Blog do Juca Kfouri

Não se irrite, palmeirense. Aja

Juca Kfouri


Está na “Folha” de hoje


RODRIGO BUENO

Detalhes da Copa Rio


Os italianos da Juventus curtiram o inverno no Brasil; já os jogadores palmeirenses se preparavam para os jogos


NÃO GOSTO de tratar do mesmo tema por duas colunas seguidas, mas fui levado a isso após receber várias mensagens sobra a “oficialização” da Copa Rio de 1951 como Mundial.


Hoje, apresentarei um resumo da pesquisa que fiz nas reportagens da Folha na época.



Quem organizou a competição foi a Confederação Brasileira de Desportos (Mario Polo era o presidente na época). Um vice da Fifa, Otorino Barassi, acompanhou o evento, mas atuou na defesa da Juventus, pois era o presidente da federação italiana.


Tal dirigente fora decisivo na conclusão das obras do Maracanã.


Semanas antes da Copa de 1950, ele integrou o Comitê Organizador para salvar o torneio (o Maracanã estreou na disputa ainda em obras).


Na Copa Rio, Barassi conferiu o Maracanã pronto e garantiu nos bastidores que as finais fossem no estádio.


O Palmeiras, aproveitando-se de que o favorito Vasco não estava na final, tentou levar ao menos um jogo da decisão para São Paulo.


Barassi, com base nas regras (era Copa Rio) e pela Juve, não aceitou.


O Vasco influiu na formação das chaves, evitando o Estrela Vermelha.


Jogou a boa equipe iugoslava para a chave paulista para “prejuízo” do Palmeiras.


Alguns participantes não eram campeões nacionais vigentes.


A Juventus, terceira no Italiano 1950/51, viajou 30 horas na época para vir ao Brasil (tempo maior que o de uma viagem para o Japão hoje).


O Austria era o terceiro de seu país, e o Nacional havia perdido o título uruguaio para o Peñarol.


O país vizinho, aliás, recebeu no meio de 1951 só um dos vários torneios internacionais daquele ano com times brasileiros.


O Corinthians jogou e abandonou um quadrangular que tinha o Peñarol em meio à Copa Rio. O Flamengo dava show em Portugal.


E a Portuguesa, era recebida com festa de campeã mundial por ter feito “a maior jornada do futebol brasileiro no exterior”, tendo obtido ótimos resultados na Europa, como a vitória sobre o bicampeão espanhol Atlético de Madrid.


O Torino, famoso nos anos 40, excursionava na Argentina, e o Palmeiras negociou sem sucesso amistoso com os italianos.


Dias antes da Copa Rio, o alviverde pegou o inglês Portsmouth no Pacaembu e ficou no 0 a 0.


O Santos, depois, goleou os britânicos por 4 a 0 e, em amistoso fez 3 a 0 no Estrela Vermelha na Vila Belmiro, após os iugoslavos saírem da Copa Rio.


Os jogadores da Juventus curtiram o inverno brasileiro como se fosse verão.


Depredaram e furtaram hotel em São Paulo e foram convidados a deixar o hotel no Rio por atacarem mulheres até nos elevadores.


E os palmeirenses se prepararam muito, com concentração no Parque Antarctica por cerca de um mês.


Para Palmeiras, Vasco e “Gazeta Esportiva”, foi como um Mundial.


Para o resto, não.

DA FIFA



Até o fechamento da coluna, a Fifa não havia colocado em seu site o Palmeiras na lista de campeões da entidade.


Também não havia respondido por e-mail à coluna se o clube era de fato campeão.


Sugiro aos palmeirenses que escrevam para a entidade cobrando a “oficialização”.


Do contrário, o mundo continuará sabendo pouco (ou nada) sobre a Copa Rio.

  1. Andre

    16/05/2012 20:47:28

    Será que, durante o governo Bush, algum americano achava que a Halliburton era empresa do governo dos EUA só porque tinha o Dick Chenney ??? Bem, esse pensamento simplista de que "Barassi era da FIFA, ele estava na Copa Rio, e por isso Copa Rio foi da FIFA ou apoiada pela FIFA", esse pensamento, além de ser ultra simplista, já foi desmentido pela própria FIFA logo em abril de 1951, já antes da Copa Rio.

  2. Corinthiano

    09/05/2012 12:10:23

    Li os comentários do Andre abaixo, não sei se é o mesmo que comentou nas páginas FIFA Clube Clássico de Fluminense e Corinthians, mas lendo tudo aqui e lá, tudo bate com as fontes, li os comentários e pesquisei no Jornal do Brasil e no jornal espanhol Mundo Deportivo que foram mencionados, e tudo bate correto. Sevilha, Barcelona, Tottenham, Newcastle e Milan foram convidados para a Copa Rio de 1951 e não se interessaram. Juventus, Racing, Barcelona, Real Madrid, Newcasltle e Hibernian foram convidados para a Copa Rio de 1952 e não se interessaram. O Real Madrid inclusive preferiu jogar nas mesmas datas a Pequena Copa do Mundo da Venezuela de 1952. Se a copa rio tivesse sido da FIFA, com certeza eles iriam se interessar, pois times desses países (Inglaterra, Escócia, Argentina, Itália e Espanha) jamais deixaram de jogar os mundiais verdadeiros da FIFA em 2000 e de 2005 para frente. Mas antes da competição, já em 5 e 12 de abril de 1951 (é só ler esses jornais), a FIFA (Rimet e Barassi) mesma deixou claro que a copa rio não era da FIFA mas que era só do CBD, que copa rio não tinha nem sido submetida à FIFA e que nem ao menos sequer tinha sido tratada em nenhuma reunião da FIFA. Com isso, é claro que esses times não se interessaram: quem legitima mundial é a FIFA- que interesse esses clubes iam ter de jogar um mundial que a FIFA tirou o corpo fora e que só era legítimo pelo CBD do Brasil ? Nenhum interesse, claro. Os clubes desses países são os mais fortes: clubes de Inglaterra, Escócia, Espanha e Itália ganharam juntos 66% das Champions e os clubes da Argentina são os maiores campeões da Libertadores. A Copa Rio não contou com nenhum desses, contou no máximo com o Juventus que em 1951 foi o terceiro da liga da Itália e foi a segunda opção de time italiano em 1951 (a primeira opção de time da Itália, o Milan, foi convidado mas não se interessou pela copa rio). Sem esses, a copa rio, de fortes mesmo, só teve os campeões de RJ, SP e Uruguai, e de resto foi só campeão ou vice-campeão de países secundários no futebol. Esses palmeirenses que inventaram copa rio de mundial deveriam tomar um processo de falsidade ideológica. A copa rio pode até ter sido idealizada pelo CBD como mundial de clubes, mas foi desde logo esvaziada dos mais fortes porque a FIFA de cara (já em 5 e 12 de abril de 1951, antes da copa rio) deixou claro que não tinha absolutamente nada a ver com ela. Mas a versão da história que os dirigentes palmeirenses pregam é o contrário: de que a copa rio foi valorizada porque foi da FIFA. Deviam ter vergonha na cara, recalcados do mundial do Corinthians, e tomar um processo por mentir descaradamente para a população!

  3. Andre

    07/05/2012 19:51:31

    Coloquei as datas do Jornal do Brasil (5 e 12 de abril de 1951) e do El Mundo Deportivo (5 de abril de 1951) que deixam claro que a FIFA não teve nada a ver com Copa Rio , mas eu tinha esquecido de colocar as datas do jornal El Mundo Deportivo que deixam claro que Barassi atuou na Copa Rio pela Federação Italiana, não pela FIFA: 8, 14 e 30 de junho de 1951, 2 de junho de 1952.

  4. Andre

    05/05/2012 22:20:28

    Pois bem: tem gente que diz que Manchester e Real vieram ao Brasil "a passeio" em 2000, não entro na veracicade ou não disso, mas o Mundial FIFA 2000 foi desde sempre um Mundial Oficial FIFA. Todo mundo já sabia disso antes da competição se realizar. Tem gente que diz que os europeus não ligavam para a Intercontinental, não discuto isso, mas a Intercontinental foi desde sempre uma competição criada para a indicar o campeão conjunto de Europa e América do Sul, todo mundo sempre soube disso desde que a competição foi criada. Quem valorizou mais ou menos a Intercontinental ou o Mundial FIFA, fez suas escolhas consciente do que eram essas competições.No caso da Copa Rio, a FIFA deixou claro em abril de 1951 que o eventoera do CBD, mas não dela. Tottenham, Milan e clubes espanhóis foram convidados à Copa Rio de 1951 e não quiseram participar. Real Madrid, Barcelona, Hibernian, Juventus e Newscastle foram convidados à Copa Rio de 1952 e não quiseram participar. A informação que eles tinham quando recusaram a competição é que aquela não era uma competição da FIFA. Se eles tivessem sabido que aquela competição "seria", "se tornaria", da FIFA, será que eles teriam recusado os convites para jogar a competição? A julgar pelo histórico de italianos e espanhóis na Copa Intercontinental e no Mundial FIFA, eu acho que com enorme probabilidade eles teriam aceitado os convites para jogar a Copa Rio se tivessem sabido da sua "fifalização" 50 anos depois... E times como Barcelona, Real Madrid, Milan e Juventus podem mudar a história de uma competição. É por isso que eu sou contra toda essa conversa de "reconhecimento", "unificação" e "oficialização" , uma conversa que só existe mesmo entre clubes brasileiros. Por isso, a FIFA fez muitíssimo bem quando deu aquela banana pro Palmeiras e pro Fluminense.

  5. Andre

    05/05/2012 20:41:48

    Declaração de Jules Rimet sobre a Copa Rio publicada no Jornal do Brasil de 05 de abril de 1951: "se trata de um assunto de competência exclusiva da Confederação Brasileira de Deportos". Declaração de Otttorino Barassi publicada no Jornal do Brasil de 12 de abril de 1951: "Tudo está como estava previsto e portanto o Torneio dos Campeões será um fato na data prevista. O assunto nem sequer era já de competência da FIFA e como tal nem mesmo foi tratado nas reuniões deste organismo."Mas em tudo que é site palmeirense e tricolor a História é: "Rimet nomeou Otorino Barassi para a Copa Rio" e "A FIFA enviou Barassi ao Rio". "Copa Rio Mundial": só falsificação da História.

  6. Andre

    04/05/2012 12:37:49

    Mais uma descoberta importante sobre Copa Rio, mais especificamente sobre a falácia de que foi "apoiada", "avalizada" ou "autorizada" pela FIFA. Eu já tinha, antes, demonstrado que isso era falso, citando a página 7 do PDF "50 Years of The European Cup" no site da UEFA, que diz claramente que em 1955 a FIFA disse que "seu estatuto só envolve competições de seleções, e competições de clubes não precisam de autorização da FIFA" e que Jules Rimet disse "a FIFA não precisa se envolver- os clubes que organizem suas competições". Pois bem, mais um prova: procurem no Google o jornal espanhol El Mundo Deportivo e vejam a edição de 05 de abril de 1951. Jules Rimet afirma que o "torneio brasileiro de campeões não foi submetido à FIFA": "no ha sido sometida a la FIFA". O mesmo jornal (matérias de outras datas) afirma que a organização da competição teve participação de Rous (pela Federação inglesa), de Barassi (pela Federação Italiana) e também do presidente da Federação Uruguaia- mas nenhum deles é nunca citado como estando na competição a mando da FIFA ou representando a FIFA. A única matéria do jornal que cita FIFA e Copa Rio é essa na qual Rimet diz em entrevista que "torneio brasileiro de campeões não foi submetido à FIFA". Bem, já vi muita gente dizendo (sem citar fonte) que em janeiro de 1951 a FIFA, através de Jules Rimet, deu "total apoio" à Copa Rio e nomeou Barassi à competição. Estranho: por todas as matérias do jornal espanhol El Mundo Deportivo, Barassi estava na Copa Rio pela Federação Italiana e já em 1951 Jules Rimet dizia que a FIFA não tinha nada a ver com a competição ...

  7. Andre

    02/05/2012 16:52:12

    Eu não entrarei no mérito se o campeão brasileiro de 1987 é o Flamengo ou o Sport (ou os dois, ou nenhum dos dois). Mas Flamengo e Sport se dizem campeões brasileiros de 1987... desde 1987. Eu não entrarei nos méritos ou deméritos do Mundial FIFA 2000. Mas FIFA e Corinthians dizem que o o Corinthians é campeão mundial de 2000... desde 2000. Porque será que Palmeiras e Fluminense levaram 50 anos para "descobrir", para "lembrar", que a Copa Rio "foi" um Mundial??? Um "Mundial apoiado pela FIFA" teria sido esquecido, ainda mais um ganho pelo Flu de Havelange? Entre outros questionamentos:1- Porque a competição não teve nome de Mundial, Copa do Mundo ou Intercontinental? Porque não levou a palavra FIFA no nome ou na divulgação na mídia da época?2- Se foi mundial FIFA, porque teve um envolvimento de dirigente da Federação Italiana (ainda que um ligado à FIFA) ao invés do próprio Jules Rimet? 3- Se tivessem sabido que a Copa Rio "era" um "Mundial FIFA": o Peñarol teria abandonado a competição em 1952? Milan e Juventus teriam aberto mão de jogá-la em 1951 e 1952? Os clubes espanhóis teriam recusado os convites e aberto mão de jogá-la em 1951 e 1952? Nunca nenhum clube uruguaio, espanhol ou italiano abandonou ou deixou de jogar a Copa Intercontinental e o Mundial da FIFA, tendo os clubes destes países jogado estas 2 competições todas as vezes que tiveram a chance.4- Se o Real Madrid de Santiago Bernabeu (o mesmo que criou a Copa Intercontinental porque queria ser campeão mundial) tivesse sabido que a Copa Rio "era" um "Mundial FIFA", teria aberto mão do convite que recebeu para jogá-la em 1952 e teria nas mesmas datas preferido jogar a Pequena Copa do Mundo, uma competição organizada por empresários na Venezuela?5- Se a Copa Rio foi "autorizada" ou "apoiada" pela FIFA, será que está mentindo então aquele PDF oficial da UEFA que diz conta que, em 1955, a FIFA respondeu aos europeus (sobre a Champions) que “a FIFA não precisa autorizar essa competição de clubes pois os estatutos da FIFA envolvem apenas futebol de seleções” e “A FIFA não precisa se envolver. Os clubes que organizem suas competições”???6- Se a Copa Rio foi Copa do Mundo de Clubes feita pelo CBD "autorizada" ou "apoiada" pela FIFA, será que clubes brasileiros teriam o direito ou o poder de obrigar o CBD a extingui-la?7- Se a Copa Rio foi mesmo Mundial de Clubes, será que ela não mereceria melhor consideração de seus participantes europeus mais assíduos, Sporting Lisboa (o site cita até amistosos em Pernambuco em 1952, mas não cita a Copa Rio) e Austria Wien (o site classifica os jogos da Copa Rio como Freundschaftsspiele - amistosos) ???8- As matérias do El Mundo Deportivo dizem que o Fluminense queria limitar a Copa Rio de 1952 a quatros clubes europeus, e se mais europeus aceitassem os convites para participar, o Flu escolheria 4 à sua vontade. Se o objetivo fosse indicar o campeão mundial, não seria o caso de fazer uma competição o quão inclusiva possível ou com jogos classificatórios em caso de mais de quatro aceites europeus?Os mesmos questionamentos valem também para outros torneios internacionais amistosos (Pequena Copa do Mundo, Torneio Rivadavia, Torneio de Paris, Torneio de Nova York ganho pelo Bangu) falsificados como Mundiais ou Intercontinentais 50 anos depois.

  8. Andre

    01/05/2012 23:40:27

    Em meados 1999, o Palmeiras "aceitou" passivamente não ser indicado ao Mundial FIFA 2000, apesar de ser merecedor da indicação enquanto campeão sul-americano vigente. Em dezembro deste mesmo ano, o Palmeiras perdeu a Intercontinental pro Manchester. Em 2000, viu seu arquirrival ser campeão, sem Libertadores, do Mundial FIFA 2000, do qual o Palmeiras tinha o direito de participar mas não participou. Achou que ia ter a chance de jogar o Mundial FIFA 2001, mas a competição foi cancelada. Que tudo isso foi muito desagradável pro Palmeiras e que ele pode ter se sentido injustiçado, isso é certo. O que não é aceitável de jeito nenhum é o Palmeiras rasgar a História, pretendendo transformar um torneio internacional de 50 anos atrás em Copa do Mundo de Clubes com o intuito de cavar um "mundial de consolação" por parte da FIFA, um "mundial de indenização" por parte da FIFA pelo clube ter aceitado ser excluído do Mundial FIFA 2000 e depois ter ficado chupando o dedo enquanto o Corinthians comemorava o Mundial 2000. Lamenta-se que o Palmeiras tenha se sentido prejudicado, mas isso não justifica querer falsificar a História. A tentativa de transformação da Copa Rio em Mundial de Clubes é o evento mais ridículo da história do futebol brasileiro. Eu imagino como o pessoal lá na FIFA deve rir da cara de brasileiro por causa disso... Só podia mesmo receber da FIFA a resposta que recebeu: uma banana. Igualmente ridículos são os argumentos que surgiram na Internet depois da negativa da FIFA à Copa Rio: "FIFA não reconhece Copa Rio mas também não reconhece a Copa Intercontinental" e "Copa Rio é mundial/intercontinental oficial pelo CBD". Em 1º lugar, a FIFA não precisa reconhecer a Copa Intercontinental porque essa competição se limitava à Europa e América do Sul e sempre foi reconhecida por UEFA e CONMEBOL. Ler as páginas "We are the Champions" e "FIFA Club World Cup 2011 Post Event Statistical Kit" no site da FIFA, "Worldwide football network" no site da UEFA e "competiciones discontinuadas" no site da CONMEBOL. Em todas essas páginas a Copa Intercontinental é reconhecida, não como Mundial, mas como Copa Intercontinental Européia-Sul-Americana e como antecessora do Mundial 2005 da FIFA. Já a Copa Rio não possui nenhum reconhecimento, de nenhum tipo, nem no site da FIFA, nem no site da UEFA nem no site da CONMEBOL. Em segundo lugar, CBD (entidade limitada ao Brasil) não é UEFA-CONMEBOL para homologar intercontinental nem é a FIFA para homologar Mundial de Clubes.Enfim, um mundial de verdade não ia ser esquecido e lembrado só 50 anos depois, muito menos um mundial cuja segunda edição foi ganha pelo clube de João Havelange...Competição para indicar o campeão de Europa e América do Sul, só a partir de 1960 até 2004. Competição para indicar o campeão do mundo, só em 2000 e a partir de 2005. O resto é torneio internacional amistoso sobrevalorizado por torcedor inconformado pelo mundial ou intercontinental legítimo do arquirrival.

  9. Andre

    01/05/2012 20:17:44

    Oi, concordo com o Rodrigo Bueno. Para começar, é muito bom mostrar que torneios e excursões de times europeus na América do Sul (e vice-versa) eram muito normais e corriqueiros na época e não eram nenhum grande diferencial da Copa Rio. Que foi só mais um desses torneios internacionais.Complementando, com base nas matérias do jornal catalão El Mundo Deportivo (acervo do jornal disponível na Internet), vejamos o impacto que a Copa Rio teve nos países que tiveram times participantes nela:1) Brasil - país organizador. A Copa Rio de 1951 foi organizada pelo CBD e a de 1952 pelo Fluminense, com aval do CBD em função do aniversário de 50 anos do Flu em 1952. A segunda edição seria em 1953, mas foi antecipada um ano a pedido do Fluminense. 2) Uruguai - teve times nas duas edições da Copa Rio. O Peñarol abandonou a Copa Rio de 1952 nas semi-finais, perdendo pro Corinthians por W.O. A razão foi violência no 1º jogo entre os dois times e discordância quanto ao 2º (os uruguaios o queriam no Maracanã; os corinthianos queriam o jogo em SP). Nunca nenhum time uruguaio abandonou ou levou WO na Copa Intercontinental, tendo os times uruguaios jogado a Copa Intercontinental todas as vezes que tiveram chance.3) Paraguai: apenas a segunda edição da Copa Rio teve time do Paraguai, porque o Flu (organizador da Copa Rio de 1952) resolveu diminuir as vagas européias de 5 para 4 (aumentando as sul-americanas de 3 para 4) em relação à Copa Rio de 19514) França e Alemanha: os franceses do Nice jogaram a Copa Rio de 1951, mas só foram convidados depois que os espanhóis disseram não à competição. Os alemães do Saarbrucken jogaram a Copa Rio de 1952, mas só foram convidados depois que os espanhóis disseram não à competição. Clubes espanhóis foram convidados para ambas as edições da Copa Rio e não quiseram jogar nenhuma das duas. Em 1952, a vontade de ter espanhóis na competição era tanta que o Fluminense enviou um dirigente à Europa para convidar até 3 clubes espanhóis à competição. Foram convidados Barcelona e Real em 1952. Nenhum dos dois foi jogar a Copa Rio em 1952, e nas mesmas datas dessa Copa Rio, o Real Madrid estava em Caracas jogando a Pequena Copa do Mundo, uma competição organizada por empresários. Nunca nenhum clube espanhol deixou de jogar a Copa Intercontinental e o Mundial da FIFA, tendo os clubes da Espanha jogado estas competições todas as vezes que tiveram chance. Aliás, o Real Madrid de Santiago Bernabeu, o mesmo clube que preferiu uma competição de empresários à Copa Rio, foi o clube que, por querer ser campeão mundial, impulsionou a criação da Copa Intercontinental em 1960.Itália: o time italiano na Copa Rio de 1951 (a Juve) foi a segunda opção de time italiano (o Milan era a 1ª opção mas não se interessou) . O Juventus foi convidado para a Copa Rio de 1952, mas não vieram nem o Juventus nem qualquer outro time italiano. Nunca nenhum clube italiano deixou de jogar a Copa Intercontinental e o Mundial da FIFA, tendo os clubes da Itália jogado estas competições todas as vezes que tiveram chance.Clubes espanhóis e italianos são os mais importantes da Europa. São os 2 países da Europa cujos clubes mais ganharam a Copa dos Campeões (juntos, times de Espanha e Itália ganharam 44% das Copas dos Campeões da Europa).Portugal: o Sporting Lisboa jogou as duas edições da Copa Rio. O site oficial do Sporting e o texto “História e Factos Relevantes” (na Wiki sporting no site forumscp) citam um monte de fatos sobre o Sporting nos anos 1951-1953: ter recebido a Cruz Vermelha de Portugal, ter sido o único clube português a ter participado das Bodas de Ouro do Real Madrid, ter participado (sem ganhar título) das Copas Latinas; citam amistosos em Pernambuco em 1952, a visita ao Brasil em 1953 (em 1953, depois da Copa Rio) a convite do CBD e citam ter recebido a Ordem Cruzeiro do Sul no Brasil. Citam isso tudo, mas não fazem uma citação sequer à Copa Rio… Austria: o Austria Wien participou das 2 edições da Copa Rio. O site oficial do clube tem o histórico de todos os jogos do time, em todas as temporadas, incluindo os jogos nas Copa Rio, sendo que o site do clube chama a competição de “Rio Cups” , não de Mundial, e classifica os jogos da Copa Rio como Freundschaftsspiele, ou seja, amistosos (ver no Google Austria Wien Archiv At). Suíça: o Grasshoppers jogou a Copa Rio de 1952. Não sei se eles a viram como Mundial de Clubes, mas sei que, de tão fracos, os clubes suíços nunca ganharam nem uma Copa dos Campeões até hoje. Iugoslávia (hoje Sérvia, Croácia, etc): o Estrela Vermelha de Belgrado jogou a Copa Rio de 1951. O Zagreb demonstrou interesse em jogar a de 1952. Não sei se eles viram a Copa Rio como Mundial de Clubes, mas sei que até hoje, os clubes da área da ex-Iugoslávia ganharam apenas uma Copa dos Campeões da Europa, ganha pelo Estrela Vermelha. Clubes ingleses (3a força do futebol europeu de clubes) foram convidados para ambas as edições da Copa Rio mas não quiseram participar. O escocês Hibernian e o argentino Racing foram convidados para a Copa Rio de 1952 mas não a jogaram. Mostrando que "longa distância" nunca foi o problema, o Hibernian jogou o Torneio Rivadavia no Rio em 1953 (o Barça jogou a Pequena Copa do Mundo de 53, e o Real Madrid jogou a Pequena Copa do Mundo de 52). FIFA: as matérias do jornal espanhol supracitado citam Otorino Barassi em várias matérias sobre Copa Rio, sempre tratando-o como presidente da Federação Italiana e nunca citando a FIFA. Nenhuma matéria desse jornal chama a Copa Rio de mundial, copa intercontinental ou copa do mundo de clubes. O pdf 50 Years of the European Cup, no site oficial da UEFA, mostra em sua página 7 a resposta da FIFA à proposta de que ela organizasse uma competição de clubes européia: “a FIFA não precisa autorizar essa competição pois os estatutos da FIFA envolvem apenas futebol de seleções” e “A FIFA não precisa se envolver. Os clubes que organizem suas competições” . Bem, tendo a FIFA dito em 1955 que ela não se envolvia com futebol de clubes mas só de seleções, é bem difícil acreditar que ela apoiou Copa do Mundo de Clubes em 1951 e 52…CBD: A versão dos palmeirenses é que a Copa Rio foi uma Copa do Mundo de Clubes feita pelo CBD por delegação da FIFA. Se assim, porque só durou 2 edições??? A única explicação que encontrei (não sei se verdadeira) foi a da Wikipedia: que os clubes brasileiros forçaram o CBD a extinguir a Copa Rio. Pergunta: se a Copa Rio foi mesmo Copa do Mundo de Clubes organizada pelo CBD a mando da FIFA, será que os clubes brasileiros teriam algum direito de forçar o CBD a extingui-la??? Em 1953, o CBD organizou outra competição internacional, vencida pelo Vasco, mostrando que o objetivo real mesmo não era nada disso de Mundial de Clubes mas tão somente ter uma competição internacional de alto nível no Rio, como uma Teresa Herrera ou Pequena Copa do Mundo de Caracas. Pois bem: esse é o grande mundial apoiado pela FIFA que Palmeiras e Fluminense venceram ...

  10. mariovenditti

    11/04/2007 17:21:15

    Gostaria de sugerir ao Rodrigo Bueno que ele fizesse o mesmo arrazoado sobre o Torneio de Verão conquistado pelo Corinthians em 2000. Ah, quer dizer que a Juve veio passear no Brasil? E o Manchester, que nem queria participar do Mundial de 2000? Veio com medo das sanções da FIFA? E quando veio, fez turismo. Façam-se o favor...

  11. dawalibi

    10/04/2007 15:03:02

    Bem, como eu já nem sei mais o que discutíamos também não vejo mais pertinência e relevância nisso. Só sei que comparar alguém ao Chico Lang ou ao Dualib (rectius: Alberto) é mesmo uma sacanagem. E do jeito que estamos indo daqui a pouco vamos estar discutindo se é Lang ou Langui, o que, convenhamos, será nossa completa desmoralização. Bola pra frente, irmão!

  12. alviverdesp

    10/04/2007 11:30:13

    Bom, grafias com "i"s ou sem "i"s, oficialização da Copa Rio válida ou não, divulgada no site da FIFA ou não, gostem os anti-palmeirenses ou não, queiram os jornalistas esportivos(palmeirenses ou não)ou não, tenha sido decisão política ou não, façam festa os torcedores do Palmeiras ou não, o que importa PARA MIM,no meu ÍNTIMO, é que o Palmeiras É, SEMPRE FOI e SEMPRE SERÁ um CAMPEÃO DO MUNDO, AINDA que NEM tivesse ganho o agora oficializado e polêmico torneio!!! Mas ainda assim, dou os meus parabéns aos mentores do dossiê mostrado à FIFA...valeu o esforço, mas agora...QUE TAL pensar no PRESENTE e no FUTURO, srs. dirigentes do nosso glorioso PALMEIRAS????????????

  13. dawalibi

    09/04/2007 22:30:08

    E por que "isso" não estaria em questão, Juca? O mesmo "i" que você tanto valorizou e usou para me corrigir em uma de suas respostas agora virou um detalhe sem importância de quem está com "falta do que fazer". Desculpe-me, mas você está sendo incoerente e suas respostas estão discrepantes (releia-as, por favor). Para mim é só isso. Mas se você sustenta que "o publicitário é D U A I L I B" (omitindo um I no final) certamente não se importará se eu passar a chamá-lo de Juca Kfour. Um abraço do Dawalib.

  14. dawalibi

    09/04/2007 17:57:28

    Vamos parar por aqui e manter intacta a admiração que eu tenho por você.

  15. dawalibi

    09/04/2007 16:29:52

    Juca, desculpe a minha chatice, mas na resposta anterior você disse "O Roberto é DUAILIBI. O Alberto é só DUALIBI." (grifos meus - por favor, leia o que você escreveu). Agora, em resposta ao meu último comentário, você afirma: "Está lá, corretamente, na página do Corinthians: D U A L I B. O publicitário é D U A I L I B." (grifos seus). Gostaria de saber em qual das duas respostas devo acreditar, embora ambas tenham sido escritas pela mesma pessoa. E a propósito, o Roberto é DUAILIBI, sr. teimoso. Confira: (http://pt.wikipedia.org/wiki/Roberto_Duailibi). Ou eu devo mesmo estar com problema de visão... Um abraço, e não se irrite com este seu admirador.

  16. dawalibi

    09/04/2007 15:29:22

    Prezado Juca, você está inteiramente certo quanto ao Roberto e totalmente errado quanto ao presidente do seu clube. Veja em http://www.sccorinthians.com.br/Continuo, portanto, sem saber a qual "dualibi" você se referiu em sua primeira resposta, pois sua grafia criou um "tertius" que não é nem o Roberto e nem aquele outro. Mas se a comparação com o Chico Lang te ofendeu, peço-lhe desculpas. Em todo o caso, aproveito o título do post para uma exortação: "Não se irrite, Juca. Aja." Abraço!

  17. dawalibi

    09/04/2007 12:27:10

    Prezado Juca, o Dualibi famoso é o Roberto, publicitário. Já o "outro" (você sabe quem) tem uma grafia diferente (sem o "i"). Desconheço meu parentesco com ambos, mas como você grafou o nome do publicitário (e não do "outro") fico honrado com a comparação, embora seja imerecida. Não chego a tanto.

  18. antoniocampana

    08/04/2007 15:33:04

    O problema é essa discussão acabar levando a uma disputa Palmeiras X Corinthians e a uma "chicolanguização" do jornalismo.

  19. yeguevara

    08/04/2007 14:24:54

    Eu não estou aqui para contestar este título do Palmeiras aí, não! Que comemorem este título à vontade; eu só ...QUER SABER DE UMAS COISAS, por favor me respondam: 1) "A Copa Toyota não vale como Mundial" Ah, não? Então porque é que tinha tanto palmeirense chorando depois da derrota pro Manchester? Porque teve tanto palmeirense revidando provocação de corintiano?

  20. yeguevara

    08/04/2007 14:24:18

    2) "Campeão de Torneio de Marca de Carro não é Mundial!" O que querem dizer? Se o Palmeiras tivesse derrotado o Manchester United em 99 TODOS vocês palmeirense iriam negar que foram campeões mundiais, é isto? Até imagino um diálogo de alguém com o Serdan: _"Ah, então vocês são BI-CAMPEõES DO MUNDO: ganharam a Copa Rio de 51 e a Copa Toyota de 99!" _"Não! Somos Campeões do Mundo APENAS UMA VEZ! Somos Campeões do Mundo porque (CONTINUA)

  21. yeguevara

    08/04/2007 14:23:44

    (CONTINUAÇãO)ganhamos a Copa Rio! A Copa Toyota não vale como Mundial! O Real Madrid, o Milan, o Boca Juniors, o São Paulo e o River Plate se dizem Campeões do Mundo, mas a verdade é que são campeões da Copa Européia-Sul-americana, não vale como Mundial, não!" _"Nossa! Foi mal, desculpe!" _"Não, tudo bem! Apenas não repita esta besteira! Somos Campeões do Mundo apenas UMA VEZ, e não DUAS, OK? Aliás, nem sei porque o Contursi mandou colocar a segunda estrelinha... Vamos mandar ele tirar ou vamos quebrar o Parque Antárctica!!" _"Tá bom, foi mal! Não vou repetir isto!"

  22. yeguevara

    08/04/2007 14:23:08

    3) Aliás: Se o Palmeiras tivesse derrotado o Manchester, a diretoria da SE Palmeiras iria entrar com a petição na FIFA pedindo reconhecimento pela Copa Rio? Alguém já falava nisto no Parque Antárctica ANTES da decisão do Mundial com o Manchester? Taí uma dúvida que quero que me tirem..! Ah, e por favor: não me respondam com esta: "Choramos a derrota com o Manchester porque foi um título que disputamos, e você sabe: a Copa Toyota não era um Mundial mas era uma competição A MAIS: e é sempre ruim perder!" ...Quero alguma resposta INTELIGENTE!

  23. jbleste

    08/04/2007 13:10:30

    Como bem disse o Pelé (cujos mil gols também são duvidosos), copinha igual a esta de 51, o Santos ganhou um monte. Mesmo assim, parabéns aos palmeirenses, que aliás devem se contentar com o passado, já que o presente do time é tenebroso. E a cascata dos mil gols do Romário é apenas isto mesmo: uma cascata ou uma bobajada.

  24. Alex

    08/04/2007 11:21:58

    Agora entendi, então é isso, de sua formação católica, vc foi buscar nas cruzadas a inspiração para falar do Palmeiras.Agora, sendo vc descendente de libanes e vendo a situação na região dos seus antepassados, deveria ver o quando o preconceito e a discriminação são capazes de causar.Juca, o país é democrático, o contraditório é direito fundamental.Quando colocar uma versão de um fato, abra espaço para a outra versão, senão, vc age como age qualquer ditadura.Se for adotar a linha Chico Lang de parcialidade, pelo menos seja honesto e assuma.Abraços.

  25. jbnogueira

    08/04/2007 11:10:58

    Mr. Juca, do nível desse torneio aí, no tempo do Zico, na década de 80 o Flamengo ganhava de chuva, e não era aqui não, era na casa deles. Viva o maior ganhador de títulos do Brasil.

  26. lucasmatheus1988

    08/04/2007 10:18:15

    É lamentável um jornalista do seu porte "tentar" estragar uma conquista brasileira, um título conquistado com muita raça, vontade e maestria coisa que seu Corinthians nunca teve e nunca terá.Sempre gostei do seu trabalho Juca, + nem sempre você sabe levar sua inteligência na direção correta, não escreva movido pela sua paixão de torcedor e sim como um jornalista.Assim como eu falei, você pode tentar ferir a nação Palmeirense + nunca conseguirá.

  27. jogs27

    08/04/2007 09:41:51

    Gol 1000, Mundial de 51, o ano de 2007 esta se tornando para o futebol o ano da mentira e olha que estamos apenas no mes 4 até Dezembro ainda vão surgir muitas tolices.

  28. mavasi

    08/04/2007 09:27:49

    Compreensivel. Compreensivel e sintomatico. Ja havia demonstrado por outras vezes sua rejeicão ao Palmeiras. Lembra-se daquela vergonhosa campanha contra o Marcos em 2002? Compreensivel, o Palmeiras ja te machucou muito,ja te fez chorar muito, não Juca? Compreensivel...

  29. mavasi

    08/04/2007 09:22:55

    Meu desafio continua: publique também a opinião de Armando Nogueira, Alberto Helena, Soninha e Hugo Giorgetti... Se é que vc sabe o que é jornalismo. Ah, seu ego imenso proibe a opinião contraria, o contraditorio.

  30. mavasi

    08/04/2007 09:18:53

    No mundial do seu time, que alias foi convidado 1 dia antes do Palmeiras se tornar campeão da Libertadores (curioso, não?), o Manchester foi obrigado a jogar sob um calor de mais de 40 graus e ainda teve vitoria com gol que não entrou! E nos mundiais no Japão, os times europeus se preparam tão bem quanto se preparam pra coletivo em treino de inverno.Qualquer historiador ou jornalista serio pode encontrar as historias mais calabrosas sobre titulos de qualquer time. Vc perdeu mais uma oportunidade de se calar sobro o assunto Palmeiras.

  31. sauloramos

    08/04/2007 08:46:22

    [matt] [Sao Paulo -SP] Concordo contigo! Exisem dois times com certeza, talvez quatro contando Internacional e Grêmio que não acompanho, em nível internacional atuando no país. Ficar pedindo aval da Fifa para considerar torneios como Camponatos mundial de Clubes é só tábua de salvação. Não sei quanto ao Palmeiras em 1951, Mas o Corintians de 2000 não foi o melhor time do mundo. Esse é o tal orgulho, que cega. Do tipo "Eu tenho orgulho de ser Brasileiro", e daí?

  32. a.granadobarbosa

    08/04/2007 07:57:40

    A única diferença desse de 1951 para o comemorado por você, Juca, em 2000 foi que, ao invés de Raja Casablanca e Al Nasser, tinha times europeus, mesmo que também desinteressados (Como o Manchester e Real no Torneiozinho de verão no último ano do século passado), com um maior nível técnico... É Juca, se é pra falar mal de um, que fale de todos!

  33. r.oride

    08/04/2007 06:24:58

    corintianos e palmerenses parem de brigar,e eu faço um desafio.Vão ser bicampeões do mundo ,para ninguém duvidar do primeiro título.Abraços do tricampeão do mundo.

  34. rivasribeiro

    08/04/2007 05:10:09

    Torneios semelhante a este da Copa Rio o Santos disputou 6 ganhando todos.

  35. mr.argolo

    08/04/2007 01:05:54

    Está na hora de encerrar esta discussão!Temos que classificar um time pelo seu rendimento no continente...Mundialmente o Brasil é o melhor e ponto. Não há o que discutir.

  36. antoniocampana

    08/04/2007 00:33:02

    A sensação é que , se a coisa for levada por esse lado, nenhum time brasileiro nunca vai ser considerado campeão mundial. Antes de Toquio, os times europeus não queriam jogar aqui; depois iam para o Japão encarando o jogo como uma espécie de excursão. O campeonato de 2000 foi um torneio de verão de luxo ( na visão dos europeus). Para eles, o que importa é a Champions League e os campeonatos locais. Eles estão fazendo e andando para essas discussões brasileiras. O melhor seria não decretar ningué, como campeão e pronto.

  37. renatofoc

    08/04/2007 00:29:23

    Caro Juca, sabe o que realmente eu acho repugnante e me entristece no mundo do futebol? É o BAIRRISMO, o mesmo bairrismo das transmissões dos jogos do Brasil do Galvão Bueno, da mídia carioca em torno de Mil Gols que não existiram de um gênio carioca, o mesmo bairrismo de jornalistas de programas da hora do almoço que insistem em pender para o lado do próprio time, como se esses times precisassem de um defensor. Sabe Juca, infelizmente esse bairrismo que a maioria da imprensa mostra só serve para FOMENTAR violência nos estádios provocando brigas de torcidas. Nenhum time precisa de defensores, todos eles tem sua história gloriosa. O que me impressiona é que uma notícia de uma oficialização da FIFA que deveria ser tratada como nota de rodapé pelos jornais, se tornou alvo de discussões infundadas após 56 ANOS DA REALIZAÇÃO DESSE TORNEIO !!!! Eu me pergunto, pra que isso ? Pra deixar corinthianos ou são paulinos satisfeitos? Ou para provocar brigas? Realmente vc me decepicionou Juca.

  38. matt

    07/04/2007 22:47:35

    tirando 2 times no brasil ,( SPFC e Santos) o futebol está tao chato ,fraco ..que as pessoas acabam nesse tipo de assunto ...os clubes de baixo nivel tecnico estao mais preocupados em provar alguma coisa fora de campo do que se organizar e provar dentro de campo ... o palmeiras nao é campeao mundial , assim como o corinthians tbm nao.

  39. Rogerio

    07/04/2007 22:30:24

    Juca,Por que vc e boa parte da imprensa esportiva desprenderam tanto esforço ao contrário?Tentando convencer a todo mundo que aquele torneio de verão era mundial?Naquela época não interessava que os europeus não estavam interessados (o Manchester veio por causa da campanhda da Inglaterra a Copa de 2006), que vários times não eram campeões continentais (de fato, o Corinthians até hoje não foi) e que era o Palmeiras devia estar no mundial. Tudo porque "foi organizado pela FIFA e é oficial".E agora vcs vêm com essa? Como se tivesse alguma difernça. Desculpa, mas vcs estão de sacanagem.Não estamos nem aí pelo que "o mundo pensa", autoridade em futebol é a FIFA. Pelo menos era isso o que vcs mesmos diziam para defender o Corinthians.

  40. antonioetevaldo

    07/04/2007 22:03:21

    Os jogadores da Juventus parecem que vieram com o mesmo espirito que o Manchester United veio para o mundialzinho que o Corinthians ganhou em 200, mas nem por isso vc deprecia o título ganho pelo Corinthians.

  41. Alexandre G. Bruno

    07/04/2007 22:00:50

    Ah, Juca ... Não reconheceram ainda ??? Mas isso é um absurdo !!!! Estou pensando em desistir de pleitear título semelhante para o meu Concorde FC. Em 1982, na ressaca da Copa da Espanha, vencemos um time que não era estrangeiro, mas que tinha como camisa 10 um tal de Ramón, que jurava que seu pai era um caminhoneiro paraguaio, embora o cartório não o apoiasse no argumento. Vencemos e não foi de pouco. Foi 4 x 1, fora um gol mal anulado do nosso centroavante, o Canjica (quando estava frio engrossava, por isso o apelido). Na Gazeta do Demarchi saiu assim: " CONCORDE FC VENCE TORNEIO INTERNACIONAL ". Depois do jogo, lá pelas tantas, Ramón, já de porre de tanta 'marvada' fez seu desabafo ao repórter do jornal. Não era filho de caminhoneiro paraguaio coisa nenhuma. Era filho do Cubillas !!! Sei que a FIFA vai tentar fazer vista grossa, mas, por via das dúvidas, também mandei meu fac-símile.

  42. mr.argolo

    07/04/2007 21:29:44

    Sinceramente, Juca, você acha que a Europa, onde estão as maiores estrelas do futebol atual, considera o Internacional de Porto Alegre o atual "campeão mundial"? Você acha que eles consideram o SPFC o maior detentor de títulos mundiais? Porque nestes anos que clubes brasileiros ganharam estes torneios nenhum jogador destes times foi relacionado para a disputa do melhor jogador do mundo?Eu costumo dizer a amigos que o maior título do seu time de coração(corinthians) foi o Vice-Campeonato Mundial do Palmeiras...e os são-paulinos e santistas concordam... Juca, acorda, você é capaz de propor melhores temas para o seu blog...

  43. heivax

    07/04/2007 21:17:39

    E o torneio de verao 2000 nao foi também uma pidada?? Nao teve time convidado? Por que o campeao da libertadores nao participou? Os times europeus nao tiveram que jogar na casa dos adversarios? etc4-3-3

  44. Mauro Henrique

    07/04/2007 21:12:58

    Eu acredito: que o Palmeiras é campeão mundial; que o Corinthias é campeão mundial, que o Romário tá realmente fazendo mil gols; que o Lula não sabia do mensalão; que não há políticos corruptos no Brasil; e que em dezembro o Papai Noel vai descer pela chaminé de minha casa e me deixar um lindo presente!

  45. dias_oliveira

    07/04/2007 21:08:39

    Mesma coisa que os europeus vieram fazer aqui em 2000. Só o Corinthians e o Vasco acharam que estavam disputando um mundial.

  46. Renato Coelho

    07/04/2007 20:34:18

    Caro Juca,Gostaria que vc contasse a história do mundial do Corinthians tb!!...Já que só o Manchester era campeão vigente da Liga dos Campeões e que os Europeus vieram passear aqui no verão do Brasil tb!!...Dizem que os caras do Mancheter até passaram mal com um acarajé que comeram...conta pra gente a história desse mundial de araque tb.Ou o do Corinthians vale???rsrs

  47. dupuy

    07/04/2007 20:00:04

    Só torcedor otário se importa com reconhecimentos oficiais da fifa.

  48. Fernando Racy

    07/04/2007 19:30:17

    Lendo os comentários abaixo, com maior atenção, pareceu-me q vc não gosta de ser comparado ao fuXico Lang. Tô errado????? (rs)

  49. BOB

    07/04/2007 19:28:02

    Parece que este título foi conferido pelo Ricardo Teixeira, para fazer uma graça com o palmeirense José Serra. A FIFA além de não reconhecer o título não sabe, O QUE É PIOR, o que significa SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS.

  50. Fernando Racy

    07/04/2007 19:25:09

    Não entendo o porquê de tanta celeuma.Se "parmerenses" e "cúrinthcanos" querem tanto serem chamados de "campeões do mundo" é só ganharem a Libertadores e o Mundial no mesmo ano, como o São Paulo já fez por 3 vezes!!!!Ai, ninguém questiona e ainda sai no "tar sitcho" da FIFA. Simples não?Ah! Ia me esquecendo... Prá isto, precisa ter sido campeão da Copa do Brasil no ano anterior ou ser um dos 4 melhores do Campeonato Brasileiro. Só... Qdo é "convidado", não vale!!!! Até porq neste "baile" não tem convite gratuito.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso