Blog do Juca Kfouri

Infantino exorbitou. Ou não?

Juca Kfouri

O que você acharia se o secretário-geral da ONU, o português António Guterres, dissesse que o Brasil tem de tirar Michel Temer da presidência da República?

Por mais que ele tivesse toda razão, seria uma ingerência indevida na soberania brasileira, certo?

Pois foi o que se noticiou ter feito o presidente da FIFA, o suíço Gianni Infantino, ao sugerir a saída do coronel Nunes da presidência da CBF.

É óbvio que o atrapalhado cidadão não tem mais condição nem para dirigir seu automóvel.

Mas é problema da CBF.

Que o inventou para evitar que Delfim Peixoto, então o vice-presidente mais velho, assumisse a entidade.

Golpe do qual participou toda a cúpula da CBF, do secretário-menor ao futuro presidente, com a complacência dos ex-presidentes e da esmagadora maioria dos cartolas dos clubes.

ATUALIZAÇÃO ÀS 11h20: Rodrigo Mattos, enviado do UOL Esporte a Moscou, nega que Infantino tenha defendido a substituição de Nunes.