Blog do Juca Kfouri

Furacão heróico e dois empates

Juca Kfouri

O Vitória mandou uma bola na trave do Botafogo e, no primeiro tempo, foi quase só, no Barradão(8.877 pagantes).

Bruno Silva perdeu um gol, mas fez dois e pôs o Glorioso na frente: 2 a 0.

No Horto (10.924 pagantes), o jogo desde o começo foi com o Galo alugando o campo do Furacão.

Robinho perdeu um gol impossível e o time paranaense perdeu Lucho González, expulso infantilmente.

Se com 11 estava difícil para o rubro-negro, com 10 parecia impossível suportar.

Já na Ilha do Retiro (11.904), o São Paulo começou melhor, o Sport equilibrou, teve um pênalti de Thomas em André não marcado a seu favor e viu Renan evitar o gol do mesmo André, com grande defesa.

No fim, Pratto tirou tinta da trave pernambucana.

Vieram os segundos tempos.


Em Salvador, logo de cara, o Vitória diminuiu com Gabriel Xavier e Kieza empatou aos 30, se aproveitando do desgaste carioca: 2 a 2.

Os dois tiveram chances de fazer o terceiro gol, mas o empate permaneceu.


Em Belo Horizonte o Galo trocou Valdívia por Otero, o valente Furacão mandou bola na trave de Victor com David e o Galo um gol mal anulado por impedimento inexistente de Marlone, toque final do He-Man.

Com o que o 0 a 0 parecia imutável até que Felipe Santana vacilou e Sidclei fez 1 a 0 para o CAP, para o desespero do CAM e protestos contra Roger Machado.

Uma vitória heroica ao estilo da Libertadores.


Já no Recife, o São Paulo pôs Wesley no lugar de Thomas porque o Sport voltou melhor, rondando a área tricolor.

Wellington Nem era inútil, mas foi Cícero quem saiu para entrar Lucas Fernandes.

Aos 32, finalmente, Nem saiu e Gilberto entrou.

O segundo tempo era o repeteco do primeiro com sinal invertido, porque agora era o São Paulo quem equilibrava o jogo.

Mas os goleiros não trabalhavam, até que, aos 47, Magrão salvou uma cabeçada de Gilberto e o 0 a 0 não saiu do placar.

Na resposta, Wesley derrubou André na área e de novo o assoprador não marcou.

Luxemburgo reclamará dos dois pênaltis. Com razão.

Em Goiânia, o Atlético Goianiense fez 3 a 1 no Avaí, diante de apenas 1.661 torcedores.