Blog do Juca Kfouri

Massacre em Istambul

Juca Kfouri

A vida é dura.

O futebol periférico é mesmo… periférico.

O Galatasaray recebeu cheio de esperança o Real Madrid.

Com Drogba, Sneijder e Felipe Melo que, no começo do jogo, exigiu três grandes defesas dos dois goleiros espanhóis, porque Casillas se machucou e foi substituído por Diego López.

Aí, porém, o jovem Isco matou no peito um magnífico lançamento de Di Maria, baixou na terra e fez um golaço.

Foi o bastante para o time turco desmoronar.

Vieram o segundo, o terceiro, o quarto, o quinto e o sexto gols madridistas.

Benzema duas vezes, Cristiano Ronaldo três e o Galatasaray, em casa, no primeiro jogo da fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa já está frito.

Verdade que, no fim, quando já estava 5 a 0, o time turco fez o chamado gol de honra, com Bulut.

Mas quem se importou?