PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

A atitude Bernardinho

Juca Kfouri

28/08/2006 12h46

O esporte brasileiro jamais teve um treinador como Bernardinho.


Nem o lendário Kanela, do basquete bicampeão mundial, nem o hiper vitorioso Lula, que reinou durante 11 anos no campeoníssimo Santos de Pelé.


Nem mesmo Telê Santana.


Curiosamente, Bernardinho não briga com ninguém.


Ou melhor, briga com todo mundo, a começar por brigar com ele mesmo.


Briga para vencer, briga para ser o melhor, briga pela inalcançável perfeição.


Mas ninguém o vê com picuinhas com este ou aquele atleta.


Bernardinho tem a força dos esportistas excepcionais e a formação intelectual que raros esportistas têm.


O que explica muita coisa. 


 

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999 e foi colaborador da ESPN-Brasil entre 2005 e 2019. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha, onde permanece com sua coluna três vezes por semana. Apresenta, também, o programa Entre Vistas, na TVT, desde janeiro de 2018.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Blog do Juca Kfouri