Blog do Juca Kfouri

Nascimento e agonia do Clube dos 13

Juca Kfouri

Na “Folha de S.Paulo” de ontem:

OPINIÃO

Clube dos 13, vida e agonia

Colunista conta como foi o processo de criação e decadência da entidade


O QUE SURGIU PARA SER A LIGA BRASILEIRA SOFRE EXATAMENTE POR TER DESPERDIÇADO SEU MELHOR MOMENTO


JUCA KFOURI
COLUNISTA DA FOLHA

Conto aqui o que vi, e poucas coisas vi tão por dentro em minha vida de jornalista como o nascimento do Clube dos 13 e da Copa União.

Como vi o começo lento e gradual de sua decadência.

Curiosa e dramaticamente, sua implosão se dá quando parecia ressurgir, embora, agora, pareça mais que tenha sido aquela famosa melhora do doente antes de morrer.

Eu era diretor da “Placar” à época em que tudo começou, e o apoio da revista foi tão vigoroso que a taça da Copa União foi encomendada e paga por esta ao artista plástico Carlos Fajardo.
E entregue primeiramente ao Flamengo -e depois a Zico, quando ele se despediu do futebol, porque a Copa não resistiu aos conchavos da cartolagem.

A resposta dos 13 maiores clubes do país à falência da CBF, que abdicara de organizar o Campeonato Brasileiro de 1987 por falta de recursos, foi pronta e eficaz: partiu para fazer seu próprio torneio e obteve o apoio da Globo, da Coca-Cola e da Varig.

Registre-se desde logo que o Brasileirão de 1987 não teria o Sport, que não ficara entre os 24 primeiros em 1986, mas em 27º lugar.

Era para ser o embrião da Liga Brasileira de Futebol Profissional. Nasceria cinco anos antes da Liga Inglesa, a famosa Premier League.

Como em toda revolução, houve injustiças e excessos.

As injustiças contra o Guarani e o América, segundo e quarto colocados em 1986.

Verdade que o time campineiro e o carioca não estavam entre os 16 primeiros do ranking nacional, ao contrário dos 13 fundadores do Clube.

Os excessos ficaram por conta de tentar, sem conseguir, porque proibido pela Fifa, pintar marcas de patrocinadores no gramado.

Já o sucesso foi tamanho que a média de público passou de 20.800 torcedores, a segunda maior de todos os tempos, superada apenas pela de 1983, com quase 23 mil pagantes por jogo. Se forem somadas as quantias provenientes dos patrocínios da Copa União, a média praticamente dobra e atinge padrão europeu dos bons tempos.

A conquista do Flamengo foi algo tão indiscutível que o Conselho Nacional dos Desportos, o velho CND, a reconheceu incontinenti, diferentemente do que veio a acontecer mais tarde pelo Tribunal de Justiça Federal em Pernambuco.

Sim, a CBF quis mudar as regras com o jogo já em curso.

Mas, para 1988, a situação mudou, fruto de um acordo feito pelo presidente do Clube dos 13 e do São Paulo, Carlos Miguel Aidar, pelo presidente do CND, Manoel Tubino, e pelo vice-presidente da CBF, mas verdadeiro comandante da entidade, Nabi Abi Chedid, com o aval do presidente do Flamengo, Márcio Braga.

E contra o que pensava a direção da Rede Globo.

Por meio de seu diretor de esporte de então, Ciro José Gonzales, de quem divergi muitas vezes, mas que sempre gostou e quis o melhor para o futebol, o número um da emissora, José Bonifácio de Oliveira, o Boni, mandou dizer que a Globo daria respaldo para que a rebeldia dos clubes fosse em frente, sem acordo com a CBF.

Só que prevaleceu o velho espírito conciliatório nacional.

E jamais me esquecerei do olhar perplexo de minha filha ao entrar em casa na volta da escola e ver a figura de Chedid na sala, local escolhido pelas partes como neutro e a salvo de assédio.

Ao recuar, o Clube dos 13 começou a esmorecer.

E chegou a ganhar de mão beijada a Copa João Havelange para organizar em 2000, porque a Justiça impediu que a CBF organizasse o Brasileiro sem a presença do Gama, em memorável batalha judicial vencida pelo inexpressivo clube candango.

Ganhou, mas não soube organizá-la com competência, a ponto de o torneio ser decidido em São Januário com superlotação, queda de alambrado e cerca de 160 feridos, o que obrigou a realização de novo jogo, já em 2001, entre Vasco e São Caetano.

De lá para cá, cada vez mais o C13 se transformou apenas em uma agência negociadora de direitos de transmissão, com episódios lastimáveis, como em 1997, quando foi fechado negócio com o SBT, na casa de Sílvio Santos e, em seguida, em meio a rumores desairosos, voltou-se atrás para manter a parceria com a Globo.

Então, o principal executivo do SBT, Luciano Calegari, em entrevista à revista “IstoÉ”, chamou a CBF de “máfia” e perguntou: “Quando é que dá para acreditar em presidente de clube?”.

Eis que, neste ano de 2011, quando o Cade permitiu as condições para que se inaugurasse uma nova maneira de negociar, com chances claras de se aumentar ponderavelmente as receitas por meio de uma concorrência como nunca houve, tudo rui.

O C13 vai ao Cade amanhã e promete levar documentos que provam compra de votos na eleição que pôs a CBF em choque com Fábio Koff.

Fato é que o racha está posto.

E de maneira tão indecorosa para alguns dos protagonistas que o que fica ainda mais claro é que se trata de uma guerra sem mocinhos.

Na qual o futebol brasileiro morre no fim.

  1. Fernando Marcelino de Souza

    07/10/2012 19:29:52

    O Fluminense foi trazido para que não fossem rebaixados ou São Paulo ou Botafogo. Para não rebaixar ninguem inventaram a João Havelange e CONVIDARAM o Fluminense (lider atual do brasileirão).

  2. André

    26/02/2012 03:05:26

    Não fala merda não!!

  3. Felipe

    11/03/2011 16:39:09

    Paga a mesma coisa para os times da 1ª divisão e acaba a palhaçada! Quero só ver se Flamengo e Corinthians continuam com "palhaçadinha". Ao menos a Tv aberta tem que ser igual. Aí acabam os salafrários do futebol Sanchez, Patricia, J.J. e "Mama-teta-Koff" e midia como Globo, Record, MancheteTV-agora-laranja e "Jukas-kifuris-falsos-intelectualis" da midia que diz que a coisa é podre mas vive do mesmo.Ps.: No ano retrasado, pensando ser o 1º a conclamar informações, lança a pérola: "Rasteira no Palmeiras! VALDIVIA fecha com SPFC!" ou "Democracia era aquela Corintiana", a mesma que tinha Sócrates como déspota. O goleiro/treinador Leão já dizia: " É a democracia com um rei!". Pois é, brasileiro é isso é aquilo, mas o cara exalta Socrates, um drogado inveterado que gozava de maiores privilégios.

  4. Herson Carlos dos Santos Andrade

    03/03/2011 10:59:16

    o certo seria a união dos 13 maiores clubes do brasil a favor de uma liga democrática para o bem do futebol brasileiro

  5. Flavio

    02/03/2011 23:01:53

    Penso que a melhor coisa a ser feita do ponto de vista do desporto é questionar STJD se dentro de um país democrático como o Brasil, é possivel que a maior entidade de futebol nacional, pode ser de propriedade particular.Toda esta situação só se dá por que poucos clubes brasileiros tem a coragem de enfrentar a ditadura "Ricardiana" que impera a 2 décadas.Como podemos querer o futebol de qualidade, atualizado se o seu maior dirigente é de perfil retrô e não democrático. E pior apoiado por uma instituição decadente e monopolizadora que é a rede globo. é incompreensível como a lei da procura e oferta não funciona dentro do capitalismo futebolístico, e o discurso hipócrita de dirigentes de clubinhos como o Sr. Andrés Sanches (que saíra em dezembro de 2011) falam em melhorar a receita do clube????Notavelmente que a troca de gentilezas entre CBF e Corinthians, se tornam uma forte aliança, reforçado pela rede globo, ou seja, todos os 3 mencionados estão lutando pela suas medíocres vidas, suspirando ardilosamente neste conluio amigaticeo.Pois é , quando teremos: eleições para presidente da cbf, o corinthians ser um grande time de futebol(pelos titulos, não por número de sofredores), a globo uma grande emissora de tv.

  6. Bernardo

    02/03/2011 20:58:28

    Juca, otimo artigo, explica muito das mazelas do nosso futebol.Porem uma das injusticas que voce nao citou foi o proprio regulamento da Copa Uniao que permitia um time nao ganhar nenhum dos turnos vir a ser o campeao.Claro que nenhum dos times imaginou que isso iria acontecer quando aprovaram o regulamento, mas o as vezes o improvavel acontece, e foi o que aconteceu com o Flamengo.Eu sou atleticano e tinha 12 anos na epoca da Copa Uniao. Ate hoje eu nao me convenco/ nao me conformo que o Galo tenha enfrentado os 15 melhores times do pais, nao perdeu para nenhum deles, fez muito mais pontos do que todos eles e nao foi o campeao.Por essas e por outras eh que eu acho que o titulo do Flamengo nunca foi tao incontestavel assim....

  7. Alvinegro do Timão

    02/03/2011 17:44:47

    Fique tranquilo. Entrou em acão a "Republica Popular do Corinthians".

  8. Beto Castro

    02/03/2011 15:56:09

    O Juca está triste porque foi o grande mentor e criador do Clube dos Treze, quando era o manda chuva na Revista Placar. O objetivo deste grupo de 12 clubes, pois o Bahia é zero à esquerda, sempre foi eliminar os clubes do Brasil inteiro do cenário futebolístico nacional.Em nenhum momento se fala do futebol de nenhum dos 27 Estados brasileiros, mas, apenas de 12 clubes de quatro áreas metropolitanas que ficam com todos os recursos, com a hegemonia fraudulenta, com os títulos e com tudo. Nem os clubes do interior de MG, RJ, SP e RS existem para estes senhores. O futebol brasileiro morreu em 1987 com a criação do Clube dos Treze e o casamento incestuoso entre a Globo e CBF. Substituir a Globo pela Record é trocar seis por meia dúzia. A máfia é a mesma.Somente uma vigorosa intervenção federal obrigaria os fraudadores a respeitar a existência da Republica Federativa do Brasil, da Constituição Federal e o ordenamento jurídico nacional. Falta macho no país.

  9. Paulo - Florianópolis

    02/03/2011 14:06:21

    Caro Juca, li este texto no blog do Erich Beting, http://negociosdoesporte.blogosfera.uol.com.br/2011/03/01/cbf-pode-dar-palavra-final-sobre-tvs/Acho que o Ricardo Teixeira esta só esperando a hora de dar o bote, o que acha?

  10. Almeida

    02/03/2011 12:24:33

    O diretor do clube dos 13, Ataíde Gil Guerreiro viajou para vários países europeus afim de conhecer os modelos dos torneios e trouxe uma alternativa boa, inclusive fazendo algo até discutível que é dar uma cota maior a Flamengo e Corinthians, mas esses dirigentes por interesses escusos fizeram toda essa balbúrdia. Como podem reclamar do C13 se os valores dobraram para todos clubes inclusive os pequenos? Isso só com TV aberta. Ninguém discute a qualidade e o investimento da Globo, prefiro até que continue com ela, mas o que ela faz é antecipar cotas a times mal administrados e falidos e assim faz com que esses dirigentes pilantras fiquem presos a ela por conta de dívidas. Tudo jogo de interesses e de presidentes arrogantes e que terão que prestar contas aos seus torcedores e conselhos fiscais.

  11. Marcio

    02/03/2011 12:15:01

    As recentes discussões sobre os direitos de transmissão dos jogos de futebol no Brasil, e o racha no clube dos 13 indicam várias coisas:1- O monopólio da Globo está chegando ao fim.A elite política e econômica brasileira finalmente compreendeu que é muito arriscado manter uma cobra tão venenosa por perto sem nenhuma proteção. Os fatos ocorridos na Venezuela onde um grupo oposicionista controlador dos meios de comunicação tentou engendrar em golpe de Estado e assumir o poder, demonstram a importância e os riscos de manter o controle informativo nas mãos de um único grupo, neste sentido, fortalecer a Rede Record e o SBT, é de suma importância para enfraquecer a rede Globo,mas não se enganem, isso passa longe de ser uma democratização da informação, sendo apenas uma divisão entre facções diferentes de uma mesma burguesia. Uma das mais emblemáticas situações que confirmam este argumento, foi a suposta agressão ao candidato a presidência José Serra, onde a Globo noticiava a barbárie promovida pelos simpatizantes de Dilma, enquanto no mesmo momento Record e SBT saíam em defesa de Dilma, demonstrando que Serra havia sido atingido por uma simples bolinha de papel. Isso pode passar desapercebido, mas desmentir a Globo no exato momento em que ela tentava questionar a candidatura de Dilma, é um fato novo na política nacional. A Globo continuará sendo uma das grandes empresas de telecomunicação do país, mas será apenas uma dentre várias.2- As transmissões dos jogos de futebol é apenas mais um capítulo dessa “novela”.A facção da burguesia que está no poder atualmente, incentivará ao máximo a transmissão dos jogos pela Record, afinal, boa parte dos investimentos para a ampliação e fortalecimento da emissora estão saindo do BNDES, não diretamente mas através de “bancos repassadores”, entretanto “democraticamente” a Globo também tem acesso a este dinheiro, a diferença é que agora não é somente ela. Dentro deste processo, Sport Club Corinthians Paulista é a grande arma global para combater os planos do governo e da Record, o Andrés Sanchez com sua visão empresarial, já notou o desespero da Globo e a chance de faturar com essa história, isso para ele não é novidade, basta lembrarmos da última eleição para a presidência do clube dos 13 onde o Andrés apoiou o candidato da CBF, Kleber Leite que foi derrotado, mas a lealdade valeu ao Andrés a chefia da delegação brasileira na copa da África do Sul, e o apoio à Globo é mais uma demonstração de lealdade a Ricardo Teixeira e a CBF.Leia o texto na íntegra em: http://podepiorar.wordpress.com/2011/03/01/a-carne-mais-barata-do-mercado-e-o-torcedor/

  12. José B randao

    02/03/2011 11:36:44

    Essa mensagem, dirigida a todas as torcidas, é para estimular a manifestação pró-democracia no futebol brasileiro, com protestos públicos contra a ditadura da CBF:Por que nós, torcedores, não fazemos um protesto contra o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, nas arquibancadas, com faixas pedindo seu afastamento do cargo? Ou mesmo quando ele vir a São Paulo? Vamos fazer um Blog chamado Fora Ricardo Teixeira? Temos que parar de ser apáticos politicamente, pensando só em nossos times, e tomar uma atitude à favor do futebol brasileiro, que corre sérios riscos.

  13. almeida

    02/03/2011 10:57:15

    isso tudo é maracutaia da globo com cbf( todos do rio)quem é trabalhador e gosta de futebol e que tem que levantar cedo no outro dia. quer ver jogo as 20:30 hrs mas a globo tem que passar suas novelas que alias faz um bem tremendo a cultura e a famila brasileira a tem o fluminese que saiu da terceira divisao e foi para primeira advinhem porque? (maracutaia)

  14. Duke

    02/03/2011 10:53:35

    Para os que ainda não sabem ou vivem sob o guarda-chuva das mídias de massa, a justiça Federal decretou que a CBF tem 48 hrs para retirar o título de 87 do Flamengo. Claro que isso não está sendo divulgado.

  15. Pedro Marculino

    02/03/2011 10:38:59

    Rapaz, ninguem queria ficar de fora da Copa Uniao. O problema foi de legitimidade. O Flamengo nunca poderia ser o campeao legitimo porque no campeonato que ele disputou o vice (Guarani) nem participava. Na epoca ficar fora da Copa Uniao era jogar um campeonato sem rentabilidade.

  16. ToniMorty

    02/03/2011 10:09:44

    Parece-me que ninguém se lembrou que a Globo está mais interessada em manter o horário da novela e portanto seus patrocinadores, do que acatar a imperiosa necessidade de os jogos noturnos começarem neste horário, 21,00hs e não no atual. Depois, audiência por audiência, só jogos do Corinthians podem se rivalizar com as da novela da Globo. Do Flamengo, só no Nordeste e no Rio. Então convenhamos, a Globo está fazendo corpo mole, de caso pensado e pensando em seu faturamento. E só a Globo poderia salvar o clube dos 13!

  17. andre niceas

    02/03/2011 09:13:23

    esse cidadão não diz que em 86 o guarani foi vice e o deixou de fora!!!

  18. Lauro do Basquete

    02/03/2011 08:44:42

    Sabe de uma coisa mocinhas do futebol.... Virei fã do UFC, negócio agora é dá Porrada !!!

  19. BeToHeXaFLA

    02/03/2011 01:47:03

    Hoje em dia diferente de 1987 nem precisamos de Liga Brasileira já que o Campeonato Brasileiro está organizado,naquele tempo quando tiveram que fazer a Copa União eram "500" clubes e um sistema de mata-mata que só cabia na cabeça dos loucos que estavam na CBF ...agora são só 20 clubes e pontos corridos está ótimo... naquele tempo nem se ganhava copa do mundo mesmo tendo a melhor seleção era maior bagunçaAgora sobre a negociação com as TVs o melhor é que cada clube negocie diretamente de acordo com sua importância e de sua torcida... Afinal se um time tem mais torcedores estes merecem que seu time tenha mais dinheiro para contratar melhores jogadores...Agora os clubes que corram atrás , cativem os torcedores parem de vender jogadores importantes para atrair e fidelizar os torcedores...

  20. murilo

    01/03/2011 23:36:50

    que meigo... ó ceus!

  21. Paulo Roberto

    01/03/2011 23:15:26

    Então quer dizer que Flamengo e Corinthians tem as "maiores audiências" do futebol... HUm então vejamos... Por que em 2008 na final da Copa Sul-Americana entre Internacional x Estudiantes (ARG) quando a Rede Globo notou o aumento da audiência da Rede Bandeirantes que já havia transmitido o 1º jogo da final para todo o BRASIL resolveu também transmitir a final?? Quem tava jogando, Corinthians, Flamengo??? O problema se chama merda de IBOPE, onde simplesmente pegam indices aqui de São Paulo e do Rio de Janeiro... Nunca vi besteira maior... Vejo vários indices altos de novelas, que a gande maioria da população ta nem ai... Tirando as pessoas que moram nos Estados de origem dos clubes, a população de outros Estados prefere assistir ao melhor espetaculo... Vejamos uma coisa... Em 1999 o Palmeiras foi responsável pelo maior "IBOPE" nas transmissões de futebol, pelo motivo de ganhar os jogos de maneira dramática e emocionante, como se fosse uma novela da vida real... Tirem o futebol da SKY e veja o que vai sobrar... Sobre os "dois" maiores clubes do Brasil serem Corinthians e Flamengo por causa da torcida é brincadeira... Morei durante CINCO anos em Tóquio, lá NINGUÉM CONHECE CORINTHIANS, os clubes brasileiros que dispertam maior admiração e perguntas são pela ordem SÃO PAULO (devido aos 3 mundiais), FLAMENGO (Zico), INTERNACIONAL (2006), Grêmio (1983 e em 1995 quando esteve lá), SANTOS (Pelé)... O que deveria ser regularizado é nossa merda de calendário, que não da chance dos clubes brasileiros ganharem dinheiro em excursão internacional... O Barcelona fatura uma grana alta no Oriente Médio, os clubes ingleses adoram a Ásia, o Real sempre estava por lá, imaginem o dinheiro que o Neymar daria em excursões para o Santos, o próprio Ronaldinho para o Flamengo...

  22. Luiz

    01/03/2011 23:04:03

    Veja porque David Luiz, zagueiro da selecao brasileira, eh o novo Lucio:http://blogambidextrous.blogspot.com/2011/03/david-luiz-o-novo-lucio.htmlAbracos

  23. Bruno BH

    01/03/2011 22:57:55

    Juca,Um dia, quem sabe em curto prazo vamos pensar mais no projeto de um país forte.São Paulo, Rio e BH estão abarrotadas de favelas, e lugares de 16 mil reais o metro quadrado. Norte, Nordeste e Centro Oeste na mão de latifundiarios e descamisados.Assim como nosso campeonato brasileiro.Reflexo do que somos como nação! Acorda Brasil! Quero mais IAPEs... Menos Todos os clubes deviam receber valores iguais e mais uma bônus pela colocação no campeonato. A divisão das cotas entre os clubes desiquilibra o campeonato e manipula o tamanho das torcidas. Alias, não somente no futebol como na configuraçãodo nosso país.Um país forte ou campeonato forte. Precisa de cidades/times do norte, nordeste e centro oeste fortes.

  24. Rodrigo Venicio

    01/03/2011 21:30:16

    Me responda uma coisa por favor Juca, só uma coisa!!!Pq O Guarani foi VICE em 86 e ficou de fora de 87?Então nao engolimos essa historia da colocação do sport ser a justificativa, muito triste isso....

  25. José Fernandes

    01/03/2011 21:08:52

    Pq não acabar com a CBF?Aliás, por culpa da CBF, sempre haverá a briga judicial e de barzinho sobre quem foi o campeão de 1987. Será sempre os flamenguistas contra o Brasil sobre essa história.Sport foi o Campeão do Brasileiro organizado pela CBF. E o Flamengo o campeão do Brasileiro organizado pelo clube dos 13.Vejo ainda muita incoerencia dos jornalistas que se dizem especialistas e entendidos do futebol brasileiro. Praticamente todos são contra a CBF. Até o dia que recebem algo da entidade. Seja grana, chamego ou ameaça.Aí, quando surge a oportunidade para se romper com a máfia Globo/CBF, alguns jornalistas se colocam contrários a essa oportunidade e ao lado, mesmo que indiretamente; da Globo/CBF.Sabe o que os torcedores deveria fazer.. ignorar o Brasileiro. Vejamos e acompanhamos os campeonatos europeus. Afinal é lá que se encontra os melhores jogadores do mundo.E pelo menos assim, podemos ignorar essa palhaçada que virou o futebol brasileiro. Seja pelos clubes, CBF, Globo, Record, Clube dos 13, jornalistas.. todos farinha do mesmo saco.

  26. Arnaldo

    01/03/2011 20:59:35

    O Juca contou a história pela metade.O regulamento foi assinado pelo Eurico ANTES da bola começar a rolar.Mas DEPOIS do Clube dos 13 já ter acertado todos os patrocínios para a competição.A CBF voltou atrás pressionada pelos clubes prejudicados que estavam sendo excluídos de uma competição ao qual tinham direito de participar.E também porque se viu humilhada ao ver que os dirigentes dos clubes foram capazes de fazer aquilo que ela julgou-se incompetente. Organizar um campeonato lucrativo.No fim das contas a CBF retomou as rédeas mas adoçou a boca dos clubes permitindo que estes negociassem os direitos de TVs dos campeonatos nacionais.Tudo não passou de um acordo na surdina. Aliás, Como tudo nesse país!!!QUANTO AO EURICO MIRANDA, este não foi nada além do que bode expiatório do C13. Na época ainda sem grande representação foi enviado como representante do C13 para fazer o papel de bucha. Assinaria o regulamento em nome de todos os clubes para depois os presidentes dessas entidades posarem de traídos diante de seus patrocinadores e da opinião pública.Se tivessem realmente sido traídos porque não expulsaram o Vasco da entidade? Ou vocês acham que o Eurico foi lá assinar sem a anuência do presidente de seu clube?Por que depois disso ainda foi eleito vice-presidente do C13??? Ganhou prestígio sendo um traidor???A história de 1986-1987 é sempre contada pela metade para criar-se vilões e mocinhos. O povo brasileiro adora novelas assim como adora futebol.

  27. Arnaldo

    01/03/2011 19:52:47

    Prezado Juca,Envolvido que foi, e ainda é, pela criação da Copa União de 1987, você conta os fatos pulando detalhes importantes para assim defender seu ponto vista. Ou seja, conta meias verdades...O Sport foi vítima em 1986 de mais umas das inúmeras viradas de mesa que esse país presenciou para salvar os "grandes", mas que por algum motivo que ainda desconheço somente ao Fluminense é creditada toda paternidade.Não seria mais honrado dizer a todos que em 86 o Sport se classificou para segunda fase entre os seis primeiros de seu grupo, o que pelo regulamento lhe garantia o direito de disputar a primeira divisão em 1987??? Não seria mais justo contar aos desinformados que naquele ano houve uma virada de mesa para não rebaixar Vasco e Botafogo, ambos tradicionais clubes cariocas que não conseguiram se classificar entre os seis primeiros de seus grupos???E quanto ao fato do C13 ter mandado Eurico Miranda representá-los na reunião com a CBF onde este em nome da entidade assinou o regulamento que previa o cruzamento entre os módulos???Vai você aqui falar que Eurico traiu o grupo??? Você acredita mesmo nisso???Desculpe-me, mas ainda engraçado pelas memórias daquilo que algum dia vislumbrou como uma "revolução" nunca passou de conchavos.P.S.: Na Inglaterra se fez a tal revolução sem nenhuma injustiça. Os critérios de acesso e descenso foram mantidos.Pra mim essa "revolução" nunca passou de um GOLPE contra os times pequenos deste país. E muito me admira pessoas que gostam de pousar de honestos e justos defenderem tamanha barbaridade.

  28. marvin leal

    01/03/2011 19:48:56

    Quem é maior?? A torcida do Flamengo ou a torcida de todos os outros times juntos??O que eles querem é um, campeonato morno, como na Espanha, disputado apenas por 2 times (real Madrid e Barcelona) que se revezam seguidamente como campeões; Estão alimentando ainda mais a antipatia dos que não torcem por Flamengo ou Corinthians, aliás, os times brasileiros que mais têm títulos contestados, jogos ganhos com ajuda de arbitragem etc...Eu farei a minha parte: NAO ASSISTIREI JOGOS DO FLAMENGO OU CORINTIHIANS, exceto se estes estiverem jogando contra meu time. Essa PALHACADA tem que acabar!

  29. Tiago de Mattos

    01/03/2011 19:27:20

    Sei que o post do Juca não é sobre o assunto que vou discorrer, mas achei o momento oportuno para desabafar...Estou pra ver um flamenguista ou corinthiano, e pelo que percebi agora todos os torcedores dos outros times, dizer um argumento embasado e com sentido para defenderem seus times.... É muita falta de educação e puxação de sardinha para seus proprios lados... Ninguem aqui quer que o futebol brasileiro evolua e faça sentido...Eu sou vascaino desde 89 (nasci em 84) quando o sorato fez aquele gol no São Paulo e nos deu o Bicampeonato... E como eu sou imparcial posso dizer que:Apesar de fontes de credibilidade (na minha opnião) como a placar discordar, acho, sim, que os titulos nacionais de 59 a 70 e o de 87 do flamengo deveriam ter sido avalizados como nacionais, não faço questão de que mudem o nome, deixem como quiserem (taça brasil, robertão, copa união, João Havelange, etc) mas dar o valor correto é muito importante.Depois de ler todos os argumentos da placar, do proprio Juca (que sempre se mostrou o UNICO, repito para deixar claro, UNICO corinthiano RACIONAL e interessado em melhorar o futebol brasileiro) e de outras midias e torcedores RACIONAIS percebi que rebati todos os argumentos contra essas unificações e valorizações, mas não vou me estender aqui.A verdade é que colocando meu time no lugar desses outros (incluindo aí o fluminense, o botafogo e o flamengo) eu, como torcedor, teria gostado de ver esses titulos reconhecidos pois foram, independentes de nome e formato, os campeonatos nacionais mais importantes do país e disputados pelos mais fortes times do país em suas épocas.OBS1: O Sport e seus torcedores que me perdoem mas eu tenho certeza que o torcedor racional do sport não quer e nem precisa de titulo entregue dessa forma pela CBF. Se eles forem ***** mesmo... montavam um bom time, conquistavam o brasileiro e dispensava esse de 87, só pra poder dizer que são maiores que isso. Seria Fantástico!!!OBS2: Eu sei, não sou tolo, sei que todas essas modificações nos titulos não são porque o Ricardo Teixeira mafioso, ladrão e um dos homens mais repugnantes que o nosso pais ja conheceu quer "dar valor ao futebol brasileiro de antigamente". São jogadas politicas para arrumar aliados para essa negociação para as transmissões de TV e para vencer a sua eterna queda de braço contra o Clube dos 13. Mas o valor tinha que ser dado pois aqueles torneios, jogadores e torcedores mereciam...

  30. Evenildo Ribeiro

    01/03/2011 19:26:15

    Juca, é por isso que você "se queima" com a torcida do Sport. Você fez questão de lembrar que o Sport foi o 27º colocado em 86, mas esqueceu que o Botafogo, por exemplo, foi o 32º colocado naquele mesmo ano. Sem falar que o Criciúma foi 9º e a Portuguesa 11º tendo ficado a frente do Flamengo, inclusive. A forma como foram escolhidos os clubes para o Múdulo Verde de 87 (ou Copa União, para mim tanto faz) foi segregadora, arrogante e não levou em conta a classificação do ano anterior. Ainda bem que você reconheceu a injustiça contra o Guarani (vice de 86) e América-RJ (4º colocado). Juca meu velho, você é um bom cronista esportivo, mas tente ser mais imparcial, lute contra essa sua fraqueza, você consegue. Boa sorte!

  31. Tiago de Mattos

    01/03/2011 19:24:07

    SEi que não é sobre o assunto que vou discorrer oEstou pra ver um flamenguista ou corinthiano, e pelo que percebi agora todos os torcedores dos outros times, dizer um argumento embasado e com sentido para defenderem seus times.... É muita falta de educação e puxação de sardinha parseus proprios lados... Ninguem aqui quer que o futebol brasileiro evolua e faça sentido...Eu sou vascaino desde 89 (nasci em 84) quando o sorato fez aquele gol no São Paulo e nos deu o Bicampeonato... E como eu sou imparcial posso dizer que:Apesar de fontes de credibilidade (na minha opnião) como a placar discordar, acho, sim, que os titulos nacionais de 59 a 70 e o de 87 do flamengo deveriam ter sido avalizados como nacionais, não faço questão de que mudem o nome, deixem como quiserem (taça brasil, robertão, copa união, João Havelange, etc) mas dar o valor correto é muito importante.Depois de ler todos os argumentos da placar, do proprio Juca (que sempre se mostrou o UNICO, repito para deixar claro, UNICO corinthiano RACIONAL e interessado em melhorar o futebol brasileiro) e de outras midias e torcedores RACIONAIS percebi que rebati todos os argumentos contra essas unificações e valorizações, mas não vou me estender aqui.A verdade é que colocando meu time no lugar desses outros (incluindo aí o fluminense, o botafogo e o flamengo) eu, como torcedor, teria gostado de ver esses titulos reconhecidos pois foram, independentes de nome e formato, os campeonatos nacionais mais importantes do país e disputados pelos mais fortes times do país em suas épocas.OBS1: O Sport e seus torcedores que me perdoem mas eu tenho certeza que o torcedor racional do sport não quer e nem precisa de titulo entregue dessa forma pela CBF. Se eles forem ***** mesmo... montavam um bom time, conquistavam o brasileiro e dispensava esse de 87, só pra poder dizer que são maiores que isso. Seria Fantástico!!!OBS2: Eu sei, não sou tolo, sei que todas essas modificações nos titulos não são porque o Ricardo Teixeira ladrão quer "dar valor ao futebol brasileiro de antigamente". São jogadas politicas para arrumar aliados para essa negociação para as transmissões de TV e para vencer a sua eterna queda de braço contra o Clube dos 13. Mas o valor tinha que ser dado pois aqueles torneios, jogadores e torcedores mereciam...

  32. Glauco

    01/03/2011 19:20:28

    Não force! Eu assisto futebol na Globo, mas não assisto novela. Evangelização na Record só se vc ficar depois das 24 horas em frente a TV e achar que um cara falando na TV é evangelização. Abra a sua mente e não caia na mesma persuasão Global, aliás os dirigentes dos clubes que se debandaram para o lado Global estão recebendo algo e você...

  33. Glauco

    01/03/2011 19:13:22

    O Clube dos 13 nunca foi coisa boa, mas hoje, ou pelo menos em 2011, conseguimos separar o joio do trigo, pois de que adianta querer acabar com algo ruim criando algo pior ainda. A Globo chantageia e corrompe o futebol brasileiro e se existem clubes que acham que a Globo tem que ter o monopólio do brasileirão então que o CADE comece multando estes clubes e a própria Globo.

  34. shirley

    01/03/2011 19:02:27

    fabio vinicius disse: 01/03/2011 às 4:34 PM Apoio e assino embaixo de qualquer crítica que se faça à Rede Globo, mas daí, pergunto a vocês ilustres torcedores, se fossem vocês que tivessem uma marca a ser negociada, vocês prefeririam aliar sua marca á Globo ou à Record??? Acho a Globo um câncer, mas rogo a todos que façamos um execício mental: E se a n° 1 fosse a Record? Seriamos todos conduzidos à EVANGELIZAÇÃO compulsória?? ; Se o nº 1 fosse o SBT? Teríamos que engolir incontinentes os enlatados Mexicanos além de programas Americanos de mal gosto que SS sempre importou (lembram do Bozo, GONG SHOW…)?? ; Se o n° 1 fosse a REDTV, restaria aturar aquela programação de gosto rasteiro??? Se o n° 1 fosse a BAND… ops, isso é inconcebível pois a BAND nunca vai ser n° 1, está aí há 50 anos e nunca disse a que veioPrimeiro: para a Globo todos são católicos e ai de quem não seja.Segundo:no lugar dos enlatados mexicanos, fosse pode assistir a "fauna da noite" que os diretores globais colocam no BBB.Terceiro, a Band já é uma globo regional(ou seja, trabalha para um único time e seca os demais).

  35. shirley

    01/03/2011 18:55:36

    Flamengo teve mais de vinte anos para lutar pelo título. Mas optou por ficar inerte.Agora é tarde.Sentença transitada em julgado.Estado de Direito.Já ouviram falar?

  36. ricardinho

    01/03/2011 18:50:57

    esse povo acredita em papai noel e coelho da pascoa ,alguem em seu juizo perfeito acha que alguma emissora vai transmitir um classico entre bahia e america mineiro,e deixar os time grandes de fora ,e tem mais aqui no parana só vai passar jogos do estado de são paulo e rio porque a record e band aqui não tem cristão que assista é muito ruim a imagem e o som fica fanhoso.

  37. Palmeirense

    01/03/2011 18:50:26

    OBA!!!! Parece que as investidas dos cidadões das comunidades Árabes contra as ditadores está chegando por aqui. Quem sabe se não é o bem do Século, acabar coms as ditaduras, até na CBF, e nos clubs de Futebol. Como dizem "Abaixo a ditadura".

  38. Rogério

    01/03/2011 18:36:07

    Boa!Ninguém ousa contestar a relevância nacional e a popularidade de Corinthians e Flamengo... mas a rentabilidade de um campeonato depende de seu alto nível global.Então, se Corinthians e Flamengo não entendem isso, que façam um campeonato à parte: cada um joga contra o outro dez vezes na casa de cada qual... ao final, contam-se os pontos e fazem-se finais de ida e volta... e se lhes dá um troféu joinha, ou um troféu arrogância e egocentrismo... e, claro, ignorância!

  39. Peixe Vivo

    01/03/2011 18:27:30

    O problema é que neste modelo quem ganha o dinheiro da publicidade é só a emissora de televisão e os clubes nada. É como fazer uma telenovela e os atores não receberem para atuar.

  40. Donny

    01/03/2011 18:26:17

    Eu quero que todos vai para o inferno.por que eu vejo futebol europeu.

  41. paulo timao

    01/03/2011 18:23:43

    e verdade e tudo culpa do corinthians ..... meu deus... ate quando.... daqui a pouco chega o brasileirao e começao a dizer que o juiz ta ajudando a gente ... esperem e quem viver verá... ate quando?

  42. WELOILTON (RUBRO NEGRO BAIANO)

    01/03/2011 18:15:02

    Não é hora de discutirmos qual é o melhor time do brasil, mas sim sermos justo com o futebol brasileiro. Cotas iguais para todos os clubes, só assim teremos um futebol competitivo.

  43. Paulo

    01/03/2011 18:09:50

    Clube dos treze, quando foi preciso serviu. Agora já era!

  44. José Juca

    01/03/2011 18:07:41

    "E chegou a ganhar de mão beijada a Copa João Havelange para organizar em 2000, porque a Justiça impediu que a CBF organizasse o Brasileiro sem a presença do Gama, em memorável batalha judicial vencida pelo inexpressivo clube candango."Explica ai Juca.A justiça que impediu campeonato brasileiro sem o Gama.Mas não tinham virado a mesa para ajudar o Flu?Se o Gama jogasse a primeira quem disputaria a segunda em 2000?E eu que sempre pensei que viraram a mesa por causa.

  45. peixe grande

    01/03/2011 17:47:44

    como fazer uma "liga" se a globo só passa jogo de um time?

  46. f.robertto

    01/03/2011 17:45:23

    Sim, esta tudo muito bem explicado, mas o mais importante não esta escrito:Qual caminho a seguir? como criar uma Liga Nacional de Futebol fugindo desses esquemas, dessa politicagem?Com a palavra nosso escriba, Juca KfouriabsFlavio

  47. André Luiz Vale - Recife/PE

    01/03/2011 17:41:32

    Muito bonita a forma como Juca comenta a história desde a criação do C13 até as atuais vias. Sempre mostrando um profundo conhecimento sobre ricos detalhes de negociações entre patrociadores e CBF, que nem sempre são fáceis de entender. Bem como mostrando um profundo conhecimento técnico sobre os times, os rankings e até mesmo é capaz de escalar os times de baixa expressão da época, como Sport, América e Guarani. O lamento é que o mesmo usa isso para ludibriar os pobres leigos que acreditam piamente em sua palavra, inclusive eu. Se não fosse um pernambucano interessado no assunto, iria aplaudir de pé, lendo este artigo. Porém gostaria muito que alguém comentasse os seguintes pontos que irei levantar:1 - Se o comentário sobre o Sport estar fora dos 16 clubes a disputar a primeira divisão de 1987 foi para justificar que o mesmo não poderia ganhar a competição, o que dizer do Botafogo-RJ (24 lugar) e Internacional (32 lugar)?? 2 - Ainda sobre o ponto 1, se seguirmos tal raciocínio, o que dizer das competições de 2000 e 1993? Será que o Malutron, São Caetano e Vitória/BA também não mereciam disputar tal competição??3 - Se a CBF realmente tentou mudar o campeonato em curso, e se isso é realmente tão absurdo, por que será que o Sport ganhou tantas causas seguidamente na justiça, inclusive na superior (STF)? 4 - Ainda comentando sobre o ponto 3, se foi algo tão legítimo, o "título" do Flamengo, por que será que o mesmo não recorreu da decisão judicial dando título exclusivo ao Sport, deixando a mesma transitar em julgado?A decisão dada em última instância ao Sport Club do Recife, considerando-o único campeão brasileiro de 1987 foi por uma simples causa: manutenção do regulamento vigente, no qual todos os clubes, inclusive Flamengo e Internacional, concordaram em cumprir. Esta é a razão pela qual o Flamengo não pode ser considerado campeão, tornando o reconhecimento inócuo, pois não cumpriu um contrato que assinou. É muito fácil falar o que convém, e aproveitar o que poucos sabem para tentar mudar uma verdade. O problema é que há uma decisão judicial nessa história, que mesmo Juca tentando evitar comentar, alguns se perguntam: por que tal decisão?

  48. Maria Clara

    01/03/2011 17:37:31

    Muito bem srs. presidentes do corinthians, flamengo, vasco, botafogo, etc.Se o Clube dos 13 receber propostas, que aumentará em muito o pago pela globo, já que o mínimo para tv aberta, sem outras plataformas, é de R$ 500 mil, nós como torcedores vamos querer conhecer a "proposta individual" recebida pela globo, não apenas por direito à transparência, mas para saber se os srs. não estarão rasgando dinheiro em nome dos clubes que devem representar.

  49. Antonio José

    01/03/2011 17:29:34

    Uma coisa que ninguém discute é porque alguns clubes devem ganham mais pela transmissão... O volume TOTAL dos recursos obtidos na Licitação deveria ser dividido IGUALMENTE por todos... Se o time está na 1ª divisão, EM TERMOS de direitos de transmissão, tem que receber igual. Por quê? Ora, se a Globo, por exemplo, vencer e pagar de forma diferenciada ao Corinthians, também, por exemplo, é razoável INFERIR que ela, TV Globo, gostará de ter o MELHOR retorno para o seu investimento... Além de favorecer o time em questão na obtenção de melhores jogadores, poderá até influenciar juízes... Em países um pouco mais sofisticados que nosso, os EUA, a NBA, antes de começar campeonato do ano, a título de equalizar a competição, DETERMINA que o MELHOR jogador universitário, repito, MELHOR, vá jogar no time que ficou em ÚLTIMO lugar no campeonato anterior, e assim por diante, o campeão do ano anterior vai escolher "o pior melhor" jogador universitário... Aqui queremos fazer justamente o contrário... Queremos fortalecer os mais fortes, além de, por não haver concorrência, estaremos fadados à assistir, qualquer jogo, desde que seja do Corinthians ou Flamengo, depois da novela às 21:50... Juca, o que você acha?

  50. Alvinegro do Timão

    01/03/2011 17:22:22

    E a opção. A Fazenda? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso