Blog do Juca Kfouri

Santos empata com a Ponte, mas mereceu vencer

Juca Kfouri

Se Santos e Ponte Preta mantivessem o que fizeram nos dez primeiros minutos de jogo no Pacaembu teriam feito a melhor partida do Brasileirão.

Igualmente em relação ao que fez o Santos no começo do segundo tempo.

Mas era mesmo impossível, embora o time praiano tenha criado pelo menos cinco chances de gol, sem conseguir furar o gol campineiro.


Já a Ponte chegou a fazer um gol, ou melhor, viu David Braz fazer um gol contra, mas havia um atacante em impedimento e que participou do lance, o que justificou a anulação, ainda nos 45 minutos iniciais.

Como o gol não saía, Levir Culpi trocou Copete por Hernández, aos 26.

Só dava Santos e a sensação de que o gol sairia a qualquer momento.

A defesa inteira da Macaca estava amarelada aos 32 e Gilson Kleina tirou Renato Cajá para botar Wendel, aos 40, diante de 19.984 pagantes, quase o dobro do que deu o clássico contra o Palmeiras, na Vila Belmiro.

Depois de 20 vitórias seguidas nos últimos três anos em sua casa na capital paulista, o Santos apenas empatava, embora tenha merecido vencer.

A Ponte conseguiu o ponto que buscou ao se recusar a jogar no segundo tempo.