PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Blog do Juca Kfouri

Argentina e México como sempre

juca kfouri

27/06/2010 17h21

O México até deu a impressão de que, primeiro, jogaria como nunca para, depois,  perder como sempre.

Mas, na verdade, nem isso.

Salcido acertou o travessão argentino, houve mais uma ou duas jogadas ousadas como se fosse enfrentar a Argentina de igual para igual e nada mais.

Insinuou, insinuou e tomou o 1 a 0, aos 25, bola de Messi na cabeça de Tevez, em posição de impedimento, daqueles difíceis e em que o jogador não está ilegal para se beneficiar, mas como fruto de uma jogada muito rápida.

Parece até que o bandeirinha deu o impedimento e depois mudou de opinião.

Mudou mal, mas a partir daí o México tremeu.

O segundo gol veio ainda no primeiro tempo, aos 32, quando Higuaín recebeu um presentaço de Osório e quase fez de bola e tudo depois de driblar o goleiro.

No intervalo já estava tudo decidido, restava saber de quanto seria a derrota, dúvida que Tevez, com um golaço de fora da área tratou de eliminar logo de cara, aos 7: 3 a 0.

O conjunto mexicano é até capaz de jogar coletivamente melhor que o argentino que, no entanto, tem de sobra o que falta aos norte-americanos: talento, ou melhor, talentos.

Sim, porque como o começo do primeiro tempo, o segundo quase todo foi mexicano.

É bem capaz de os jogadores mexicanos chegarem ao México dizendo que se não fosse pelos três gols argentinos eles teriam vencido.

E é verdade.

Porque, como fruto da superioridade no segundo tempo, Hernandes fez lindo gol aos 27.

Diego Maradona segue com três atacantes e só Mascherano como volante.

Enfrentará a Alemanha, no sábado que vem, na Cidade do Cabo, pelas quartas-de-final, ainda assim?

E Messi, seguirá sem fazer gol?

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999 e foi colaborador da ESPN-Brasil entre 2005 e 2019. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha, onde permanece com sua coluna três vezes por semana. Apresenta, também, o programa Entre Vistas, na TVT, desde janeiro de 2018.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Blog do Juca Kfouri