Blog do Juca Kfouri

Brasileirão – Nova temporada

Juca Kfouri

POR RAFAEL KLEIN*

Todo mundo sabe que a Globo é parceira antiga (e milionária) dos clubes de futebol.

Mas por uma questão de justiça, quem deveria mesmo transmitir o Brasileirão 2018 é o Netflix.

Pense bem: o campeonato desse ano não é uma novela que se arrasta por 38 capítulos.

Não.

Esse ano, o campeonato é uma série dividida em duas temporadas: a primeira com 12 episódios já em andamento e a segunda, que só será lançada depois da Copa, com os 26 episódios restantes.

Se deixar na conta da TV aberta tudo será tratado como desorganização do calendário. Se for um produto da empresa de streaming, a percepção já muda: vão dizer que é uma genial ação de marketing pra criar um suspense.

Outro ponto importante é a natureza das mídias. A TV aberta tem a característica de atingir as massas, o que não é o caso do Brasileirão. Pela quantidade de gente nas arquibancadas, está bem claro que esse é um campeonato para um público segmentado.

O enredo também não é convencional. Esqueça o lance de mocinhos e bandidos, bem e mal, núcleo rico e núcleo pobre. Aqui todos os personagens são complexos: um é o mais popular do estado mais rico do país e deve marmita. O outro é apoiado por uma nação inteira, mas mora de aluguel. Outro é rico com dinheiro emprestado.

Pra finalizar, temos em todos os episódios aquele tipo de conteúdo que você encontra mais facilmente no Netflix do que na Globo: alegrias, decepções, revelações, cabeças rolando, coadjuvantes que roubam a cena, suspense e, é claro, sexo.

Sim, sexo.

Ou depois da história do VAR você ainda acredita que a CBF não seja chegada numa sacanagem?

*Rafael Klein é publicitário.