Blog do Juca Kfouri

Três mulheres e uma grande vitória do esporte nacional

Juca Kfouri

“Três mulheres” é o título de um belo filme do diretor americano Robert Altman, em 1977.

Pois ontem, dia 17, outras três mulheres foram protagonistas de um enredo que deve mudar, para melhor, a história do esporte brasileiro.

A presidenta da República, Dilma Rousseff, a ministra Ideli Salvatti e a senadora Ana Rita, do PT do Espírito Santo.

As três resistiram às pressões da CBF e do COB e foram fundamentais para que o Senado aprovasse, por unanimidade, o aprimoramento da legislação esportiva nacional.

Uma quarta mulher, a extraordinária ex-jogadora de vôlei, Ana Moser, presidenta da Associação dos Atletas pela Cidadania, também brilhou para que a emenda modernizadora e moralizadora virasse a lei que restringe a uma releição o mandato dos dirigentes das entidades esportivas que recebam recursos públicos, seja direta ou indiretamente, pela isenção de impostos.

Uma lei que amplia os colégios eleitorais com a participação dos atletas e que exige transparência na gestão das entidades esportivas.

Uma vitória maior do que Cruzeiro ou Botafogo podem obter nesta noite no grande clássico que disputarão no Mineirão.

Ou do tamanho do voto do ministro Celso de Mello no STF, qualquer que seja ele, porque garantia de Justiça do decano da magistratura brasileira, alguém que o Brasil se acostumou a ver julgar sempre com equilíbrio e independência, livre de pressões venham do lado que vierem.

Comentário para o Jornal da CBN desta quarta-feira, 18 de setembro de 2013.