Blog do Juca Kfouri

Morumbizazo! São Paulo é ridiculamente eliminado

Juca Kfouri

Nem bem o jogo chegou a seis minutos e Thiago Mendes arriscou um chute de longe que o goleiro do Defensa y Justicia aceitou.

O São Paulo já fazia o placar que o mantinha na Copa Sul-Americana.

Mas quatro minutos depois a defesa tricolor foi ridiculamente vencida pelo ataque argentino que empatou.

Começava um drama no Morumbi vazio, com apenas 15 mil torcedores.

O São Paulo tinha muito mais a bola, 70%, mas não tinha a menor ideia do que fazer com ela, tanto que não conseguia chutar ao gol portenho.


Ao contrário, o time argentino quando descia quase, por duas vezes, virava o jogo, embora o 1 a 1 lhe bastasse.

Lucão fazia as vezes de uma verdadeira madre da Plaza Roberto Gomes Pedrosa, a que fica em frente ao estádio do Morumbi.

A única semelhança entre os dois clubes é o ano da fundação de ambos, 1935.

De resto, o São Paulo é o clube brasileiro mais vitorioso internacionalmente e o Defensa y Justicia fazia apenas seu segundo jogo contra um time de fora da Argentina em sua história.

Para o segundo tempo os brasileiros voltaram com Gilberto no lugar de Neílton, uma nulidade.

Rogério Ceni também trocou Bruno por Luiz Araújo segundos antes de o Defensa desperdiçar a virada num chute à queima-roupa em bola mal desviada por Lucão que acabou nas mãos de Renan, no susto.


Estava feia a coisa, com o São Paulo mais ansioso que organizado.

Era lambança atrás de lambança, até de Renan que deu um escanteio de graça ao tentar fazer um passe e furar.

Só se via defesas do goleiro paulista, enquanto o portenho via o jogo tranquilamente.

Os 18 dias de treinamento fizeram mais mal que bem ao Tricolor. Um horror!

Dava até pena ver o São Paulo ser envolvido pelo adversário.

Quando faltavam apenas 15 minutos para o jogo terminar, o São Paulo fez sua última troca, ao tirar Cueva, irreconhecível, por Thomaz, para tentar vencer o 15º colocado no Campeonato Argentino, entre 30 participantes.

Ontem o Fluminense perdeu do Liverpool, 14º no Campeonato Uruguaio, entre 16 times e o Cruzeiro foi eliminado pelo Nacional, o oitavo em 12 no Campeonato Paraguaio. 

Pobre futebol brasileiro, cuja Seleção não tem nada a ver com o nível do futebol que se joga no país.

O Defensa y Justicia esteve mais perto do segundo gol que o São Paulo, eliminado pela terceira vez em três torneios, Copa do Brasil, Paulistinha e Copa Sul-Americana.


Simplesmente ridículo!

O São Paulo conheceu seu Tolima. Um Morumbizazo.

Para amenizar mais um vexame brasileiro, o Sport se classificou diante do 11º colocado no Campeonato Uruguaio nos pênaltis, depois de perder do Danúbio por 3 a 0.