Blog do Juca Kfouri

Como Zetti, Guerrero pode ser vítima de enorme erro

Juca Kfouri

O toxicologista Otávio Brasil informa que a substância encontrada na urina do jogador Guerrero é achada, também, além de na cocaína, em centenas de plantas da família das eritroxiláceas.


Otávio Brasil, hoje aposentado da Polícia Federal, em Brasília, trabalhou no caso do goleiro Zetti, da Seleção Brasileira, quando, em ida para a Bolívia nas eliminatórias da Copa do Mundo de 1994, ele tomou chá de coca, coisa habitual para diminuir os efeitos da altitude de La Paz.


À época, o médico Eduardo de Rose afirmou que para que se encontrasse a substância benzoilecgonina na urina do goleiro seria necessário que ele tivesse tomado “um balde de chá de coca”.

O Doutor Brasil provou que não ao fazer o atleta tomar uma pequena quantidade do chá diante de três especialistas e submeter o material ao exame ultra-sensível usado em tais ocasiões.

E Zetti foi devidamente absolvido.


Pode ser exatamente este o caso de Guerrero, segundo disse ao blog o toxicologista e,  se for, como com Zetti, estaremos diante de mais uma irresponsabilidade dos exames antidopagem.