Blog do Juca Kfouri

O campeão passeia e o São Paulo se perde

Juca Kfouri

Com um pênalti convertido por Jean logo no começo do jogo, o Palmeiras abriu o caminho para sua tranquila vitória sobre o pobre Vasco, candidatíssimo a voltar para Série B, apesar de ter pelo menos um jogador precioso, o meio campista Douglas.


Depois de alguns vacilos defensivos que obrigaram Fernando Prass a se virar, Guerra ampliou no fim do primeiro tempo e preparou a goleada para o segundo.

Douglas ainda acertou o travessão alviverde num erro de Jean, mas a diferença técnica entre os dois times é tal que deveriam mesmo estar disputando campeonatos diferentes.

Nem bem começou o segundo tempo e Borja fez, de peixinho,  3 a 0.

Era o chamado domingo no parque, uma festa na casa do campeão brasileiro e favorito ao bi, para 33 mil torcedores.

Martin Silva evitava a goleada desenhada com seguidas defesas, mas não deu para segurar mais um pênalti, desta vez cobrado por Borja: 4 a 0.

No Mineirão, depois de um primeiro tempo equilibrado em que Ábila e Cueva perderam dois gols imperdíveis para Cruzeiro e para São Paulo, o argentino do time mineiro não perdoou a cochilada da defesa tricolor na cobrança de um lateral e fez 1 a 0 no começo do segundo tempo.


Para variar, o São Paulo tinha mais a bola, mas o Cruzeiro era mais perigoso.

Rogério Ceni lançou mão de Gilberto ao lado de Pratto para tentar o empate, enquanto Mano Meneses fechava tudo atrás, para não ser surpreendido.

Perdido em campo, o Tricolor parece incapaz de uma ideia criativa neste momento de baixa de Cueva.