Blog do Juca Kfouri

“Golpe Caboclo” teve voto ilegal

Juca Kfouri

Felipe Feijó, presidente da Federação Alagoana de Futebol, votou na Assembléia Geral da CBF que mudou o estatuto da entidade para aumentar o peso do voto das federações estaduais.

Depois, votou, também. para eleger Rogério Caboclo presidente.

Acontece que ao votar a primeira vez ele era, além de presidente da federação alagoana, presidente do Sport Club Santa Rita, da cidade de Boca da Mata, e da primeira divisão alagoana.

A Lei Pelé veta explicitamente que alguém seja dirigente, ao mesmo tempo, de entidade de administração esportiva e de prática.

Art. 27-A. Nenhuma pessoa física ou jurídica que, direta ou indiretamente, seja detentora de parcela do capital com direito a voto ou, de qualquer forma, participe da administração de qualquer entidade de prática desportiva poderá ter participação simultânea no capital social ou na gestão de outra entidade de prática desportiva disputante da mesma competição profissional. 

Significa dizer, que houve clara ilegalidade na votação que mudou o estatuto e vício continuado na eleição de Caboclo.