Blog do Juca Kfouri

Semanário da Copa da Rússia – 3

Juca Kfouri

POR LUIZ GUILHERME PIVA

Capítulo 2: leia aqui.

A Copa de 2014 foi a única a que assistimos aqui em casa. A gente sempre ia pra bar, casa de festas, quadra, praça, praia, qualquer lugar que tivesse telão e muita gente.

Minto. A de 2002 também foi em casa, na quitinete que a gente alugou logo depois de casar. É que os jogos eram de madrugada ou de manhã, e a Laurinda estava grávida.

Mas as outras que vimos juntos, a de 1998, quando namorávamos, a de 2006 e a de 2010, já casados, foram na rua. Só que ali, no bolo, com bebida, música e dança, sempre tinha um engraçadinho. O pessoal esquecia o futebol e ficava de olho na Laurinda, uns até se encostando demais.

O pior era na hora do gol. Quando o Robinho marcou contra a Holanda em 2010 um grandalhão chegou abraçando. Até aí, normal. Mas ele não largava. Levantou-a abraçado e girava sem parar – e ela, ingênua, achando que era felicidade pela Seleção.

Pedi com educação pro cara largá-la. Ele fez que não ouviu. Dei um empurrão. Nem se mexeu: era forte, enorme. Quando eu comecei a xingar, ele soltou a Laurinda e me deu um safanão que me jogou na calçada.

Fomos embora. Nem vi os dois gols da Holanda.

Ela ainda reclamou:

– Tá vendo? Saímos de lá e deu azar! Estamos fora da Copa por sua causa!

(Continua)

____________________________________

Luiz Guilherme Piva publicou “Eram todos camisa dez” (Editora Iluminuras)