Blog do Juca Kfouri

Dérbi: auxílio externo e covardia

Juca Kfouri

O tribunal de justiça esportiva de São Paulo decidiu não julgar o recurso do Palmeiras, que acusa ter havido influência externa na desmarcação do pênalti inexistente de Ralf em Dudu na decisão do Paulistinha, segundo a feliz definição de Maurício Galiotte, a rainha da Inglaterra alviverde.

Com o que o tal tribunal revela toda sua covardia.

Porque tão óbvia como a influência de terceiros no lance é a impossibilidade de prová-la, razão pela qual seria fácil julgar e reconhecer que indícios e convicções não bastam para anular o jogo por erro de direito.

Mas não.

Certos de que houve interferência de fora do campo, os acovardados auditores, por 5 a 1, preferiram inventar um argumento técnico para não julgar a questão.

Por enquanto só se deram bem na trapalhada os advogados do Palmeiras, regiamente pagos para fazer parte da ópera bufa, e os corintianos que se divertem com o chororô.