Blog do Juca Kfouri http://blogdojuca.uol.com.br Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Desde 2005, é colunista da Folha de S.Paulo e do UOL. Mon, 01 Sep 2014 03:05:22 +0000 pt-BR hourly 1 http://wordpress.org/?v=3.9 Foi 1 a 1, mas era para ser 3 a 2 para o Flu http://blogdojuca.uol.com.br/2014/09/foi-1-a-1-mas-era-para-ser-3-a-2-para-o-flu/ http://blogdojuca.uol.com.br/2014/09/foi-1-a-1-mas-era-para-ser-3-a-2-para-o-flu/#comments Mon, 01 Sep 2014 03:00:43 +0000 https://blogdojuca.uol.com.br/?p=62476 IMG_2231.JPG Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

O Corinthians, mais uma vez, reclamou da arbitragem, agora por causa jogo de ontem, contra o Fluminense: teria havido um pênalti não assinalado do goleiro Klever em Luciano, no fim do empate em 1 a 1.

De fato, o pênalti parece ter acontecido e o árbitro foi pavaroso, um tal Paulo Henrique Bezerra, que o presidente corintiano preferiu chamar de “burro chucro” em vez de Bezerra.

Mas houve outro pênalti, do corintiano Anderson Martins que agarrou Fred quando o jogo ainda estava 0 a 0, também não marcado.

O pênalti convertido por Fred para fazer 1 a 0 foi daqueles que não cabe discutir.

Mas teve mais: o zagueiro carioca Henrique fez um gol mal anulado por impedimento quando o Flu já vencia por 1 a 0.

Ou seja, reclamação por reclamação, o Fluminense tem mais motivos para reclamar.

Admitindo-se a hipótese de os dois pênaltis não marcados serem convertidos e somado o gol mal invalidado de Henrique, o resultado do jogo teria sido 3 a 2 para o tricolor.

Todos têm o sagrado direito de reclamar, berrar feito bezerro desmamado, mas melhor que reclamar é jogar, coisa que o Corinthians só fez melhor que o Flu no segundo tempo.

IMG_2229.JPG
Nelson Perez/Fluminense
Comentário para o Jornal da CBN desta segunda-feira, 1o. de setembro de 2014.

]]>
5
Flamengo faz a quina! E joga bem! http://blogdojuca.uol.com.br/2014/08/flamengo-faz-a-quina-e-joga-bem/ http://blogdojuca.uol.com.br/2014/08/flamengo-faz-a-quina-e-joga-bem/#comments Sun, 31 Aug 2014 23:23:05 +0000 https://blogdojuca.uol.com.br/?p=62470 IMG_1015.JPG

Num jogo animadíssimo no Barradão, o Vitória, que só se ferra em casa talvez porque o gramado esteja muito bom graças à Copa do Mundo, foi derrotado pelo Flamengo por 2 a 1.

Com chances divididas no primeiro tempo, o Mengo saiu na frente com Marcelo e tomou o empate num gol de pura sorte de Caio, o chamado gol achado.

Melhor em campo, permanentemente em busca da vitória, no segundo tempo o Flamengo seguiu melhor e só não obteve com mais facilidade a sua quinta vitória consecutiva, que já o coloca em nono lugar, porque Fernandez fez duas defesas milagrosas logo no recomeço do jogo.

O gol do aparente desafogo só veio aos 28 minutos, com Alecsandro batendo pênalti cometido por Juan, braço na bola.

Só que três minutos depois o árbitro interpretou novamente como mão na bola um lance em Marcelo, mas Juan bateu para defesa de Paulo Vítor, não vista por Vanderlei Luxemburgo, fartamente responsável pela recuperação do rubro-negro carioca, de costas para a cobrança.

Depois ouviu seu nome ser aclamado pela nação.

O empate não seria mesmo justo.

Tanto que, em seguida, quase Éverton ampliou.

O quinto triunfo seguido certamente alimentará novas ambições na Gávea, o que é absolutamente natural faltando ainda 20 rodadas para o fim do Brasileirão.

Quem também gostou da derrota do Vitória foi a torcida do Palmeiras que viu ainda o Bahia perder do Grêmio por 1 a 0, gol de Barcos em Porto Alegre, resultados que mantiveram o Alviverde fora da ZR.

]]>
12
Renato Augusto muda o jogo em Itaquera http://blogdojuca.uol.com.br/2014/08/renato-augusto-muda-o-jogo-em-itaquera/ http://blogdojuca.uol.com.br/2014/08/renato-augusto-muda-o-jogo-em-itaquera/#comments Sun, 31 Aug 2014 21:20:00 +0000 http://blogdojuca.uol.com.br/?p=62459 lodeiro-do-corinthians-da-carrinho-em-elivelton-do-fluminense-em-duelo-no-itaquerao-1409515421275_615x300

O Fluminense se aproveitou de um primeiro tempo em que foi bem melhor que o Corinthians e saiu na frente, em pênalti de Gil sobre Wagner, que Fred aproveitou, aos 40 minutos.

Mais de 35 mil torcedores sofriam no estádio corintiano com mais uma exibição abaixo da crítica do alvinegro ansioso, queimando as bolas, errando passes e criando apenas uma chance de gol, com Romero, salva por Diguinho na linha fatal.

O segundo tempo foi outra coisa.

Renato Augusto substituiu o fraco Lodeiro e mudou o jogo.

A bola mudou de dono e o Flu passou a se defender apenas, embora tenha tido a chance de matar o jogo em cabeçada de Fred que Cássio defendeu no reflexo.

Daí em diante só deu Corinthians que perdeu a segurança em seu miolo de zaga com a perda de Cléber e a entrada de Anderson Martins.

Renato Augusto comeu dois tricolores na área e quando ia finalizar para o gol Romarinho chegou antes para empatar.

O mesmo Renato Augusto, ao receber de Romarinho, tirou lasca da trave da entrada da área e ainda ele em bela jogada pela direita deu para Romero mandar com violência no travessão para sorte do tricolor.

Diego Cavalieri fez tanta falta na defesa carioca quanto Guerrero no ataque corintiano.

A rodada foi ótima para o Cruzeiro e para o Inter e péssima para os paulistas que além da derrota palmeirense para o Colorado, viram o Santos perder para o Botafogo com lindo gol de Daniel no segundo tempo, no Maracanã e o empate do São Paulo em Floripa.

São Paulo que perdia no começo do segundo tempo com gol de Giovanni Augusto, o mesmo que fez o primeiro gol da Arena Corinthians, para o Figueirense, mas que empatou em pênalti parecido com o feito por Gil em Wagner e que Rogério Ceni converteu.

O São Paulo criou muito mais, o goleiro Tiago Volpi do Figueira fez dois milagres, mas Kaká perdeu um gol imperdível. Ganso fez muita falta para que o time não errasse tantos passes e Pato também não jogou.

De todo modo, o São Paulo manteve o terceiro lugar e o Corinthians se segurou em quarto, embora o Palmeiras ainda corra o risco de terminar a rodada na ZR.

O Inter reassumiu o segundo lugar e o Cruzeiro cada vez é mais isolado na liderança, oito pontos à frente ainda na penúltima rodada do primeiro turno.

Atualização às 22h45: Revendo os lances polêmicos do jogo em Itaquera, o blog conclui que mais razão para reclamar da arbitragem tem o Flu que o Timão:

1. O pênalti marcado em Fred foi claro; houve outro, de Anderson Martins, que o agarrou, não assinalado;

2. Henrique estava em posição legal e teve seu gol mal anulado;

3. O lance do goleiro Klever em Luciano é daqueles interpretativos; eu teria marcado pênalti.
kaka-perdeu-otima-chance-de-gol-na-etapa-inicial-1409516244755_615x300

]]>
56
Pena do Vasco! http://blogdojuca.uol.com.br/2014/08/pena-do-vasco/ http://blogdojuca.uol.com.br/2014/08/pena-do-vasco/#comments Sun, 31 Aug 2014 02:35:03 +0000 https://blogdojuca.uol.com.br/?p=62453 IMG_2225.JPG

Sinto pena do Vasco.

Muita pena!

O Vasco de queridos amigos como o saudoso Hedyl Valle Jr., Luisinho Nascimento, de quem também sinto saudade, de Milton Coelho da Graça e Milton Temer.

O Vasco da mistura.

O Vasco democrático.

O Vasco do Expresso da Vitória, que não vi, mas li.

O Vasco supercampeão de 1958, que vi menino e jamais esqueci.

Tantos Vascos depois!

Não o Vasco de Eurico Miranda, mas que, ao menos, não traiu, porque é o que sempre foi, ele mesmo e mais ninguém, o da herança maldita.

Nem o do cartola Carlos Roberto de Oliveira que, este sim, traiu, não só quem nele acreditou, como eu, mas traiu, sobretudo e miseravelmente, Roberto Dinamite.

Impotente, hoje sinto pena do Vasco, o pior dos sentimentos.

Mas tenho certeza de que, mesmo que eu não veja, que o Vasco ressurgirá depois da tormenta, porque a Nau do Almirante não é o Titanic, passageiro.

O Vasco da Gama é uma frota eterna que saberá emergir mais forte do que nunca.

]]>
47
Cruzeiro vira e goleia. Inter domina e ganha de pouco http://blogdojuca.uol.com.br/2014/08/cruzeiro-vira-e-goleia-inter-domina-e-ganha-de-pouco/ http://blogdojuca.uol.com.br/2014/08/cruzeiro-vira-e-goleia-inter-domina-e-ganha-de-pouco/#comments Sat, 30 Aug 2014 23:28:47 +0000 https://blogdojuca.uol.com.br/?p=62445 IMG_2223.JPG

Não é que a Chapecoense assustou o Cruzeiro no primeiro tempo e saiu na frente do líder no Mineirão?

Assustou, mas o Cruzeiro não deu susto diante de 26.682 pagantes.

Em cinco minutos do segundo tempo virou para 2 a 1, mais um pouquinho fez o terceiro, sofreu o segundo gol e devolveu com o quarto no minuto seguinte porque, é claro, a diferença entre mineiros e catarinenses é abissal.

Ninguém que joga de futebol pode se queixar do que viu numa noite de seis gols e outras tantas chances criadas pelo Cruzeiro.

Léo e Marcelo Moreno (duas vezes) fizeram seus gols de cabeça para variar e Alísson completou.

Já no Pacaembu a noite foi do Inter que derrotou o Palmeiras por 1 a 0, embora pudesse ter vencido por bem mais.

Digamos que se o jogo terminasse com um 5 a 2 não seria demais.

Como desgraça pouca é bobagem, o gol colorado nasceu de uma devolução de bola de Dida que Rafael Moura desviou de cabeça para o ex-corintiano Jorge Henrique chegar antes de Fábio, que se atrasou, e tocar para o fundo da rede, aos 20 minutos do primeiro tempo.

Depois disso Fábio fez pelo menos duas grandes defesas, em lances que Aránguiz e Jorge Henrique apareceram na sua cara, Rafael Moura chegou um décimo de segundo depois em outra chance e o Palmeiras teve duas oportunidades, uma defendida por Dida em cabeçada de Mendieta e outra jogada nas nuvens por Felipe Menezes.

31.178 pagantes foram ao Pacaembu e viram o Palmeiras voltar a namorar a ZR porque, também, o Inter é muito melhor que o alviverde.

IMG_2224.JPG

]]>
13
Você conhece o Aranha? http://blogdojuca.uol.com.br/2014/08/voce-conhece-o-aranha/ http://blogdojuca.uol.com.br/2014/08/voce-conhece-o-aranha/#comments Sat, 30 Aug 2014 13:01:27 +0000 http://blogdojuca.uol.com.br/?p=62438 IMG_2221.JPG

POR JOSÉ ROBERTO DE PONTE*

Muita gente não lembra ou nunca ouvi falar de Lucas Guizzardi.

Em 2011, o “Diário do Grande ABC” acompanhou de perto a luta desse garoto de Ribeirão Pires que lutava contra a leucemia.

A repórter que contou essa trajetória foi Camila Galvez.

Em 18 de junho de 2011, o santista fanático, fã de Paulo Henrique Ganso, realizou o grande sonho de ir a um treinamento do Santos Futebol Clube e sua simplicidade conquistou a todos.

Entre tantos, ganhou a admiração do goleiro Aranha, então reserva do clube da Vila.

A mulher do jogador, Juliana Aquino, deu ao garoto um notebook para que ele se comunicasse com os amiguinhos. O computador com internet foi a única companhia de Lucas durante a internação pós-transplante, que deve durar pelo menos dois meses. Ele chegou a fazer amizade com os três filhos do goleiro.

O menino Lucas faleceu no dia 6 de dezembro de 2011.

Além da batalha do garoto, para mim sempre ficou gravado na memória esse gesto do Aranha e de sua família.

Agora esse cidadão que fez um gesto tão nobre, sofre com a atitude de pessoas ridículas e idiotas.

Será que pessoas como essas já fizeram algo parecido? E se fizeram, será que realmente aprenderam a importância de tal atitude? Tomara que recebam a punição merecida para que todos entendam que ninguém é melhor do que ninguém por conta de raça, cor, religião ou orientação sexual.

Seguem dois links desta história AQUI e AQUI.


*José Roberto de Ponte é jornalista.

]]>
53
O Grêmio de Lupicínio http://blogdojuca.uol.com.br/2014/08/o-gremio-de-lupicinio/ http://blogdojuca.uol.com.br/2014/08/o-gremio-de-lupicinio/#comments Sat, 30 Aug 2014 02:56:17 +0000 https://blogdojuca.uol.com.br/?p=62436 IMG_2648.JPG
Por ROBERTO VIEIRA

Esta semana, quarenta anos se passaram do falecimento de Lupicínio Rodrigues.

Lupicínio que foi inventor da dor de cotovelo.

Lupicínio que era negro.

Lupicínio que era torcedor do Grêmio.

Lupicínio que compôs o ‘até a pé nós iremos… ’

Muitos questionavam Lupicínio sobre seu amor gremista

- coisa meio maluca questionar amor…

Quando era muito mais simples e politicamente correto ser Colorado.

O Grêmio tinha tradições europeias.

O Internacional era o clube do povo.

Mas a história nem sempre é retilínea e uniforme.

E a história da paixão de Lupicínio pelo Grêmio era uma história da cor do Brasil.

História que ele mesmo narrou.

História de um menino de canelas pretas.

História de um Grêmio pelo qual ele decidiu torcer.

Um Grêmio que ultrapassou suas origens e abraçou Tesourinha.

Um Grêmio de Everaldo e Paulo Isidoro.

Um Grêmio jogando contra meninos pobres e maltrapilhos.

Os torcedores que ofenderam o arqueiro Aranha.

Torcedores que não entendem nada de nada.

Nem de futebol, nem da vida, nem de dor de cotovelo.

Estes torcedores gremistas urrando nas arquibancadas.

Poucos.

Indignos.

Fascistas.

Estes torcedores ofenderam quem lhes entregou as mais belas palavras de sua história.

‘pois o certo é que nós estaremos, com o Grêmio onde o Grêmio estiver…’

Cabe ao clube e aos que amam o clube.

Exilar tais pessoas do convívio civilizado.

Relega-las ao passado triste e cruel que dividiu seres humanos neste país.

Para que o Grêmio seja sempre.

O Grêmio de Lupicínio…

]]>
25
Grêmio faz o que pode http://blogdojuca.uol.com.br/2014/08/gremio-faz-o-que-pode/ http://blogdojuca.uol.com.br/2014/08/gremio-faz-o-que-pode/#comments Fri, 29 Aug 2014 23:10:57 +0000 https://blogdojuca.uol.com.br/?p=62430 O Grêmio está fazendo o que se espera de qualquer clube decente: identificou, comunicou as identificações à polícia e já puniu os que pode punir, por serem sócios da agremiação.

Mais que isso não pode fazer.

Como não pode ser responsabilizado pelos insultos de cinco cretinos numa plateia com mais de 30 mil pessoas.

Uma coisa é você punir um clube por falha na segurança de seu estádio.

Outra é punir pelo que dizem os frequentadores nos estádios.

Daqui a pouco o STJD vai querer que os clubes botem esparadrapo na boca dos torcedores.

Até porque, se a moda pega, daqui a pouco cinco imbecis torcedores do clube A vestem a camisa do clube B e agem para que este venha a ser punido.

O essencial é identificar os criminosos e puni-los.

O episódio de ontem é suficientemente deprimente para que ninguém queira surfar na sua onda.

Patrícia e seus blue caps já apareceram o bastante para a devida execração pública.

]]>
101
O blog vê a 18a. rodada em cima do muro http://blogdojuca.uol.com.br/2014/08/o-blog-ve-a-18a-rodada-em-cima-do-muro/ http://blogdojuca.uol.com.br/2014/08/o-blog-ve-a-18a-rodada-em-cima-do-muro/#comments Fri, 29 Aug 2014 21:10:24 +0000 https://blogdojuca.uol.com.br/?p=62425 IMG_2218.JPG

Para você ver como é dura a vida do palpiteiro em futebol, examine a 18a. rodada do Brasileirão neste fim de semana.

Diga qual é o prognóstico fácil além de Cruzeiro e Chapecoense, no sábado, no Mineirão.

Em todos os demais nove jogos, tudo pode acontecer sem que seja exatamente uma zebra, ou quase tudo.

Palmeiras x Inter, também no sábado, no Pacaembu.

Sim, o Inter é favorito.

Mas você crava o Colorado sem mais?

Eu não.

E Botafogo x Santos, no domingo, no Maracanã?

OK, tem cara santista, mas você descarta o Botafogo?

Entre Sport e Criciúma, mesmo no Recife, também tudo pode acontecer.

Assim como entre Coritiba e Galo, em Curitiba.

Já entre Corinthians e Fluminense a única certeza é para quem torcerei porque, de resto, enorme interrogação.

Em Floripa, o Figueirense recepciona o favorito São Paulo que é a aposta óbvia. Mas você diria que o Figueira é zebra?

E no confronto rubro-negro entre Vitória e Flamengo, na Bahia?

Tudo bem, fôssemos nos basear nos resultados de ambos pela Copa do Brasil e os donos da casa seriam o melhor prognóstico. Mas a prevalecer o que ambos fazem no Brasileirão, o Mengo é que seria. Daí eu tucanar o palpite e ficar bem em cima do muro.

Exatamente a mesma postura que me leva a ficar bem quietinho em relação a Goiás x Furacão e Grêmio x Bahia, embora os anfitriões sejam claramente favoritos. Como fiquei na minha até aqui, assim permanecerei.

Em resumo, fico com o Cruzeiro e você que se vire em suas previsões.

E se o Cruzeiro não vencer eu se demito!

]]>
9
Declaração de adesão ao Grupo de Trabalho para construção do Acordo setorial entre empresas patrocinadoras pela integridade, gestão e transparência no esporte brasileiro http://blogdojuca.uol.com.br/2014/08/declaracao-de-adesao-ao-grupo-de-trabalho-para-construcao-do-acordo-setorial-entre-empresas-patrocinadoras-pela-integridade-gestao-e-transparencia-no-esporte-brasileiro/ http://blogdojuca.uol.com.br/2014/08/declaracao-de-adesao-ao-grupo-de-trabalho-para-construcao-do-acordo-setorial-entre-empresas-patrocinadoras-pela-integridade-gestao-e-transparencia-no-esporte-brasileiro/#comments Fri, 29 Aug 2014 18:54:00 +0000 https://blogdojuca.uol.com.br/?p=62421 IMG_1014.JPG

A Atletas pelo Brasil, o LIDE Esporte, o Instituto Ethos e as empresas patrocinadoras, com apoio da Mattos Filho Advogados, estabeleceram uma parceria com o objetivo de desenhar um programa de trabalho voltado ao desenvolvimento de um ambiente ético, transparente e por uma gestão democrática no esporte brasileiro.

A aprovação do artigo 18-A da lei Pelé (Lei 12.868/2013) foi um marco, fruto de uma união de empresas, clubes e atletas, e prevê, entre outros temas, o limite de mandato aos dirigentes esportivos, a participação dos atletas na gestão e sistema eleitoral, além de transparência e governança na gestão das entidades esportivas.

Empresas patrocinadoras do esporte têm manifestado preocupação com uma melhor gestão e transparência na utilização dos recursos de patrocínio pelas entidades esportivas. Afinal, elas possuem grande responsabilidade com os rumos e os resultados do país no esporte. Por essa razão, esta união entre empresas, atletas e organizações da sociedade civil, por meio de uma ação coletiva, pretende contribuir para a melhoria do esporte que tanto encanta corações país afora.

Reconhecendo a absoluta necessidade de aperfeiçoamento das práticas de patrocínio esportivo e a oportunidade de contribuir para a implementação da nova lei, Atletas pelo Brasil, Ethos, LIDE Esporte e algumas empresas patrocinadoras decidiram construir um acordo inédito de forma a gerar um ambiente de colaboração e confiança entre empresas e entidades esportivas; estabelecer condições éticas para os patrocínios e definir regras claras e mecanismos para promover integridade, transparência e gestão eficiente e responsável dos recursos.

As organizações e empresas patrocinadoras abaixo relacionadas apresentam o interesse em participar do Grupo de Trabalho e convidam demais empresas patrocinadoras do esporte brasileiro a atuar nas discussões propositivas com vistas à construção de um acordo setorial.

Banco do Brasil, BRF, Construtora Passarelli, Itaú Unibanco, McDonald´s, Nestlé, P&G, Tetra Pak e Volkswagen do Brasil.

]]>
9