Blog do Juca Kfouri

É triste o quadro do futebol carioca

Juca Kfouri

O Rio de Janeiro vive a pior crise de sua história e seria um milagre se o futebol carioca vivesse uma situação diferente.

Na temporada passada o clube mais bem colocado no Brasileirão, o Flamengo, acabou apenas em sexto lugar.

Agora, o Botafogo perdeu seu técnico para o Santos, porque Jair Ventura, mesmo querido, preferiu sair.

O Fluminense teve reapresentação ontem e Gustavo Scarpa não deu as caras nem satisfação, porque está com salários atrasados e quer ir embora do Tricolor.

O Vasco entra o ano sem saber quem será o seu presidente a partir do próximo dia 17, graças às manobras de Eurico Miranda.

E o Flamengo vive a situação surreal de desconhecer se seu treinador Reinaldo Rueda vai se apresentar na segunda-feira para comandar o time na temporada ou se vai dirigir, como tudo indica, a seleção do Chile.

Parece mentira, mas é verdade.

O colombiano, que o Flamengo contratou em agosto como grande aposta para 2018, parece estar saindo de fininho do clube mais popular do país, à francesa como se diz, sem se despedir.

A expressão foi inventada pelos ingleses para ridiculizar os soldados franceses que desertavam da guerra.

Se Rueda for embora mesmo é possível que no Brasil a expressão mude para sair à colombiana.

Comentário para o Jornal da CBN desta quinta-feira, 04 de janeiro de 2018, que você ouve aqui.