PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Blog do Juca Kfouri

Parabéns pra você, Santos!

Juca Kfouri

14/04/2011 22h21

No dia em que começou a viver o centésimo ano de sua vida gloriosa, o Santos, que teve o melhor time da história do futebol em fins dos anos 50 e começo dos 60 do século passado, jogou o primeiro tempo que sua torcida queria contra o Cerro Porteño na casa dele.

Com espaço para se impor, o Santos só levou um susto, em boa defesa de Rafael num chute da intermediária.

De resto, mandou no jogo.

Danilo fez um golaço, aos 11, também da intermediária e teve uma chance de ouro para fazer 2 a 0, de dentro da área, aos 25.

Como Maikon Leite, aos 38, que entrou no lugar de Diogo, machucado, aos 31, que recebeu um passe perfeito de Keirrison e viu um zagueiro paraguaio salvar na linha.

Mas o segundo tempo começou no mesmo diapasão.

Logo aos 3, Ganso, que jogou o que dele se esperava, roubou uma bola na intermediária e deu para Maikon Leite na cara do gol fazer 2 a 0.

Mesmo sem Neymar e Elano, e também sem  Zé Eduardo, o Santos sobrava em Assunção e ficava com a vaga para as oitavas-de-final da Libertadores na mão, dependendo só de seu futebol, contra o Deportivo Táchira, da Venezuela, no Pacaembu, na próxima quarta-feira.

Claro que o Cerro tentou de tudo depois de tomar o segundo gol e obrigou o Santos a se defender, tirando, por exemplo, Keirrison, para a entrada de Alex Sandro.

Arouca, estafado, aos 39, também saiu, para a entrada de Pará.

No minuto derradeiro, o Cerro diminuiu, depois de ter obrigado Rafael a fazer duas boas defesas.

Mas foi só.

A tranquilidade do Santos chamou a atenção e Muricy Ramalho há de ter alguma coisa a ver com isso.

Melhor maneira de comemorar 99 anos não há.

A terceira estrela voltou a brilhar no horizonte santista.

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999 e foi colaborador da ESPN-Brasil entre 2005 e 2019. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha, onde permanece com sua coluna três vezes por semana. Apresenta, também, o programa Entre Vistas, na TVT, desde janeiro de 2018.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Blog do Juca Kfouri