Blog do Juca Kfouri

Uma noite com a cara do Flamengo

Juca Kfouri

O Flamengo sem seu goleiro Diego Alves, e sem seu artilheiro Guerrero, viu nascer ontem, em Barranquilla, na Colômbia, dois novos heróis: a muralha César que até pênalti pegou quando o jogo poderia ficar complicado e o guerreiro Filipe Vizeu, autor dos dois gols da vitória rubro-negra sobre o Junior, que puseram o time brasileiro na final da Copa Sul-Americana, contra o argentino Independiente.

O primeiro jogo será no estádio de Avellaneda, na próxima quarta-feira, e o segundo no Maracanã, no dia 13 de dezembro.

É a chance de o Flamengo salvar seu ano e de o futebol brasileiro ter nove representantes na próxima Libertadores.

O manto sagrado abençoou César e deu a ele o que a ele pertencia e fez de Vizeu aquilo que a Nação sempre diz: craque o Flamengo faz em casa.

Comentário para o Jornal da CBN desta sexta-feira, 1º de dezembro de 2017, que você ouve aqui.