Blog do Juca Kfouri

O drone e o diretor gremista

Juca Kfouri

A repórter Gabriela Moreira, da ESPN Brasil, investigou durante quase meio ano um esquema de espionagem montado pelo Grêmio para, até por meio de drone, ver os treinos secretos de seus adversários brasileiros e sul-americanos.

Espionar rivais é prática secular também no futebol e naturalmente o avanço tecnológico permite a sofisticação dos meios.

O que antes era feito por profissionais disfarçados, hoje pode ser realizado por captação de imagens.

Pego em flagrante em busca dos segredos do Lanús, adversário do Grêmio nesta quarta-feira na decisão da Libertadores, o espião gremista tentou fugir e acabou numa delegacia de Buenos Aires, sendo liberado em seguida.

O mesmo espião já havia sido visto em torno de treinamentos de outros times, como o Flamengo antes de enfrentar o Tricolor gaúcho.

A reportagem foi ao ar ontem e despertou a ira do diretor jurídico gremista Nestor Hein que, sem melhor argumento, sacou o de sempre: a ESPN persegue o Grêmio, não gosta do clube e foi inoportuna ao publicar a matéria na véspera de um jogo importante.

Mais banal, impossível.

Aquela velha história de ser a favor da liberdade de imprensa desde que não se publique o que contrarie o interesse de quem é pego em flagrante.

Mais velho até que a espionagem em campeonatos de futebol.

Comentário para o Jornal da CBN desta terça-feira, 21 de novembro de 2017, que você ouve aqui.