Blog do Juca Kfouri

Vitórias contra a intolerância

Juca Kfouri

O Palmeiras é o campeão da fase de grupos da Libertadores e o Flamengo está também classificado para as oitavas de final do torneio continental, o que não acontecia desde 2010.

Nem uma coisa nem outra garantem nada além disso, mas as vitórias de ontem, 3 a 1 no Junior Barranquilla e 2 a 0 no Emelec , têm o significado maior de mostrar o que realmente importa e são dois tapas com luvas nas caras de quem agrediu os jogadores alviverdes e rubro-negros depois de derrotas circunstanciais em competições menores.

Ou teria sido melhor ganhar os estaduais que seguir na Libertadores?

Não se trata de dourar pílula alguma ou exaltar demais duas vitórias até obrigatórias.

Nem de achar que Palmeiras e Flamengo estão jogando o fino da bola.

Apenas de dizer que a covardia da intolerância não leva a nada além da coragem de Borja de não comemorar os três gols que fez por alegar que torce pelo time de seu país, embora já tenha deixado claro em outras ocasiões seu desagrado com os excessos de um grupo minoritário de trogloditas alviverdes.