PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Blog do Juca Kfouri

Os guerreiros do impossível e os idiotas da objetividade!

Juca Kfouri

20/04/2011 23h51


O Fluminense jogou muito melhor que o Argentinos Juniors e conseguiu, mais uma vez, o impossível.

Simplesmente porque não sabia que era impossível e foi a Buenos Aires para vencer.

O Flu jogou como se estivesse nas Laranjeiras e não no estádio Diego Armando Maradona e mandou no jogo, animando sua torcida para o Fla-Flu.

Fred mandou bola na trave, Julio César fez 1 a 0 em lançamento de Marquinhos, Gum fez um pênalti estúpido que valeu o empate e Fred, de falta, causou um pollo histórico do goleiro argentino para fazer 2 a 1, tudo no primeiro tempo.

No segundo, porém, quando o terceiro gol parecia iminente, Valência aliviou mal uma bola na área que sobrou para ainda desviar nele mesmo e trair o goleiro Ricardo Berna: 2 a 2.

O próprio Valência, porém, foi à frente, cabeceou para o goleiro dar rebote e o He-Man fazer 3 a 2, típico de um time de guerreiros.

O Flu jogava por mais um gol, pois Nacional e América empatavam 0 a 0 no Uruguai.

Um gol seu ou dos mexicanos…

Fred quase fez, aos 40.

O jogo em Montevidéu acabou, sem gols!

Faltava um, apenas um gol, um golzinho, isto é, um golzão, o gol da redenção, o gol do impossível.

E, aos 42, Edinho foi derrubado pelo goleiro na área.

Penâlti!!!!!!!!!!!

E Fred marcou o gol impossível!!!!!!

E Nelson Rodrigues começou a escrever o Tratado dos Idiotas da Objetividade.

Histórico, imortal, maravilhoso!!!

E que venham os paraguaios do Libertad.

(O jogo terminou em pancadaria porque, definitivamente, os eliminados Argnetinos Juniors não sabem perder e porque a Conmebol é dirigida por mafiosos com apoio da CBF).

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999 e foi colaborador da ESPN-Brasil entre 2005 e 2019. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha, onde permanece com sua coluna três vezes por semana. Apresenta, também, o programa Entre Vistas, na TVT, desde janeiro de 2018.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Blog do Juca Kfouri