Blog do Juca Kfouri

Phelps e a maconha

Juca Kfouri

Michael Phelps é desde ontem o maior medalhista da histórica olímpica.

Fabuloso Phelps!

Quatro anos depois de ganhar oito ouros em Pequim, o nadador americano chega ao impressionante número de 19 medalhas, 15 de ouro, duas de prata e mais duas de bronze.

Quatro anos atrás, também, ele foi flagrado por um fotógrafo fumando um “bong” com maconha numa festinha de universitários da Universidade da Carolina do Sul, em Columbia.

A lembrança do episódio não tem nenhuma intenção que não seja a de mostrar o tamanho da hipocrisia da ideia de que o esporte afasta das drogas porque, com frequência, aproxima.

E serve também para enaltecer quem foi capaz de superar o caso que tanto prejuízo causou à imagem do fantástico campeão.

  1. henry

    08/08/2012 09:54:58

    hahahahhha... Juca, sabe porque ele fuma maconha... para ficar um pouquinho mais lento e dar chance para os adversários....rsrsrsrs, senão, não iria ter graça e iria levar ouro em umas 12 provas diferentes da natação.... enquanto outros atletas usam drogas para ficar mais rápido ele precisa de drogas para ficar mais lento....rsrsrsrsrss

  2. elias santista

    06/08/2012 21:07:18

    não precisa discutir liberação ou proibição de qualquer coisa , qualquer mesmo , desde que quem paga por um produto/serviço tenha consciência de que sustenta determinado segmento . Se ninguém , mas ninguém mesmo , comprar maconha , cocaína , cerveja , cachaça , cigarro , eu tenho certeza que as indútrias , eu disse " INDÚSTRIAS" desses ramos , sejam elas legalizadas ou marginais , vão procurar outra coisa pra fazer da vida , e se , essa utopia se realizasse , teríamos uma redução significativa no custo da saúde pública .e com certeza uma redução brutal em assassinatos , inclusive nas estradas .

  3. Paulo Jorge Jnr

    06/08/2012 07:01:54

    Os nossos atletas são exemplos: dormem cedo, não bebem nem fumam, não são de baladas, vão à missa, olham para os dois lados da rua antes de atravessar, pedem a benção antes de dormir...podem até ser canonizados num futuro breve. Todos muito ao contrário desse tal de Phelps que vive ganhando medalhas de ouro a torto e a direito por aí...

  4. J.Andrade

    05/08/2012 07:27:01

    As justificativas para uso da maconha, é sempre aqui, exemplificando o álcool com mais malefício que ela, maconha. Ora, as duas são drogas, então deveriam sim ser restritivas seu consumo, como? Autoridades do assunto. Aqui no Brasil, então, absurdo liberar! Não temos estrutura nem para cuidar de banheiros em escolas públicas, como então querer isso liberar? Ora, primeiro cuidem da educação de base, para termos povo com senso crítico para daí sim. A maconha ao usuário que a usou por 15 anos, sem sentir mal, talvez não saiba que é relativo a reação do organismo, depende de cada um e a média mostra que afeta sim o desempenho intelectual o seu uso contínuo e a maioria, é provado, se vícia. Pergunto novamente: nas manifestações a favor da liberação há presença de pais com seus filhos solicitando isso? Deixem de hipocrisia! Isso é o mesmo dizer que pai aceita filhos homossexuais(aceita-se porque não há jeito, mas por opção dos pais, duvido). Engraçado que os "comunistinhas" querem aqui no Brasil a liberação, mas nos seus países que defendem, Cuba, Cĥina, Coréia do Norte, vejam o que acontece com quem usa isso. Como ttrabalho na área da saúde, observo o desastre social que trás as drogas: álcool, maconha, cocaína, crack, heroína. Todas são um "cancro" social. Em nosso país ainda há prioridades maiores a serem discutidas do que liberar isso. Deveríamos sim, restringir o uso do álcool e não a partir da permissividade que ela trás, liberar a maconha. Vão em países nórdicos e vejam como se consome o álcool ou droga lá. Mas lá, países nórdicos, a população está socialmente mais avançada que nós, porque buscaram na educação a mudança do país.

  5. Carlos

    05/08/2012 01:01:19

    Ops... "meu" filho!

  6. Carlos

    05/08/2012 00:59:42

    Colega, particularmente, eu que já fumei por mais de quinze anos, posso dizer que um "benefício" que a maconha traz é deixar o usuário sossegado em casa, e muitas vezes o incentiva a ler um livro, por exemplo, (ou um dicionário)... ainda, se atleta for (como também sou), poderá incentivá-lo a comer aquele comidinha gostosa e ir dormir, para no dia seguinte ir treinar firme. Eu, quando tinha a maconha, ficava meses sem beber a perniciosa droga líquida e legalizada... Enfim, a maconha não te "trás" nada além disso. Entretanto, se quiseres falar de malefícios, então, vamos parar de usar refrigerantes, adoçantes, carne vermelha e tudo que, em demasia, causar-lhe-á câncer. Não digas o que não sabe, caro colega... minha mãe, embora nunca o admitisse, preferia que eu queimasse um e viesse bater um papo e jantar com ela, ao invés de ir encher a cara e ficar a noite inteira por aí... concluindo, eu preferiria que seu filho fumasse um ao invés de beber ou fumar cigarro. Bom, deixe pra lá!

  7. Luis Zenon Neto

    04/08/2012 23:08:44

    Maconha nao leva a nada. Prejudica as pessoas e instiga a usar outras coisas. Falo por conhecimento proprio. Mas a politica anti drogas nao funciona. As drogas sempre estarao a disposicao de quem quer usala-las. Se o cara quer vai comprar na favela, na boca, ou na rua, tanto faz, vai ter que conviver com gente da pior especie.

  8. J.Andrade

    04/08/2012 05:40:22

    Gostaria que os que defendem a liberação da maconha, a fizesse sem comparação com álcool, pois os efeitos são distintos. A maconha trás consequências distintas as pessoas. Ora, liberar o que é prejudicial? Que benefício trás? Se o que compõe a maconha, trouxesse benefícios, nosso organismo o metabolizava. Rídiculo partir do pressuposto que não trás malefícios. Estudos? Direcionam-se para onde querem os defensores. Num país em que critérios básicos não são considerados pela população: educação e saúde, pois nao vejo passeatas para isso, como liberar algo maléfico para o organismo, em geral,nessa população sem senso crítico? Numa população de mais de 70% de analfabetos funcionais? País, com famílias destroçadas, com boa parte de filhos sem pai, apenas com mãe ou avós cuidando? Cito Cuba como exemplo de educação,saúde e esporte sempre. Vão lá e verão se há maconha como aqui. Não sou comunista, defensor de regimes autoritários, como sempre aqui posto, mas não pode haver saúde com uso de maconha. Se Phelps assim o fez, foi talvez por uso esporádico. Trabalho na saúde e acompanho os danos da maconha trás. Aqui não seria o espaço para discussão ampla. Os danos causados são distintos, como gente que fuma 3 maços ao dia de cigarro e vive razoavelmente bem, como há pessoas que com 10 cigarros dia estão com danos muito maiores. É relativo essa posição de sim ou não para drogas. Phelps tem a genética e o preparo de um atleta. Perguntem a Pelé se usou alguma vez isso. Perguntem ao Messi, Zico, Rivellino, o falecido Ademar Ferreira, Airton Senna. Duvido. Talvez uma minoria. Ah, me esqueci: reparem se nas passeatas,pró liberação da maconha há a presença de pai e mãe com filhos de braços dados pedindo isso. Vejam quem está lá presente. Quem é pai sabe o que digo.

  9. mano

    03/08/2012 23:14:27

    dopping que nada , o cara deve ter tido cruzamento com peixe elétrico e tem um motorzinho que aciona as pernas ( hehehehehahahahahehehehe) e nas horas vagas como bom brasileiro ( tudo de ruim é aqui mesmo ) da um tapa na macaca ( devia ser processado pela agressão aos animais hahahhahahehehehe)

  10. mano

    03/08/2012 20:07:49

    caracas , entaum é a maconha , o diferencial do cara . Podem ficar tranquilo , tranquilo , em 2016 vai ter só da minha rua uma duzia de excelentes atletas , tem noite que os cara conseguem fumar uns 50 bags , hehehehe vai ser uma enxurrada de medalha na Rio 2016 , só que as de ouro não saem da cidade , podem anotar , hehehehehe

  11. Paulo

    03/08/2012 16:53:09

    Hipócrita total...Você precisa estudar o assunto. Alcool é uma droga muito mais destruidora - segundo estudos cientificos de diversos paises. É o que eu peço, todos devem estudar para debater, escutar de especialistas, e não o que a televisão quer que saibamos. Usem a internet para ficarem mais inteligentes, desliguem suas Tv´s.

  12. PauloH

    03/08/2012 15:45:20

    E agora, cadê o "maconheiro decadente"? Phelps acaba de ganhar a final do 100 borboleta. Cadê os Zé Coxinhas pra falar bobagem?

  13. Carlos Humberto Zangleonne

    03/08/2012 13:45:34

    Acho muito engraçado falarem do dopping dos outros, se formos só pela maconha o que dizer do Giba no volei ou brasileiro não vale.

  14. José Renato de Campos Araújo

    03/08/2012 11:14:09

    Caro Juca, todo apoio, o esporte aproxima sim as pessoas das drogas. Vá a uma academia em qq lugar do Brasil locais onde sempre se encontra traficantes de drogas, que as vendem com o sugestivo nome de Suplemento Alimentar.Tenho 43 anos, e na minha infância e início de juventude jogava futebol seriamente, seja na escola, como na 1ª e única escolinha de futebol pública de SP (escolinha de futebol da Aclimação, Pq da Aclimação) e também atuei na várzea paulistana, seguramente foi a época da minha vida em que mais tive contato com drogas, sejam as lícitas (alcool e cigarros - todo campo de futebol de SP, várzea ou clubes particulares há um tradicional boteco) ou ilícitas (maconha e cocaína). Sem dúvida, vi e tive contato com traficantes muito mais vezes nesta época do que em outras épocas da minha vida, mesmo qdo estive na universidade, local que para o senso comum a droga sempre está presente. Parabéns, Juca, vc é o único lúcido nesta imprensa hipócrita, e nem falei de doping.......rs. Abs

  15. João

    03/08/2012 02:03:01

    Ainda bem que vc reconhece que é hipócrita, meu caro...Aliás, quando seu filho fizer 18 anos, dê um balde de cerveja e caipirinha que ele viverá nesse mundo limpo em que vc vive...

  16. André

    02/08/2012 20:34:22

    É isso aí!!!

  17. sidneyc

    02/08/2012 20:17:58

    Há tanta coisa boa, gostosa e divertida para ser feita nessa vida tão maravilhosa e curta que com certeza, fumar, seja lá o que for, não é uma delas.O comentário de que o esporte com frequência aproxima as pessoas das drogas pode ser verdade para o de alto rendimento, mas o esporte como fonte de educação e formação do caráter na juventude é fundamental.

  18. Rodrigo

    02/08/2012 12:37:24

    O texto já passou, mas quero comentar aqui, assim mesmo.Discordo da defesa de que usuário de maconha ou seja a droga que for é vítima e usuário responsável. Ao adquirir drogas, seja maconha, cocaína, crack, ele financia todo um esquema e sistema voltado para lucrar com a degradaçaõ humana...a naõ ser é claro que o Phelps tenha consumido a maconha que ele próprio cultivou no quintal de caso, o que é proibido nos estados unidos (até onde eu saiba). Não existe uso responsável quando se financia a degradaçaõ humana ou a marginalização e crimes.Naõ sou contra em si o uso de drogas...acho que cada um tem da vida aquilo que busca, mas sou totalmente contra em se financiar tráfico de drogas. É claro que não podemos comparar o efeito da maconha com o Crack...Acho que está na hora da sociedade mudar o foco da discussão...coibir não adianta, pois é muito fácil conseguir drogas, seja aonde for...acho que está passando do momento de discutimos uma gradual legalização das drogas.

  19. TATUAPE

    02/08/2012 06:08:11

    .Nunca fumei nem cigarro..Aprecio sempre que posso minha cerveja e caipirinha..Penso que a maconha aproxima as pessoas de tudo o que não presta..Phelps fumar é problema dele, porém, infelizmente, associa maconha à imagem do excepcional esportista..Eu tenho que me preocupar muito com o meu filho para não ter associações com esse mundo sujo..Se isso é hipocrisia sou o maior e mais ferozmente hipócrita..

  20. milton

    02/08/2012 01:37:21

    Muito legal Felippe, sensata a sua opinião, tem meu apio e admiração.

  21. Felipe B.

    01/08/2012 23:26:31

    Obviamente que esse prejuizo causado a imagem do nadador foi retrato de uma midia sensacionalista e manipuladora. Nao esta provado integralmente que a maconha causa danos a saude, e se causa, é em quantidades excessivas. Ademais, no caso do Phelps, que parece ter fumado somente uma vez (caso contrario seria pego novamente no antidoping) por diversao, é mais inocuo (sim esta é a palavra certa) ainda. Enfim, nao é a toa que ele se tornou o maior medalhista olimpico, pois demonstra competencia e seriedade quando necessario. Se ele fuma maconha ou nao em seu tempo livre, vai da liberdade e responsabilidade do proprio. Quem saiu mal mesmo foi a midia porca que sempre quer vender mais seus jornais demonizando a maconha e fazendo publicidade de cerveja (quanta hipocrisia), e agora ve o "drogado" fazendo historia. bem feito!

  22. Rafael

    01/08/2012 23:06:53

    Phelps, sozinho, tem quase tantas medalhas de ouro quanto o Brasil em todos os tempos e em todas as modalidades - são 15 dele contra 21 nossas, fora duas de bronze e duas de prata que ele recebeu com enfado. Mesmo assim Juca prefere lembrar que ele foi visto em uma foto com um Bong...isso é que jornalismo bom e equilibrado!Sem noção...

  23. Felippe Fontes

    01/08/2012 21:28:55

    Caro Juca , o que aproxima das drogas nao e o esporte , esta mais do que comprovado que a pratica de atividades fisicas e o esporte livra os jovens das drogas.O que faz mal e a fama,o estrelato , o dinheiro em grandes quantidades , os falsos amigos e principalmente a falta de educacao! Vamos criancas pratiquem esportes!

  24. valmir

    01/08/2012 19:20:35

    cada pessoa tem seu limite, se usar droga alem desse limite vai causar problema pra si, pra família e para terceiros. o pior é que as pessoas pensam que conhecem o limite.

  25. roberto soares

    01/08/2012 19:13:44

    Caro Juca, o Phelps é fantástico, possui uma genética privilegiada. Mas com certeza ele piorou o desempenho dele em demasia. Ele pensou que apenas a aptidão física irião dar-lhe medalhas de ouro. Não que isso seja por conta da maconha, mas com certeza ele relaxou nos treinamentos. Vi diversos relatos de outros nadadores dizendo que o phelps sem a tremenda aptidão física que tem, nem nas olimpiadas estaria. att

  26. Fabião

    01/08/2012 18:57:20

    A maconha é ilegal e por isso arrecada muito também: para os traficantes, para os bandidos do governo e para os bandidos da PM.A proibição é a alma do negócio desses caras, por isso são furiosamente contra a descriminalização...

  27. Saudosa Maloca

    01/08/2012 18:24:07

    Que comentário moralista....Imagem não é nada, sede de viver é tudo....Salve Michael Phelps maconheiro....Abaixo a ditadura do IBOPE... abaixo a caretice dos udenistas....Os atletas, se quiserem, também podem fumar unzinho de vez em quando.

  28. Paulo Neves

    01/08/2012 16:54:53

    Interessante trazer a discussão sobre drogas e esporte. Atletas de alto nível sempre estão com "machucados" devido ao imenso esforço que se sujeitam... Não seria dopping um caso como do Ganso, que tomou infiltrações para disputar as partidas da Libertadores?

  29. val mg

    01/08/2012 16:35:12

    Eu sei que o indice de leitura dos brasileiros é paupérrimo, mas adoram dar palpites né Andre? Por isso igrejas pegam dizimo dos otários, e o governo nos rouba sem a menor vergonha.....

  30. val mg

    01/08/2012 16:28:38

    Assino embaixo Igor!!!!

  31. Valle

    01/08/2012 16:05:33

    Se o moço Phelps tivesse conhecido e seguido os conselhos de "Ti Zé", de Minas, já estava com umas 40 medalhas e uma coleção maior que a do Casanova."O que importa mesmo é Dinheiro, Muié e bicho de pé"."Qualquer cachaça ou droga faz o garanhão peidá na espoleta, negá fogo, que nem garrucha véia.""Quem não aprecia, se atraca com a pinguinha e pita seu "bob marley"."Gôsto eu respeito e vai de cada um."Rafael, melhor seguir assim, na lei de Ti Zé...

  32. Márcio

    01/08/2012 15:35:08

    Anota ai , esse australiano é medroso, na semi final , era para ter olhado para o placar para ver o seu tempo , mas ficou mais preocupado em olhar para onde estava o Cielo, vai amarelar

  33. Robertto

    01/08/2012 14:36:31

    A que ponto chegaste, caro Juca...apologia a maconha?!?!

  34. Alailson

    01/08/2012 14:26:03

    Caro Juca. Acho que não devemos misturar as coisas. Os estudos mostram que a prática de esportes como busca de uma vida saudável afasta das drogas (precisamos discutir e ampliar o nosso conceito de drogas) e de vícios (outro conceito que precisa ser revisto). Assim como estudos também mostram que o consumo de maconha está associado a outras doenças, como doenças respiratória, por causa da inalação de fumaça, e sindrome do pânico. Porém concordo que o esporte, quando alçado ao estatus de espectáculo e, principalmente, negócio e os atletas transformado em celebridades aproxima mais do que afasta das drogas, principalmente quando o atleta está em baixa e busca no vício uma fuga. Concordo também com o leitor Jônatas que esporte de alto rendimento não tem nada a ver com com saúde, pois o atletas são submetidos a esforços sobre-humanos para alcançar uma meta e a ambição por um grande resultado leva ao mesmo fazer coisas impensáveis do ponto de vista ético/moral, incluindo o dopping. A hiprocrisia é grande em vários níveis (mídia, atletas, treinadores, patrocinadores, etc.). Abraços.

  35. Lucas Buzatti

    01/08/2012 14:01:23

    Quanta hipocrisia e falta de informação. Teve gente até falando que "a conquista do título se deu pelo uso da maconha". Como assim? A canábis não tem nenhuma propriedade que promova vantagem na prática de exercício físico, apesar de seu uso responsável também não afetar o desempenho de qualquer atleta. O que aconteceu com Phelps foi um claro exemplo de como a política de guerra às drogas capitaneada pelos EUA vitimiza, de forma cruel e caluniosa, usuários responsáveis da maconha. O campeão mostrou que é possível, sim, ser uma um atleta de ponta e fumar um baseado. Assim como é possível ser um engenheiro, um jornalista, um médico ou um advogado de sucesso e consumidor da erva.Já passou da hora de o debate racional sobre as drogas vir à tona. Esse discurso moralista-babaca de demonização está mais que ultrapassado.Parabéns ao Phelps, grande campeão. Que um dia tenhamos a oportunidade de fumar um juntos!

  36. Rodrigo

    01/08/2012 13:45:20

    A importância do esporte não é livrar as pessoas das drogas, mas dar opções. A pessoa que prepara seu corpo e sua mente, abre portas e gera possibilidades. Mas não salva das drogas, pois usar ou não alguma substância ilícita depende apenas de cada um...você quer ou naõ usar ou beber algo? O esporte em determinados momentos aproxima sim, todos os tipos de pessoas irão querer se aproximar daqueles que são famosos...agora, a pessoa que naõ estuda, não pratica esportes criam menos possibilidades e, muitos acabam agarrando aquilo que aparece...alguns por naõ terem oportunidades, outros porque querem chegar a algum lugar de forma fácil. O problema das drogas em si não está no usuário. Se você quer acabar a sua vida, o problema é seu...faça. O problema é o que o uso de tais substancias geram de complicações para sociedade...aumento da marginalidade, de crimes, tráfico de outros atirgos (como armas). Não sei se o certo é legalizar ou criminalizar as drogas e o uso, mas com certeza a resposta para o problema do tráfico naõ está em o Estado se omitir. O estado precisa/deve criar possilibidades para que as pessoas, principalmente os jovens, tenham opções e boas opções...como o esporte. Recomendo apenas ter cuidado em como se trata as coisas...ganhar por ganhar, por que se investiu muito ou pouco dinheiro não é a resposta. O investimento no esporte não pode estar atrelado em conquistas de medalhas, pois aí vamos ver o que aconteceu em diversos país com casos horrorosos de doping. A cobrança não tem quer na conquista de medalha, mas no tempo que a pessoa se compromete com aquele apoio que recebeu do governo. Digo isso incluise com referência as últimas declarações do ministro Rabelo.Com certeza não existem respostas fáceis e nem soluções fáceis para a discussão levantada, mas com certeza não resolveremos nada com o estado se omitindo e não fazendo o seu papel.

  37. Andre

    01/08/2012 13:42:15

    e usa substancias milogrosamente mascaradas para nadar melhor que os outros, como todos os nadadores de elite

  38. Philippe

    01/08/2012 13:39:02

    Impressionante o conservadorismo que esse Juca Kfouri se meteu.

  39. peixoto-pres.prudente/sp

    01/08/2012 13:11:31

    Impressionante é a hipocrisia de nossa sociedade.....Acham um absurdo o cara fumar um baseado e não dão a mínima quando o cara enche a cara de alcool e sai matando inocentes no trânsito.....Um dia, o mundo perceberá que o alcool é muito mais perigoso do que um simples baseado.....Ah mas a bebida é liberada, arrecada muito dinheiro em impostos....

  40. Marcelo Balboa

    01/08/2012 12:57:16

    Então caro Juca!Vamos acender um para comemorar!!!! rsrs

  41. Igor

    01/08/2012 12:55:37

    E os outros são alienados?? Todos começam no alcool, não na maconha.As ´pessoas que utilizam drogas mais pesadas as utilizariam de qualquer maneira, e fumar maconha só facilita o acesso por ser criminalizada e consequentemente só ser adquirida pelo trafico. Ningeum rouba pra fumar maconha, e inclusive a maior parte dos usuários de maconha não usam outras drogas. O alcool destroi famílias mas a propaganda do horário nobre mostra pessoas bonitas e felizes bebendo e se divertindo. Mais que provado que os males pra saúde causado pela maconha nem se comparam com os males do alcool que matam milhões por ano. Quem é o hipocrita aqui?? Faz um favor, pega sua cervejinha e vai assistr a globo.

  42. Augusto Rocha Coelho

    01/08/2012 12:48:17

    Caro Juca! o que mais preocupa é a publicidade que se da a um mau exemplo como este, ta na cara que a conquista dele se deve ao uso da maconha. No Brasil, um exemplo identico é a mnutenção por tantos anos dos Politicos; dos dirigentes do Futebol, agora com um que fez as duas coisas politico e dirigente Sr. Marin e o que dizer do Presidente do COI que não fez diferença alguma as denuncias sobre corrupção do Pan e a poderopsa Globo, ainda, da palanque para esse corrupto maior. O efeito é o mesmo da maconha do grande NADADOR. Quando é que isso vai mudar?

  43. Jônatas

    01/08/2012 12:41:09

    Anyway, esporte de auto-rendimento não tem nada a ver com saúde. Não confundam as coisas. Pelo contrário, faz até mal.

  44. val mg

    01/08/2012 12:37:13

    Respeito a opinião de todos e me reservo ao direito de emitir a minha de forma mais simploria possivel. O Sr Alisson só esta repetindo a propaganda contra o uso da cannabis, na realidade existe muita hipocrisia, aconselho a todos que experimentem, de acordo com a OMS (Orgão da ONU que trata da saúde) a maconha é menos maléfica do que o alcool e o tabaco, assistam ao documentario da BBC de Londres reproduzido no Brasil pela publicação Super Interessante da Abril, e tentem compreender melhor a situação. Eu sou a favor da liberação como está sendo feita em outros países como o nosso vizinho Uruguai. Abçs.

  45. Leonardo F.

    01/08/2012 12:36:26

    Porque tanta hipocrisia ???A forma como as pessoas pensam continuam as mesmas, só que agora todos tem acesso as informações mais rapidamente. Um paparazzi tira uma foto e segundos depois já está na Internet circulando pelo mundo.Drogas, racismo, preconceitos social etc etc etc.As drogas continuam circulando pelo mundo como sempre aconteceu.O racismo continua da mesma forma como sempre aconteceu, vide a judoca brasileira.O preconceito social o mesmo também.Então, essa hipocrisia do politicamente correto é uma tremenda babaquice. A imprensa não faz nada para mudar, apenas noticia e pronto. Tudo é esquecido dias depois. A mudança tem que começar dentro da sua casa e de sua cabeça, pense nisso !!!

  46. beto

    01/08/2012 12:29:49

    fato

  47. neder

    01/08/2012 12:28:42

    Nosso grande Giba também passou por uma dessa e também superou o episódio com sucesso. O "bong" não foi suficiente para derrubar as feras...

  48. silvio cezar

    01/08/2012 12:27:16

    São Paulo,só empata, mas tem uma boa regularidade em várias copas ao mesmo tempo, devendo contabilizar certo desgaste.Após a saída de Dagoberto para o Internacional, Lucas perdeu o companheiro que o poderia colocar em frente ao goleiro e tem até que vir armar a jogada pois o feutebol brasileiro está carente de jogadores chamdo os camisa 8, como Renato, Paulo Isidoro, Adílio, que fazem a assistência ganhadora.

  49. Guilherme Jorge

    01/08/2012 12:18:24

    Como q um boxeador vai disputar varias categorias sendo q elas são divididas por peso? Isso é impossivel.

  50. amauri guizelini

    01/08/2012 12:16:23

    É muito bom que ele tenha ganho tantas medalhas. Parabéns !!!

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso