Blog do Juca Kfouri

Potro sai na frente

Juca Kfouri

Manhã de sol em Wimbledon.

Quadra central.

Semifinal do torneio masculino.

Potro, o argentino azarão, vai vencendo Federer, o suíço heptacampeão, na quadra do século 19.

Fez 6/3 no primeiro set.

De fato, é um privilégio estar aqui.

  1. ze do contra

    03/08/2012 17:23:13

    Tambem com o nome de Potro tem mesmo que sair na frente! So que o Potro deve ter cansado antes da reta final....

  2. ralph ramos

    03/08/2012 10:18:51

    vc merece!!! to vendo o jogo na Tv.... gostou do segundo set???

  3. pablo argentino

    03/08/2012 10:14:21

    azarão??? desde quando 9° do mundo é azarão???

  4. Márcio

    03/08/2012 10:14:10

    Eu não falei que o Magnussem é amarelão.

  5. Mauricio

    03/08/2012 10:12:57

    Del Potro não é azarão. Principalmente contra o Federer.Já ficou mais do que provado que o jogo do Del Potro atrapalha demais o ritmo de Federer, a anos o Del Potro não ganha grandes titulos e faz o Federer suar ou voltar pra casa mais cedo.Pena não ser Wimbledon de verdade, bem mais legal.

  6. Neder

    03/08/2012 10:00:34

    Juca, vou aproveitar o andar da eventual zebra para te fazer uma pergunta: você vê alguma saída para o desnível do basquete americano quando representado pelos atletas da NBA? Não cabe mais proibir a participação deles, né? Mesmo porque os atletas da Espanha, Brasil, Argentina e demais países (com poucas exceções) também são profissionais. Como você vê a questão?

  7. Jose da Periferia

    03/08/2012 09:46:20

    Ola Juca...............vc foi o primeiro jornalista que chama Del Potro.......de Potro.......nunca tinha visto..........ele não é azarão......Del Potro é um dos melhores jogadores do circuito, tendo vencido Federer na final do US OPEN........andou machucado............mas esta de volta(aproveite Londres).

  8. Analítico e Crítico

    03/08/2012 09:40:20

    Não é 2008, mas sim 2004!

  9. Marcelo

    03/08/2012 09:30:52

    Juca, o Del Potro não é azarão. Na verdade, nos últimos 7 anos, acredito, ele foi o único a quebrar a hegemonia de Federer, Nadal e Djokovic em grand-slams, quando venceu o Federer no aberto dos EUA.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso