Blog do Juca Kfouri

Futebol and Roll

Juca Kfouri

Por ROBERTO VIEIRA

Oh, yeah!

Hoje é Dia do Rock?

Poderia ser o samba.

Samba que é o rei no país de Pelé.

Como poderia ser o Tango.

Nas milongas argentinas e uruguaias.

Futebol que já foi Valsa nos pés do Wunderteam.

La vie em rose na careca de Zidane.

Ópera de Verdi, Meazza e Rossi.

Porém, for those about to play?

We salute you!

Rock’n roll.

O futebol é rock nas veias e nas imagens universais.

Beatles e Brasil de 58 e 70.

Duncan Edwards e Buddy Holly.

A estrada para o céu dos uruguaios em 50.

A estrada para o inferno de Barbosa.

George Best e Dylan embriagados nos anos 60.

Puskas e a canhota de Hendrix.

Crujff polivalente tal qual Oldfield.

Hooligans, organizadas e Sex Pistols.

O magic bus nos conduzindo ao teatro dos sonhos.

Ruínas de um domingo sangrento domingo.

Quantos de nós atingimos o Nirvana nos 90 minutos?

Quantos de nós não cantamos We Are The Champions?

We Will Rock You?

O rock se traduz em gols e defesas milagrosas.

A glória de uma Space Oddity.

A derrota no dark side of the moon.

Quando enlouquecidos como Barret vagamos pelas alamedas da mente.

Mutantes.

Legiões urbanas.

Claptomaníacos do ingresso da bola.

Pois não existe Satisfaction sem futebol.

Futebol que nunca se recusa to spend the night together.

Futebol nascido de três acordes básicos.

Futebol que se tornou psicodélico, punk e progressivo na infinita highway.