Blog do Juca Kfouri

Mbappé foi Messi!

Juca Kfouri

A França simplesmente desconheceu a Argentina durante, pelo menos, 30 minutos, quando Mbappé reinou no gramado de Kazan.

Sofreu uma falta que Griezmann mandou no travessão, um pênalti que Griezmann converteu, arrancou dois cartões amarelos e a França parecia que ganharia até com facilidade.

Mas o futebol é caprichoso e em mais uma jornada apagada de Lionel Messi, Di María pegou um tirambaço de fora da área para empatar, no fim do primeiro tempo.

Tão caprichoso que no começo do segundo tempo Messi chutou sem maiores pretensões e Mercado, ao tentar dominar, desviou a bola para o fundo do gol francês e decretou a virada.

Em seguida o goleiro Armani fez novo pênalti, agora em Griezmann, numa bobeada da defesa argentina, mas a falta não foi marcada.

Não demorou, no entanto, para a França empatar, como era o mínimo que o jogo exigia, num outro chute maravilhoso, de três dedos, de Pavard.

A França voltou a ter o comando técnico do jogo e Mbappé fez belo gol pela esquerda, com todo o talento de alguém que pode ser o nome da Copa da Rússia.

A França virava o que a Argentina havia virado: 3 a 2.

Desorganizada, uma bagunça, a Argentina se mandou para frente e tomou um contra-ataque que, de novo, Mbappé tratou de aproveitar para fazer 4 a 2 e, enfim, estabelecer o placar que espelhava o jogo.

Sobrava talento no time bleu-blanc-rouge e faltava no alviceleste, porque nem Messi brilhava.

Mbappé, Griezmann, Matuidi, Pogba, era demais para os hermanos.

A goleada que pintou no começo do embate, se desenhava no fim.

Mas foi Aguero quem marcou nos acréscimos, para diminuir para 4 a 3 e coroar o jogo mais esperado das oitavas.

Por mais que seja de se lamentar a eliminação de outra seleção sul-americana e, principalmente, a ausência de Messi daqui para frente, não há a menor dúvida que o futebol francês foi superior e faz melhor à Copa do Mundo.

Quem foi ver Lionel Messi, viu Kylian Mbappé, 19 anos, número 10 às costas.

Craque candidato a suceder Cristiano Ronaldo e Lionel Messi.