Blog do Juca Kfouri

Ba-Vi: a diferença entre os gestos dos Vinícius

Juca Kfouri

Vinícius Júnior fez o gesto do chororô e o Botafogo fechou sua casa para o Flamengo.

Bobagem que está sendo revista.

Hoje, outro Vinícius, do Bahia, fez gol de pênalti e fez a chamada dança do créu, com direito a gesto obsceno diante da torcida do Vitória, no Barradão.

O tempo fechou e o “Ba-Vi da Paz” virou uma guerra.

Vinícius foi puxado pelo goleiro Fernando Miguel que foi tirar satisfação, Kanu acertou-lhe um murro e o respaldo da confusão resultou em dois titulares dos visitantes expulsos e três expulsões do lado do Vitória que, depois de 16 minutos de paralisação até o recomeço do jogo, teve mais duas expulsões, evidentemente propositais.

Sem número legal mínimo de sete jogadores para seguir no jogo, o Vitória acabou derrotado por 3 a 0, apesar do 1 a 1 dentro de campo.

Não cabe comparar os gestos dos dois Vinícius.

Um brincou, inocentemente. O outro foi obsceno.

Nada justifica a violência, mas é compreensível que no calor da disputa atletas percam a cabeça com tamanha cafajestagem.