoatual sobre este assunto!!Vou tentar de novo!Sobre este senhor, fico preocupado pois ontem assisti a entrevista do bola da vez, e ficome perguntando, quem será que poderá nos ajudar, a GLOBO esquece, só vejo se vocês na ESPN se juntarem com outros como Record e Band, para por favor nos dar esperança de um dia vermos este senhor e todos os seus comparsas longe, porque na cadeia vai ser difícil, nos dê uma luz de esperança!!Abraços e te admiro demais!!Clecio - Sumaré - SP

  26. Wataro Nelson Ogawa

    10/07/2011 18:46:49

    RT, vivo procurando alguém que te defenda no Brasil e no Mundo...fico frustrado. No seu lugar, se eu tivesse 0,0000000...1% de críticas, já estaria fora, porque tenho comigo algo que não faz parte da sua natureza e essência: HONRA e DIGNIDADE. Demonstre pelo menos para nós um mínimo de VERGONHA NA CARA! Você é um cara desprezível!

  27. Jose Roberto Moreira

    10/07/2011 18:32:51

    Juca, não adianta os leitores ficarem bravos com essa situação da CBF. O atual quadro juridico do futebol brasileiro, em que os clubes elegem os presidentes das federações e estas elegem o presidente da CBF, é que nos conduziu a esse lamentável estado de coisas. Os clubes, em sua grande maioria, quebrados, ficam à mercê dos presidentes das federações, que por seu lado acabam se pendurando na CBF - ou para obter recursos financeiros ou para receber apoios politicos. E essa situação não vem de agora. São mais de 50 anos de dominio das familias Havelange-Teixeira. A gritaria que ocorreu na imprensa quando findava o último mandato do sr. João Havelange, à frente da CBF, não foi diferente. De sorte que o sr. Ricardo Teixeira, vai se reeleger quantas vezes quiser e vai eleger o seu sucessor - que dizem será sua filha. Saidas dessa situação? Somente vejo as seguintes: algum advogado ou grupo de advogados, ou entidades interessadas, proporem (a) o cancelamento do registro da CBF, no Cartório de Registro de Titulos e Documentos onde se acha registrada; (b) Pedirem o cancelamento do CNPJ. Há fartos materiais, por ex. reportagem da Revista Piauí, e outros já noticiados, que caracterizam INIDONEIDADE DA ENTIDADE, que possibilita esses cancelamentos. Aí fica a sugestão.

  28. Jose Roberto Moreira

    10/07/2011 18:27:17

    Juca, não adianta os leitores ficarem bravos com essa situação da CBF. O atual quadro juridico do futebol brasileiro, em que os clubes elegem os presidentes das federações e estas elegem o presidente da CBF, é que nos conduziu a esse lamentável estado de coisas. Os clubes, em sua grande maioria, quebrados, ficam à mercê dos presidentes das federações, que por seu lado acabam se pendurando na CBF - ou para obter recursos financeiros ou para receber apoios politicos. E essa situação não vem de agora. São mais de 50 anos de dominio das familias Havelange-Teixeira. A gritaria que ocorreu na imprensa quando findava o último mandato do sr. João Havelange, à frente da CBF, não foi diferente. De sorte que o sr. Ricardo Teixeira, vai se reeleger quantas vezes quiser e vai eleger o seu sucessor - que dizem será sua filha. Saidas dessa situação? Somente vejo as seguintes: algum advogado ou grupo de advogados, ou entidades interessadas, proporem (a) o cancelamento do registro da CBD, no Cartório de Registro de Titulos e Documentos onde se acha registrada; (b) Pedirem o cancelamento do CNPJ. Há fartos materiais, por ex. reportagem da Revista Piauí, e outros já noticiados, que caracterizam INIDONEIDADE DA ENTIDADE, que possibilita esses cancelamentos. Aí fica a sugestão.

  29. zeluiz

    10/07/2011 18:21:35

    Juca, belos textos. O Ugo vai na ferida, expõe com claridade solar a mediocridade de RT. Como Ugo é cineasta, façamos uma alusão a um grande filme: Teixeira não passa de um bandido medíocre, um gangster menor, espiritualmente falando, um coadjuvante de "Os Bons Companheiros" de Martin Scorsese.

  30. Luiz Freitas

    10/07/2011 17:50:54

    Acho que o governos Brasileiro tem uma grande parcela de culpa, nos desmandos do Sr. Ricardo Teixeira.

  31. Maurílio de Carvalho

    10/07/2011 17:46:03

    Juca, faltou você falar que as meninas do futebol sofrem dos mesmos males que acometem os jogadores das seleções masculias: excesso de estrelismo e de firulas. E que setores da imprensa contribuem decisivamente para a manutenção desses males. O garoto nem bem foi covocado para a seleção e os caras já o chamam de craque, de novo sei lá quem, etc. Aí, o menino se acha e segue o roteiro já conhecido. O futebol tem que aprender a fórmula de sucesso do Vôlei: DISCIPLINA, HUMILDADE E RESPEITO AO TORCEDOR.

  32. Doom

    10/07/2011 17:28:35

    Esse texto do Giorgetti também se aplica muito bem a um certo narrador de uma toda-poderosa rede de televisão, vaidoso e sempre querendo estar ao lado dos poderosos. Vamos cantar o "Blues da Piedade" pra eles..E lendo esse ótimo texto escrito por um cineasta, não tem como não pensar em como a imprensa esportiva brasileira, principalmente esse pessoal de TV aberta e de rádio, é ruim e despreparado. Não assumem posição sobre as coisas erradas do futebol, vestem a camisa das opiniões dos chefes, guiadas apenas por interesses comerciais (Sportv), muitos estão metidos em esquemas, e não tem a menor capacidade para olhar o futebol além das 4 linhas e entender seus significados socias e culturais..Esse último aspecto vale até pra jornalistas de um canal sério como a ESPN, carinhas bitolados como Arnaldo Ribeiro ou Leonado Bertozzi, pra quem o futebol não vai além do "dentro de campo"..É uma pena dizer isso, mas as chances de um texto como esse do Giorgetti ser escrito por um jornalista esportivo, no Brasil, são quase zero.

  33. glenio marques

    10/07/2011 17:12:57

    Vamos fazer uma campanha tipo "diretas já" ou "caras pintadas" e tirar de vez, na próxima eleição ou antes, se possível, esse ignóbil lá da CBF. Todas as federações e confederações não têm, apesar de empresa privada, um certo grau de subalternidade e obediência aos órgãos de Governo da União? Arrogância Teixeira da Silva, fora!!!

  34. Adriano

    10/07/2011 17:11:35

    Triste ver o crime deixar de ser arte para se tornar publicidade. Desconfio que a reportagem da "Piauí" só vai gerar mais publicidade ao vilão incapaz de se tornar personagem.

  35. flyinghorse

    10/07/2011 17:10:25

    A gente lê esses textos maravilhosos sobre esses velhacos inecrupulosos e pensa: que mundo é esse, que justiça é essa que permite pessoas assim, tão ôcas e enrugadas, com livre acesso aos círculos de poder e a seus cofres, vampirizando o trabalho, a arte e a vida de todos nós sem que nada lhes aconteça?! Só queimando tudo para começar tudo de novo(se for o caso) mas com outros seres humanos, pois este que habita a Terra, é um projeto que deu errado...tá louco!

  36. Sergio

    10/07/2011 17:06:24

    Ola Juca, boa-tarde. Acabei de ler o seu post, e já havia lido a matéria da Piauí. Sabe o que me entristece? Constatar o nível daqueles que estão a dirigir as principais instituições nacionais (e, inclusive, o nosso próprio país). A promiscuidade das suas interrelações não é sequer mascarada - ao revés, tudo é feito "à luz do dia"; os atores agem com a certeza de que nada irá lhes atingir. E sabe o que é mais triste, Juca? É perceber que eles tem razão! Hoje, por estas bandas planetárias, ser honesto é crime de lesa pátria!!! Infelizmente, os métodos e lições de marketing do III Reich foram bem assimilados por estas plagas e, em conjunto com os ensinamentos do Niccolò Machiavelli, estão sendo utlizados às escâncaras nas diversas esferas deste "país do futuro". Este personagem nada mais é do que a personificação da política deletéria e degradante que domina a terra Brasilis. Quem diria. Triste Brasil... Abraço Cordial,

  37. Cesar Gaston

    10/07/2011 16:42:46

    Certo. O vilão RT não é nenhum Professor Moriarty, nem tampouco um Darth Vader - muito embora haja uma grande semelhança física entre o cidadão em questão e o vilão de Star Wars sem o horrendo capacete preto, morrendo nos braços de Lucky Skywalker.É apenas um lamentável psicopata, sem metafísica cinematográfia.E dai? Vamos "pegar em armas" e expulsar esse desgraçado e seu séquito de bajuladores, das nossas instituições, ou a sarna já chegou no osso?

  38. Paulo

    10/07/2011 16:25:44

    Acho que essa descrição sobre RT na coluna do Ugo Giorgetti cai como uma luva para boa parte das pessoas que tem o poder no Brasil:Gente incopetentente, simplória, sem imaginação, sem cultura, sem valores, se valendo apenas da habilidade de manipulação para perpetuar seu poder.No final das contas não passam de uns neuróticos, com a fixação doentia de ter o poder apenas pelo poder.

  39. Paulo

    10/07/2011 16:24:34

    Excelente a matéria do Giorgetti que expõe de forma refinada o vazio da vida desses ABUTRES que comandam o futebol. Parabéns ao Juca por publicar no seu Blog a matéria do colega!

  40. Wellington

    10/07/2011 16:17:27

    Juca, parabéns pelo texto e por publicar a bela análise do Ugo Giorgetti! Parabéns ao pessoal da Piauí!#FORARICARDOTEIXEIRA

  41. Navi

    10/07/2011 16:11:25

    Caro,Boa tarde!O pior é que comprou o Corinthians (promessa de estádio com dinheiro público), Santos (com folgas na tabela e títulos de Taça Brasil equivalente ao Campeonato Brasileiro, o correto seria Taça Brasil como Copa do Brasil) e Palmeiras (títulos de Taça Brasil equivalente ao Campeonato Brasileiro, o correto seria Taça Brasil como Copa do Brasil) , Flamengo (alterando a regra de 1987, em que a CBF determinou que o campeão do módulo verde jogaria com o módulo amarelo) e assim por diante. é só dizer seu preço.Agora, quem é o pior: quem vende sua dignidade ou quem compra?Tanto faz, os dois não valem nada.

  42. bernardo araújo

    10/07/2011 16:05:59

    A imprensa vai ficar dando murro em ponta de faca até 2015. Pq ninguém vai tirar o Ricardo T da CBF. Depois que eu li a matéria da PIAUÍ, vi que não adianta ficar dando murro em ponta de faca. Com Copa ou sem Copa, o Brasil já é um país corrupto.É só ler um tanto de notícias de corrupção. Nesse Dominbo,10, foi a vez de um politico do PMDB ser acusado de corrupção de 300 milhoes. Nem se o Brasil for descoberto de novo, acabará esses ROUBOS. É só rezando mesmo. Para quem acredita ....

  43. Nilton

    10/07/2011 15:47:11

    Bom Ugo Giorgetti, um bom cineasta, e com um olhar mais apurado para a área cultural, conseguiu ver o ogro, a besta, o inominável, que habita RT.Dizem que o dinheiro não é tudo, pura verdade, quando não se tem cultura, quando não aprendemos a apreciar o belo, quando nossos olhos só vêem a mesma coisa, ano após ano, nos tornamos nada ou melhor a essência do nada, sem cheiro, sem aroma, sem brilho, sem cor.

  44. Roberto Jr

    10/07/2011 15:45:12

    Juca, Lendo o texto do Ugo, me atrevi a fazer uma analise psicologica, a qual não tenho nenhum tipo de conhecimento para faze-la, mas mesmo assim, me atrevo. O que levaria Ricardo Teixeira dar esta entrevista para a Revista Piaui? Idiota e burro ele não é, se fosse assim, não ocuparia a posição que ocupa por tanto tempo. Me parece um grito desesperado e inconsciente de "Me tirem daqui!!!!". O homem não deve aguentar mais o tema futebol, mas não consegue deixar de surfar a onda do poder. Talvez até porque tem tantos compromissos assumidos com outros corruptos dos bastidores do mundo do futebol, talvez porque não saiba achar a porta de saída. E o pior, é que o Brasil, e o mundo hoje em dia, é tão passivo a esses desmandos, a impunidade está tão vigente, que ninguém tira ele de lá. Apenas dele esfregar na cara de todo mundo o que ele é e o que ele faz.Ah! quem deveria tira-lo de lá, são os clubes e federações, donos da CBF. Não sei porque ninguem diz isso, e ficam pedindo que as autoridades governamentais tomem providencias, o que é um caminho bem mais dificil para isso, já que eles não estão nem ai para o nosso dinheiro e muito menos para o futebol.....

  45. André Bergamo

    10/07/2011 15:44:00

    O texto de Ugo Giogetti me acalentou, me deixou menos raivoso contra este sujeito Ricardo Teixeira.Ricardo Teixeira uma figura triste e menor da nossa história, não deixará nehuma saudade à ninguém quando desse mundo partir.Pois a vida eleva os bons de alma, de espírito e de cabeça, o dinheiro e o poder não valem nada na hora da morte, e depois dela o que fica para os vivos foi o que fizemos de bom na vida, os acertos valem muito mais do que nossos erros, quando agente vai daqui pra uma melhor.

  46. Lenino Silva

    10/07/2011 15:41:02

    Meu caro Renato P, nossos governates jogam no mesmo time dos canalhas. Só vai haver uma virada nesse estado de coisas, quando a torcida (população brasileira) se manifestar sem paixões e botar pra quebrar (talvez até literalmente).

  47. Marcelo Alves

    10/07/2011 15:37:28

    Só mesmo uma pessoa totalmente alienada e racalcada para achar isso ... mas infelizmente esse parece ser o fenótipo da maioria da população brasileira ... amorfa e passiva.

  48. Edival

    10/07/2011 15:35:15

    J.O., você perdeu excelente oportunidade para ter ficado "calado".

  49. PAULO HENRIQUE MARTINS DE OLIVEIRA

    10/07/2011 15:25:55

    Vou bumbar a pauta para, ainda chateado com o que acabei de ver, falar da derrota da Seleção Feminina de Futebol para a equipe dos Estados Unidos, o que não tem nada a ver com este tópico (excelente, por sinal, como sempre!).A nossa meninas perderam por desonestidade, por falta de ética, por falta de vergonha na cara. Perderam por conta da malandragem, do querer levar vantagem em tudo. Explico! Estavam ganhando por 2 x 1, na prorrogação, e começaram a catimbar o jogo, a simular faltas, dores, cãimbras e outras firulas. Resultado: a árbitra, acertadamente, deu três minutos de acréscimos e foi no último desses três minutos que os EUA fizeram o gol de empate que levou às penalidades máximas e à vergonhosa derrota.Tivessem sido honestas e éticas, ter-se-iam classificado. Oxalá tenham aprendido a lição, porque o preço pago foi alto demais. Nessas horas, tenho vergonha de alguns brasileiros. No momento, é dessas meninas de quem me envergonho.

  50. Gugalica

    10/07/2011 15:21:32

    Boa tarde, JucaExcelente seu comentário no blog.A grande reportagem da ESPN, que trouxe o grande jornalista ingles para explicar os caminhos da sugeira da CBF e FIFA.Em síntese, quero comentar quanto aos comentário da pressão sobre a BBC que transmite os jogos da Copa do Mndo para o berço do futebol."O departamento de esporte é idependente do jornalismo da BBC", essa idependência que menciona o grande Andrew Jennings, nos traz mais uma aula de coomo fazer jornalismo.Juca, parabéns, pode ter certeza vou estar nas arquibancadas, e tumutuar aqueles que participaram dessa nojeira que é a Copa 2014.Como um blogueiro descreveu neste blog.O maior legado desta copa era não existir.ATtGustavo

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso