Blog do Juca Kfouri

A Argentina é melhor no basquete

Juca Kfouri

Num ginásio, enfim, à altura de receber os grandes craques do basquete mundial – coisa que não acontecia na Vila Olímpica – Brasil e Argentina disputaram um primeiro tempo de primeiro nível.

O quarto inicial, então, foi de tirar o folêgo, com uma vantagem brasileira de 26 a 23 e com Marcelinho Huertas jogando com o brilho que Ginobili e Scola têm e com Delfino em grande noite.

Mas os brasileiros eram melhores e Scola teve de sair porque fez duas faltas rapidamente.

No segundo quarto os argentinos tomaram conta e venceram por 23 a 14 ao impor um ritmo mais forte e quebrar o padrão dos brasileiros, que foram para o intervalo perdendo por 40 a 46.

Mas terríveis mesmo foram os primeiros três minutos do segundo tempo, quando os argentinos aumentaram a diferença para dez pontos como fruto de um verdadeiro enlouquecimento do time nacional, querendo resolver as jogadas à força e se dando, naturalmente, mal.

E sobrou um desafio nada desprezível para o quarto quarto, depois de um terceiro que só ficou equilibrado quando o time nacional começou a marcar pressão: tirar dez pontos de diferença, 64 a 54 para os argentinos, que fizeram 18 a 14 neste período.

O primeiro quarto tinha sido uma exceção.

E tudo que os brasileiros faziam com grande esforço, os argentinos desfaziam com suavidade, fruto de sua maioridade como equipe de basquete.

Aos trancos e barrancos, porém, ao faltarem 5m33s a diferença havia caído para apenas seis pontos.

Ao menos, o basquete brasileiro endurecia para o argentino muito mais que o vôlei argentino endureceu para o brasileiro, se é que isso é um consolo.

Mas tinha jogo e a diferença foi a dois pontos faltando pouco mais de 4m.

Por três vezes o ataque brasileiro desperdiçou bolas preciosas e a diferença voltou aos seis pontos.

Leandrinho fez uma cesta sensacional de três pontos e fez 71 a 74, faltando 1m46, numa finta seca que deixou um hermano no chão.

A bola do empate, na mão de Marcelinho Huertas, não deu certo: deu aro.

E ao faltarem 52s a diferença voltou aos cinco pontos.

Tinha jogo.

Mas o Brasil perdeu o ataque, fez a falta e Scola não perdoou: 78 a 71.

Fim de papo.

O basquete brasileiro voltou a existir, é fato.

Está entre os primeiros, mas ainda não no nível dos quatro melhores.

Agora é persistir com o trabalho de Ruben Magnano.

O jogo acabou 82 a 77.

Mas chamou a atenção a festa dos jogadores argentinos já longe da vista da torcida, o que deu a medida do respeito dedicado ao quinteto brasileiro.

  1. Silvano Cesar

    12/08/2012 10:58:44

    A argentinha ESTÁ melhor, né Juca, mas historicamente somos muito melhores!

  2. Marcio Corrêa

    10/08/2012 15:54:54

    Juca. Somos de quinto pra baixo.Já comentei sobre isso algumas vezes e vou repetir minha opinião (que acho ser parecida com a sua): Nosso time (Brasil, ao longo dos tempos) é limitado! Sempre foi, com alguns ligeiros desvios, para cima e para baixo. A última vez que o Brasil fez uma semi-final olímpica foi em 1968!!! Ou seja: Somos de quinto pra baixo!Um fato muito importante para mim, é que temos apenas DOIS jogadores (mesmo assim, proporcionalmente entre sí, diferentes!) que são DECISIVOS em suas equipes: Os "Marcelinhos" (Huertas no Barça e o Machado no Flamengo)... Os outros todos, são coadjuvantes... NÃO estão acostumados a decidir!!! Isto é fundamental para uma equipe ganhar ou perder jogos em qualquer competição, ainda mais em uma Olimpíada. Precisamos formar esses atletas, ou busca-los em nossas equipes. Precisamos intercâmbio maior entre seleções, torneios amistosos... Etc., etc., etc., etc.... Não foram os lances livres, e sim o PORQUÊ de errá-los, que nos faz perder!

  3. Maurilio

    09/08/2012 23:43:12

    Lances livres. O Brasil errou muitos lances livres, e isso pode decidir um jogo, como decidiu. Jogadores como Thiago Splitter e Nenê, que jogam na NBA, não deveriam errar tanto assim. Além disso, em alguns momentos, bateu o velho e conhecido descontrole emocional. E o Anderson Varejão, por que saiu e não voltou mais? Alguém sabe?

  4. Afonso Candido de Oliveira Junior

    09/08/2012 22:44:41

    infelizmente amarelou

  5. ricardok

    09/08/2012 19:38:50

    Os muitos que criticam o Splitter por seu baixo aproveitamento nos lances livres, não acompanham o basquete mundial e não sabem o que dizem. O Shaquille O´Neil, um dos maiores pivós da história, que ganhou tudo, era péssimo nesse quesito, tanto que os adversários faziam falta de propósito nele quando estavam em desvantagem no placar pra tentar equilibrar. O Superman Howard, o melhor pivó americano da atualidade, que não está em Londres por lesão, é outro que não chega aos 50% de aproveitamento. O Thiago está muito bem no San Antonio Spurs, jogando cada vez melhor, e jogou muito bem em Londres; a questão dos lances livres é secundária.

  6. Ze Paulo

    09/08/2012 17:14:00

    Cesar, me referia aos jogos das olimpíadas, mais especificamente a de 88. Me lembro que naqueles anos (86 a 89, por aí), a gente sempre perdia. Já 96 e 2000, a gente perdeu mesmo sendo superior.Abç

  7. guilherme rezende

    09/08/2012 15:39:12

    Juca,tenho postado mensagens discordando de suas posições. Por vezes em relação aos seus posicionamentos políticos, por vezes em relação ao futebol.Quanto ao basquete, esporte em que ambos jogamos, concordamos em tudo.Foi muito legal acompanhar essa campanha, saimos de cabeça muito erguida.Um abraço.

  8. Karina

    09/08/2012 14:45:17

    Juca, olhando o quadro de medalhas, me parece que o Brasil tem a maior porcentagem de bronzes, em relação ao total de medalhas: 70%. Outros países como Canadá e Polônia também têm porcentagens de bronze elevadas, enquanto EUA, China, Reino Unido, têm menores porcentagens. Isso significa alguma coisa, no sentido do poder de decisão ou do preparo para finais dos brasileiros?

  9. AM Barbosa

    09/08/2012 14:33:54

    Ninguém discute a qualidade dos jogadores brasileiro, mas acho que ainda falta um pouco de raça e de vontade de vencer.

  10. Luciana

    09/08/2012 14:28:11

    Eu acrescentaria um "ainda" ao "está".

  11. Rodrigo

    09/08/2012 13:58:16

    O time nao foi outro, o figueirense é que foi o mesmo...

  12. TATUAPE

    09/08/2012 12:59:34

    Muito obrigado caríssimo Souza Pinto..Uma crítica sua pra mim tem muito peso, agradeço e levarei em conta nos próximos comentários..Por favor, só me dê uns descontos, pois, são-paulino, santista, flamenguista e outros torcedores é muito legal ler, discutir, discordar e concordar. .Como por exemplo, você..Agora, anticorintiano às vezes me faz perder a linha aí nem eu me aguento, ahahaha. Abraços

  13. Marcos Calciolari

    09/08/2012 12:15:47

    Agora voltamos a ter um time respeitável no basquete, nem sempre iremos ganhar, a Argentina esta alguns anos na nossa frente... os Brasileiros fizeram um bom papel... devem estar orgulhosos...

  14. jr rs

    09/08/2012 10:58:13

    Acho que o marcelinho machado nao acertou nenhuma bola de tres em todo o campeonato, ele e ridiculo, nao pode ser convocado, e inexplicavelmente continuava ganhando chance no time, os jogadores brasileiros nao sabem fazer o basico no basquete, jogar a bola pra cima e fazer o arco, porque o varejao nao jogou o ultimo quarto? o marquinhos merecia mais chances, é o unico que tem o arremesso tecnicamente correto.

  15. Rodrigo

    09/08/2012 10:25:15

    Juca o que falta para nosso pais ser uma potencia olimpica? Fico olhando os atletas americano com tanta medalha a China tambem, o governo desses paises insentivam o esporte na formacao de atletas? Porque no Brasil a algum investimento so na epoca de olimpiada ou pan americano? Juca nao esta na hora do governo olhar nosso atletas com mais carinho, colocar a pratica de algum esporte na grade curricular nas escola, fazer como no Estados Unidos ligas universitarias para melhorar o nivel de nosso atletas, eles nao tem culpa nenhuma se nao trazem resultados muitos treinan em pessimas condicoes, Juca me responda essas pergunta um abraco

  16. Uriel

    09/08/2012 10:16:11

    Parabéns Juca, pela excelente postagem.É isso mesmo. Estamos no caminho certo. Lutamos e quase deu, mas ainda faltam alguns detalhes. Lembremo-nos que a Argentina está com sua equipe em "fim de carreira", enquanto nós temos, ao menos eu acho, mais uma olimpíada com este grupo quase que completo, exceção feita ao Marcelo Machado que ao meu entender deve ser substituído pelo Dedé, ou por um outro ala que o técnico deseje.Foi demais ver o Brasil bem representado. Medalha olímpica? Em breve! Vamos torcer pela re-massificação do basquete brasileiro.Valeu!

  17. souza pinto

    09/08/2012 09:54:17

    Tatuape,Parabens.Otimo comentário.Perfeito.Desculpe a brincadeira,voce só exgera um pouco,quando permite que a paixão pelo Corinthians,em seus comentários,faz com que seja parcial.Mas,meu amigo,paixão é paixão.Por acaso eu não me altero quando falo do São Paulo?Um abraço.

  18. joão paulo tricolor

    09/08/2012 09:40:52

    Foi dureza. Mas jogamos bem, endurecemos, mostramos o nosso real valor. Esse basquete que o Brasil mostrou nessa olimpíada sempre existiu, só que por conta do mal trabalho dos administradores, ele estava adormecido. Que bom que acordamos com esse genial treinador argentino. É dar continuidade e fortalecer as ligas. Mas é delicioso poder voltar a assistir esse esporte emocionante que é o basquete. Parabéns a todos jogadores brasileiros! V6 foram fantásticos.

  19. Erick

    09/08/2012 09:39:04

    Acertou em cheio

  20. Adrián

    09/08/2012 09:38:43

    Juca na minha opiniao o Magnano é o melhor técnico do mundo e Zefini.Assim como o SPLITER É O PÉSSIMO DOS PÉSSIMOS e zefini. Pivozinho fraco esse viu PQP!Huertas e Varejao sao os únicos que prestam, o resto acompanha...

  21. Danilo Baggio

    09/08/2012 09:32:08

    A Argentina é melhor e ponto. A idiotice "sem fim" foi ganhar da Espanha e pegar a Argentina. O espírito olímpico que me desculpe, mas o Brasil teria chance de chegar a uma final se não fosse a ideia idiota de que temos que respeitar o espírito olímpico. Vejam a seleção de vôlei masculina, sempre usa o regulamento a seu favor, independente das críticas, e consegue resultados e é por isso sempre aclamada. Abr

  22. Vinicius Lima

    09/08/2012 09:29:27

    Jogador de basquete brasileiro é muito peladeiro!!!!!

  23. Ronaldo

    09/08/2012 09:28:07

    Observação muito justa.

  24. Ricardo

    09/08/2012 09:09:41

    Corrigindo: 68%

  25. souza pinto

    09/08/2012 09:08:12

    Amigos,Gostaria meramente de dizer que não concordo com o uso de palavras que ofendem.Por exemplo a palavra "ignorante"usada pelo Raul.Entendo que o Carlos Leonel tem todo o direito de se manifestar,observados os limites que compete ao moderador julgar.Não concordo com o que disse o Carlos Leonel,por entender que devemos tratar o assunto só na esfera esportiva,não perdendo o respeito pela nacionalidade de um povo.Só isto.

  26. MARCOS VALÉRIO ROCHA

    09/08/2012 09:07:04

    Começou a era Dorival Jr no Flamengo. O time foi outro. Atacou organizadamente. Já no primeiro tempo teve três chances claras de gols. Depois os dois gols no segundo. Cácere se encaixou bem. Negueba deu show e os garotos Thomas e Adryan foram firmes com personalidade. No mais, Love voltou a resolver..

  27. André

    09/08/2012 08:57:16

    Juca,As atletas do badminton que perderam de propósito, pra escolher adversárias na fase seguinte, foram desclassificadas dos jogos. Não caberia o mesmo à seleção da Espanha de basquete masculino?? Aquele jogo contra o Brasil foi um corpo mole descarado!!!

  28. china

    09/08/2012 08:55:10

    Temos um bom time,um time ainda em formação,mas que ainda vai nos dar muitas alegrias,desde que o trabalho que está sendo feito tenha continuidade.Quanto a Argentina eles foram melhores e mereceram a vitória,vitória esta que poderia ter sido brasileira,não fossem os erros em momentos decisivos que o Brasil cometeu......

  29. Ricardo

    09/08/2012 08:53:01

    Bom, comentário quase perfeito. O aproveitamento do Brasil foi lamentável, mas o da Argentina foi exatamente igual (19/28) = 50%.

  30. kauhl

    09/08/2012 08:30:29

    Mais uma vez, penso que nosso time merece os parabéns por ter trazido o Brasil de volta ao segundo escalão internacional. Nos últimos anos nem isso vínhamos conseguindo. Essa posição de 5º a 12º é praticamente a faixa em que o basquete brasileiro sempre viveu. E com a política de esportes vigente no Brasil, não dá pra cobrar mais que isso desses jogadores.Temos que cobrar é dos nossos políticos e dirigentes. Vivemos num país onde mal existem quadras para prática do basquete. Quem joga basquete, mesmo pelada, sabe bem do que estou falando. O tamanho da nossa base praticante é ridículo em relação à nossa população.O time mostrou muita vontade e se dedicou na defesa. Mas as limitações do elenco são claras e só não vê quem não quer. Não existe tempo hábil para técnico de Seleção, por melhor que seja, corrigir os erros de fundamentos que nossos jogadores possuem. Isso sem falar na parte mental.Outra coisa, ao contrário do que muitos pensam, esse time não é jovem. Foi uma geração prejudicada por má organização, contusões e interesses pessoais. Jogaram muito pouco juntos e penso que já atingiram seu máximo.A hora agora é de planejamento e renovação. Temos que colocar a molecada pra jogar, dentro de um sistema claro e bem definido, e esperar que ao longo dos anos eles possam evoluir.

  31. rodrigo

    09/08/2012 08:26:30

    Mesmo perdendo, temos que aplaudir, sou um adorador do basquete, mais a tempo não via uma seleção brasileira simplesmente "jogar o jogo", jogar bonito, defender, fazer transição, enterrada, usar os pivos, etc.Sempre o que via nos anos 90 era o Oscar arremessando feito um louco para suprir a falta de qualidade tecnica da seleção, nos anos 2000 este papel passou para o Marcelinho Machado. Não suportava mais ver arremesso de 3 pontos!!!! Esta seleção, enfim é um time de basquete, a tecnico argentino que nos ensinou isto em pouco tempo (e ensinou este time da argentina tb), que tenha vida longa frente a esta seleção...

  32. Raul

    09/08/2012 07:40:06

    voce fez um comentário tipico de um ignorante, que confunde um jogo ou esporte com patriotismo.

  33. Carlos Henrique das Neves

    09/08/2012 07:35:35

    Amigo, o assunto aqui é esporte, basquete e volei, mais precisamente. Eles adoram ganhar da gente em qualquer esporte e nós adoramos ganhar deles da mesma forma. Ainda que um dos dois países venha a se tornar um paraíso para seus habitantes e o outro não, esta rivalidade no esporte deverá continuar e, dentro de certos limites, é saudável. A Argentina é um belo país. No campo social, político, econômico e até esportivo, torço para que crescam (no tocante ao esporte, que cresçam menos que nós). Para os argentinos, assim como para a maioria dos brasileiros, Maradona foi um gênio dos gramados. Pisou na bola fora dele. Mas isso não diminui sua genialidade em campo. Portanto, amigo, ganhar ganhar é sempre bom. Ganhar dos argentinos é muito melhor. O resto é preconceito sem sentido.

  34. Mário

    09/08/2012 07:08:50

    O que tem de técnico de basquete aqui hein? Nego deveria responder a um questionário antes de vir falar merda! Os argentinos são melhores que nós, mas a nossa seleção desta vez era especial. Mas não deu. Muito nervosismo e erros infantis. Marcelinho Machado tem que ser escurraçado da seleção!

  35. James

    09/08/2012 07:04:24

    Perfeita sua colocação! Preciso e exato! Foi isso que definiu o resultado da partida: aproveitamento dos lances livres.Time que tem 50% de aproveitamento em lances livres não merece sequer disputar uma olimpíada.

  36. Marcelo

    09/08/2012 07:01:11

    Concordo.

  37. carlos leonel

    09/08/2012 06:36:21

    Deixem os argentinos festejarem . . . Se para eles o importante é vencer o Brasil no basquet para nos o importante e crescermos como pais, conscientes de todas as nossas fraquezas . . . Saude, educaçao, habitaçao, cultura e depois mas nao menos importante, vem o esporte, esporte para todos e nao somente para quem pode pagar . . . O Brasil é grande e o seu povo é maior ainda principalmente porque nao se considera melhor do que ninguém, para nos basta sermos bons, competitivos e as vezes como aconteceu com a seleçao de 1982, basta que nos divirta . . . Para os argentinos um homem desiquilibrado e drogado é um atleta, mas nos queremos vencer com a cara limpa, sem ter que justificar nada e temos que saber que as nossas vitorias serao sempre contestadas pelos nossos adversarios, que nos consideram inferiores, de terceiro mundo. O caso do ginasta brasileiro que ganhou ouro nas argolas é um exemplo eclatante: A imprensa italiana foi a primeira a gritar "estranha, esta vitoria do brasileiro, é inaceitavel que vença um pais sem tradiçao" , os chineses seguirao a onda, mas se as regras e os juizes valem quando eles vencem porque nao valem quando nos vencemos . . . Tornando aos argentinos: um povo que se alegra somente com a derrota do seu principal adversario e que o considera como inimigo é somente um povo sem esperança e sem futuro . . . Nos somos melhores do ponto de vista humano e esperamos que eles mudem e entendam que o jogo é so um jogo e que o mundo é muito mais do que uma bola . . .

  38. DIEGO

    09/08/2012 02:53:01

    Juca, de fato a Argentina é melhor no basquete ... também no futebol.

  39. Dragão do Céu

    09/08/2012 01:58:24

    @Miss:O Nosso amigo Silvoney, não está errado no comentário... Já é o Vigésimo comentário falando que o Brasil deveria ter perdido ou entregado o jogo. Brasil perdeu, sim... Mas jogou com Coragem e com Honra. Não temos o melhor time, mas já temos um grande time, que vai ser muito maior ainda.Valeu pelo jogo Brasil!

  40. Frustação esporte clube

    09/08/2012 01:43:30

    Não disse que estes caras só estavam enganando? Vi algumas partidas desta seleção e me irritei com a quantidade de erros debaixo do aro. Gente,o básico do basquete é bola na cesta e sem isso fica impossível ganhar. lembro que o jogo estava 72 a 66 para a Argentina quando o Leandrinho "Felippo" entrou sozinho, praticamente sem marcação, e...errou pra variar. Quase mandei ele de volta para a escolinha, mas aí percebi que esta equipe masculina de basquete não é uma equipe. É um aglomerado de jogadores metidos a besta que jogam na NBA e vieram para os jogos apenas para se exibir. Coitados daqueles que acreditam que temos uma equipe! Prova disso é Nenê. O cara já cansou de matar os parentes para não vestir a camisa verde-amarela e ainda sim é chamado pelos técnicos. Lembremos que ele só aceitou participar destas Olimpíadas porque os americanos estrelões da NBA também iria participar. Ele não ia ficar de fora, né? Nem que pra isso tivesse que se sujar com a nossa camisa. Ganhamos desta envelhecida Argentina todos os jogos da fase de preparação e perdemos quando não poderíamos perder. É sempre assim. Me lembra Juliana e Larissa que cansam de ganhar Circuitos mundiais ao qual Walsh e May não estão nem aí e agora tende a se contentar com um bronze enlatado. Londres só não está pior graças as seleções de volei, que aos trancos e barrancos honram a camisa e sempre nos trazem conquistas. E quanto a Maureen Maggi ela não nos deve nada, pois já foi campeã olímpica. Cumpriu o seu dever com o país, enquanto os gringrinhos do basquete só iludiram os mais incautos.

  41. Alex Figueiredo

    09/08/2012 01:21:10

    Criticar o Magnano pela derrota é coisa mais absurda uma vez que se ele nao estivesse no comando desse time tenho certeza absoluta que nem teriamos ido a Londres. Logico que como torcedor teve coisas que tb nao entendi como ele deixar o Varejao tanto tempo no banco, insistir com Giovanoni e gastar minutos de jogo com o Marcelinho Machado um jogador que esta muito abaixo dos demais. Mas como disse o Nene nao perdemos pra um time qualquer e individualmente temos que reconhecer que eles tem um time superior ao nosso em qualidade tecnica e experiencia nos momentos decisivos. Temos que incentivar essa moçada que ja pode trazer frutos no Mundial daqui a 2 anos.Quanto ao baixo desempenho nos lances livres, isso é defeito de base. Dificilmente esses jogadores com baixo desempenho irao resolver esse problema. É como o nivel do passe no futebol brasileiro que esta cada dia pior. Falta de treinamento adequado na base.Mas concordo quanto a nao entender como jogadores como Splitter que um lance livre cai pra ele como uma cruz a carregar tem esse cartaz todo e joga na Liga Americana. Se tem um que esta a dever nesse time do Magnano esse um é o Splitter. Muito aquém do que se espoera de um jogador de NBA.

  42. César Augusto

    09/08/2012 01:16:25

    Juca,Realmente a atual geração argentina é melhor do que a brasileira, desde a aposentadoria de Oscar, e o surgimento da "generacion dorada" como dizem os hermanos.Agora, tem muita gente aqui, que deve ser novinha, que diz que o Brasil nunca teve uma geração melhor do que a atual.......falta de conhecimento histórico sobre o basquete brasileiro.A maior e melhor geração de jogadores brasileiros de basquete e como time, foi a geração dos anos 60 e inicio dos 70, quando o basquete foi o segundo esporte mais popular do país, anterior à geração de Oscar, que vc, Juca, conhece muito bem: NUNCA mais conseguimos os resultados que a geração de Wlamir conseguiu: 2 medalhas de bronze em jogos olimpicos (1960 e 1964), além de 2 titulos mundiais e 2 vice-campeonatos.

  43. Chute no vácuo

    09/08/2012 01:15:53

    Comentários como os do Silvoney são o maior exemplo de como falta discernimento para diferenciar as situações. Neguinho quer pegar uma estratégia de jogo que alguns consideram "feia", numa competição esportiva, e transformar isso em algo grandioso, como se fosse uma questão profunda de príncipios. Se for assim, então os orientais são um bando de pilantras que vendem a própria mãe, né? Já que eles são profissas nesse negócio de "perder hoje pra poder ganhar na frente".A gente bem que podia despejar toda essa gana por ética e dignidade em outras áreas, ao invés de gastá-la com migalhas que só mostram o quanto mentimos para os outros e para nós mesmos.

  44. Cesar

    09/08/2012 01:04:40

    Zé Paulo,Vc estava indo bem, até derrapar no final: desde quando ou QUANDO o volei argentino "estava" melhor do que o brasileiro???Refrescando sua memória:Campeonato Mundial de voleibol 1982, jogado na Argentina: Brasil vice-campeão, Argentina 3a colocada.Olimpiada 84 - Brasil vice campeão, Argentina - nem foi.Somente nos jogos olimpicos de 88 é que os argentinos ficaram na frente do Brasil (medalha de bronze, Brasil 4o colocado).Eles ganharam do Brasil em jogos importantes em olimpiadas: 88, 96 e 2000. Mas só, no retrospecto geral Brasil tem 83 vitórias contra 12 da Argentina.

  45. julian

    09/08/2012 00:49:52

    O VÔLEI NÃO PRECISA DE VOCÊ , não toque mas no nome dele. comente só sobre seu basquete inútil , em que o mundo inteiro luta para ser prata ou bronze , de tão chato que é ( ouro só para os americanos)

  46. Angelo

    09/08/2012 00:29:48

    Se o Sr. me permite gostaria de alterar a sua manchete." A Argentina "está" melhor no basquete"

  47. Marcelim

    09/08/2012 00:27:30

    Roberto, o problema é que um Oscar da vida seria apenas um reserva na NBA. O nível dos times lá obriga todos os jogadores a marcar, saber participar das inúmeras jogadas boladas pelo técnico, coisa que o oscar não sabia fazer.Essa seleção atual é muito melhor do que qualquer seleção brasileira anterior, o problema é que os outros países também contam com jogadores na NBA.Espanha, Argentina, França, Rússia todos têm como principais estrelas jogadores que jogam ou jogaram na NBA. O nível técnico dos atletas que jogam por lá, somada às regras, colocam os jogadores que jogam na liga em um patamar superior.Se você perceber, há um abismo entre os jogadores da NBA, os da liga espanhola, um pouco abaixo, e os da NBB. Aliás, o que afundou o Brasil foram os jogadores da NBB, como o Marcelinho Machado.

  48. TATUAPE

    09/08/2012 00:11:36

    .Juca Kfouri, Belattini e comentaristas,.Tenho lido muitas críticas à performance do Brasil nestas olimpíadas..Começo achar todas pertinentes..As que são dirigidas às autoridades políticas deste país..As que são dirigidas aos atletas..As que são dirigidas ao Nuzman e suas confederações..As que são dirigidas à imprensa..Enfim, as que são dirigidas a todos nós qual sociedade brasileira..É sinal que de alguma forma não estamos mais engolindo as mazelas costumeiras e de tão costumeiras, enraizadas nas práticas das instituições e seus dirigentes com seus conchavos e velhacaria deste país e suas instituições políticas, religiosas, esportivas, empresariais e outras..O que queremos são mudanças significativas de mentalidade, conduta, jeito de encararmos as coisas e sermos levados em conta em todos os momentos como nação e não apenas nas eleições dos mesmos patifes mais patifes..E só conseguimos mudar o mundo se nós mudarmos antes, primeiro..E o olhar, o espírito e avaliações críticas já é o início de uma profunda mudança..E temos que valorizar este espaço tão relevante e multiplicador de opiniões pelas opiniões emitidas aqui..Portanto, embora, eu tenha minha opinião e que esta vai ao encontro de algumas e de encontro a outras, considero todas pelos motivos supracitados, pertinentes..Parabéns a todos e ao Blog minhas gratidões.

  49. augusto franca

    09/08/2012 00:03:21

    Boa resenha, Juca ! No fim, é duro de admitir, mas a Argentina ainda tem mais competência. A campanha dos brasileiros e do técnico Magnano também merecem os parabéns. No entanto, no jogo de hoje, porém, achei os brasileiros perdidos, um pouco apáticos perto dos argentinos, acho que dominados pela ansiedade, por conta da baixa frequência em decisões internacionais, após longos anos distantes das Olimpíadas.Porém, é visível que temos potencial e precisamos de muito trabalho para evoluir mais. Ao menos, o consolo de que o Brasil voltou ao principal grupo do basquete internacional. Tomara que isto inspire a garotada a praticar mais basquete e que os dirigentes se incubam da seriedade necessária, para continuarmos progredindo.

  50. miss

    08/08/2012 23:58:30

    querido eu acho que ninguém se iludiu com a vitoria sobre esse espanhois trapaceiros...pq eles entregaram o jogo! todo mundo viu...eu não me iludi sinceramente!e o brasil so perdeu pros lances livres...eles deram uma canceira nesse time ai desse pais (argentina)....e concordo com o raul duarte! vc pelo visto não acompanha baquete pelo visto!

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso